terça-feira, junho 24, 2008

O mundo de "pernas para o ar" - a esfregona como instrumento clínico?


Alguns Enfermeiros são obrigados a limpar e esfregar o chão, com receio de serem despedidos, enquanto os auxiliares recusam-se a executar tais tarefas! – Não, não é uma brincadeira. Isto acontece, segundo consta, no Hospital da Misericórdia de Vila Verde, Braga.

Os auxiliares dispõem, actualmente, de aparente maior poder reivindicativo que os Enfermeiros (as voltas que o mundo dá!).
O empilhamento inacreditável de currículos de profissionais de Enfermagem desempregados dá o privilégio aos administradores e coordenadores de brincarem com os Enfermeiros, humilhando-os, rindo-se da nossa classe, olhos nos olhos. Sem receios - "quem não quer, rua!" Há fileiras intermináveis de pessoal disponível para trabalhar. De borla se necessário e para limpar o chão se os administradores quiserem!
Toda esta questão vem no seguimento do despedimento de 24 Enfermeiros sem motivos evidentes. Sem justa causa. (poupar nos Enfermeiros está na berra, existem tantos que querem trabalhar, invariavelmente por valores reduzidos ao simbolismo)
Fico triste por estes colegas não terem tido um Enfermeiro-Coordenador que os defenda e estime a profissão, pelo contrário. E mais não digo, o Sr. Enf. Luís Barreira saberá, certamente, interpretar. (a palavra colegas não está enfatizada por mero acaso....)
Alguns, com 9 anos de serviço, foram despejados! É esta, a nossa estabilidade e dignidade? É para isto que serve formar Enfermeiros? São estes os tais rácios que muitos falam?

E porque há falta de Enfermeiros em Portugal (não é o que dizem?), a CESPU planeia e diligencia medidas para abrir mais uma Escola de Enfermagem. Desta feita, em Vila Verde - longe dos centros académicos, não acoplada a um Hospital Central, sem um corpo docente reconhecido, etc... É mesmo só para facturar mais uns cobres e sugar o escasso tutano que ainda pulsa no seio moribundo Enfermagem.


*****


Quem não está disposto a entrar no suicídio dos rácios, são os Dentistas. A Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), mostrou-se muito preocupada com o desemprego (e falta de condições laborais) que granjeia entre os seus profissionais.

Completamente desinteressados e indiferentes aos rácios da OCDE e afins, a OMD mostra-se atenta à realidade portuguesa. Portugal não é a OCDE e os problemas e condições da OCDE não são as portuguesas (aliás, no seu site, ao contrário da Ordem dos Enfermeiros, optou pela verdade e transparência e tratou de desmistificar num estudo que, os rácio de dentistas da OCDE, incluem (na contabilização) Dentistas, Estomatologistas e Odontologistas!). (A Ordem dos Enfermeiros esquece-se de referir aos seus membros que, os rácios da OCDE, contabilizam também os auxiliares de Enfermagem e afins, existentes noutros países.)

Foram conversar com o Presidente da República sobre a questão e aguardam que o Ministro Mariano Gago reduza as vagas e as faculdades que o Ensino Superior disponibiliza.
Os pés bem assentes na terra produzem melhores resultados que um sonho alado inconcretizável no seio de uma conjuntura negra.
Os Dentistas são realistas e estão atentos aos problemas de Portugal, os Enfermeiros aparentemente não. Talvez por isso é que os Dentistas ainda não andam de esfregona na mão (como os Enfermeiros em Vila Verde)...


Comments:
Mais outro brilhant post! Só não vê quem não quer!!!!!!
 
Temos que aprender com os erros dos outros!
Não nos podemos dar ao luxo de as desperdiçar.

Cada um de nós poderá lutar, fazendo e marcando pela diferença.
 
Os meus cumprimentos
Sinto-me triste ao ter conhecimento dos acontecimentos descritos, pois tantas dezenas de Enfermeiros (nos quais me incluo)lutaram ao longo destes anos para que a profissão tivesse um estatuto merecido, e está tudo a ir pela àgua abaixo. Por onde andam os sindicatos? e a Ordem?
Se me é permitido um desabafo, tudo começou com a integração do Curso de Enfermagem no Ensino Superior. Pelo menos tinha-mos Enfermeiros Docentes e Enfermeiros unidos, o que não acontece agora.
Um abraço.
 
É triste eu frequentar um curso numa das melhores escolas de enfermagem do país (Esc. Sup. Enfermagem do Porto - Antiga D. Ana Guedes e S.João), saber que me esforcei muito para estar no curso que realmente gosto e depois aparecem ai milhares de privadas a fazere-nos frente..enfim...privadas sem qualidade..é a ordem que temos!

Também gostaria de fazer aqui um comentário, um pouco fora de contecto mas que provavelmente é algo que´mais a minha faixa etária que repara. Na série da TVI Morangos com Açucar, surgui num episodia anterio uma enfermeira a trabalhar no hopsital (personagem intrepertada por barbara norton de matos), apresentando-se a mesma com uma bata muito justa e mini-saia. Alem disso também usava sapatos brancos com um tacão muito alto. Ou seja, a televisao continua a querer trabsmitir o esterotipo de enfermagem que me nada dignifica a profissão...enfim...é o país que temos.

Um abraço
 
Olá!
Mais um bom post. Obrigado pela pertinência e actualidade dos seus artigos.
Acho lamentável e humilhante a situação referida.
 
esse estereotipo fomos nos enfermeiros que o criamos. principalmente as senhoras enfermeiras ao longo dos anos. que davam tudo e mais alguma coisa para ter um DR. esta profissão é excessivamente feminina... talves se hovesse mais equilibrio entre os sexos as coisas fossem diferentes.
 
Acabo de ter uma conversa séria com Pelágio, duque da Cantábria, na gruta de Covadonga, para ultimar a estratégia que vou usar na recuperação da sua inditosa irmã, Hermengarda, raptada pelos pagãos, que a têm prisioneira.
O pagão da CESPU, foi expulso da FMUP, porque não conseguiu os mínimos para ser lá professor. Até a tese teve de comprar. Descoberto por um pastor das montanhas, desceu ao vale de Paredes onde armou a sua tenda para explorar os inocentes incautos: desde o calista ao tiradentes, passando pelos enfermeiros, tudo é fabricado na sua tenda.
Como o negócio tem prosperado e, enquanto o duque de Catábria se preocupa em recuperar a irmã, vai alargar a sua actividade demolidaora da Enfermagem ao reino da casa de Bragança e ao Feudo de Vila Verde.
Recuperada a Hermengarda, irmã de Pelágio, presa dos infièis, que ainda teve uma sorte mais desgraçada (se é possível) do que a Enfermagem, presa dos interesses destes pagãos hediondos, cavalgarei em direcção a esses sarracenos nojentos, comandados pelo maior da Cova da Beira.
Pelo que vi, juntando as duas peças, há um oportunista que se serve dos colegas para se manter à tona e sobrenadar; o outro armado em mandante deste não permitiu que o sindicato desse apoio, como lhe competia, às colegas.
Como estas tinham um vencimento maior há que substitui-las por outras que tenham um vencimento menor e a mais valia de fazerem de auxiliares.
Para que não restem dúvidas até se puseram do lado das obras da misericórdia para darem de comer a quem tem sede e de beber a quem tem fome, defendendo conjuntamente a exploração desenfreada dos colegas, para garantir o seu, dele, bem-estar.
Vamos ter de lhe dar uma ajuda e a melhor é amarrá-lo nesta caverna de Covadonga, para não fazer mais estragos.
Vou mandar um daqueles voluntários, que me estão a acompanhar na libertação de Hermengarda, à capital do reino, situada nas margens do rio Tejo a que o navegante grego Ulisses deu o nome, para falar com um tal de Mariano Gago, que faz de ministro do rei Sócrates I, para não permitir a abertura de mais escolas de Enfermagem, ao plagiador de teses compradas, expulso da FMUP, por manifesta incompatibilidade do ensino de Enfermagem, com vigaristas e exploradores.
O humanizador João de Deus e a científica Florence, que são as duas faces da mesma moeda (Enfermagem), não o vão permitir, lá da eternidade onde se encontram a olhar por todos nós.
Espero também telegrafar daqui das margens do Guadalquivir, onde estou em serviço, ao quilas do Sindicato deles para os transformar em adubo pois de tantas vezes irem abaixo de Braga, transformaram-se no que lá encontravam. Sempre é um fim mais apropriado do que o de andarem a vender colegas, em saldo, sobretudo dos que nem sequer tinham sido estreados.
Aqueles que lhes estão mais próximo, podiam exercitar neles a cuspidela, se quiserem concorrer ao concurso que está aberto para cuspir em tinhosos comprovados.
Ora estes parecem-me do melhor que já vi.
Gardingo
 
Essa dos Morangos também vi...

Mas vergonhoso é os próprios colegas aceitarem andar de esfregona na mão...

A culpa também é deles...
 
Não batam nos inocentes. Se há quem não tenha culpa são eles.
Reparem que nas escolas lhes ensinam a terem medo de tudo e de todos. Ora se lhes apare uma barreira a falar grosso eles deixam-se dominar.
É muito fácil aos que têm o papo cheio falarem dos que não têm que comer.
A culpa é toda de quem não respeita o estatuto dos enfermeiros e de quem contribui para que não o respeitem.
 
Não me parece que a integração do curso de Enfermagem no ensino superior tenha algo a ver com o abaixamento do nível do estatuto dos enfermeiros. Para os exploradores, em nome de Deus e das suas Obras de Misericórdia, nunca os viram doutra forma. Não é pois, no nível que está o gato.
 
Gardingo no seu melhor!!!

Um comentário excelente para um igualmente excelente post!

Saudações
 
O mais vergonhoso é admitirem que todos um serviço seja afectado por causa de gravações...
Nesse dia durante um turno (pelo menos) os doentes foram "obrigados" a permanecer dentro dos quartos sem poderem sair, porque estavam a decorrer gravações. Estavam proibidas as visitas, uma delas entrou à rebeldia pela janela =D
Claro que a imagem que passaram da enfermagem, nem se fala.

O que me faz uma certa confusão, é toda uma equipa de profissionais ser conivente com a situação, sem sequer tecer qualquer tipo de comentário.
 
Olá, sei que o assunto não tem nada a ver, mas como este é o blog onde todos os enfermeiros param, gostaria de saber se alguém conhece alguém que dê formação de suturas(curso ou workshop). Obrigado
 
Desde já parabéns pelo blog (é uma autêntico resumo do que se passa na enfermagem em Portugal)!
Duvidas:
Perante estas e outras irregularidades que afectam o sector qual tem sido a actuação da Ordem dos Enfermeiros ("vasculhei" o site da Ordem e pouco vi de reações e comunicados em geral defendendo posições em relação a classe?)?
 
"Olá, sei que o assunto não tem nada a ver, mas como este é o blog onde todos os enfermeiros param, gostaria de saber se alguém conhece alguém que dê formação de suturas(curso ou workshop). Obrigado"

O ensino de enfermagem é tão ridiculo que durante um dos meus estágios no HSM qunado mostrei interesse e tive oportunidade em aprender a suturar já que um enfermeiro espanhol se ofereceu para ensinar, levei uma repreensão do tamanho do mundo da orientadora por tar a mostrar interesse em técnicas médicas. Mas lá consegui aprender a sucapa e pratiquei numas laranjas e fraldas. Não é preciso curso nenhum, se encontrar a técnica num livro (enfermagem medico cirurgica deve ter) depois é so praticar.
 
Completamente ridicula esta noticia! Noticia so para destruir entidades que estao a lutar para combater a dificiencia do sector da saude em Portugal. Nao e com noticias destas que a categoria de enfermeiro tem mais valor, antes pelo contrario. Falam de desemprego, por acaso sabem que esses 24 enfermeiros tinham duplo trabalho?! Trabalhavam no publico e no privado, a taparem as vagas de novos enfermeiros! Pensem um pouco, sairam 24 sabem quantos e que entraram?! quantos postos de trabalho foram criados?! Alem disso e pura mentira que os enfermeiros andam a limpar o chao, e uma calunia. Esta noticia e para destruirem as entidades e uma pessoal em especial. Porque sera?! Pensem um pouco e veram o porque desta noticia.
 
Publique todos os comentários.
 
"Olá, sei que o assunto não tem nada a ver, mas como este é o blog onde todos os enfermeiros param, gostaria de saber se alguém conhece alguém que dê formação de suturas(curso ou workshop). Obrigado"

O Sindicato dos Enfermeiros disponibiliza esse curso regularmente. Contacte-os.

Cumprimentos.
 
Anónimo disse:

"Completamente ridicula esta noticia! Noticia so para destruir entidades que estao a lutar para combater a dificiencia do sector da saude em Portugal. Nao e com noticias destas que a categoria de enfermeiro tem mais valor, antes pelo contrario. Falam de desemprego, por acaso sabem que esses 24 enfermeiros tinham duplo trabalho?! Trabalhavam no publico e no privado, a taparem as vagas de novos enfermeiros! Pensem um pouco, sairam 24 sabem quantos e que entraram?! quantos postos de trabalho foram criados?! Alem disso e pura mentira que os enfermeiros andam a limpar o chao, e uma calunia. Esta noticia e para destruirem as entidades e uma pessoal em especial. Porque sera?! Pensem um pouco e veram o porque desta noticia."

Será que é ridícula? Será que é mentira? Será que foram mesmo criados novos postos de trabalho em que não se acumula o público com o privado? Será que a desculpa para o despedimento dos 24 não foi a de contratarem enfermeiros a tempo inteiro e que afinal trabalham noutros locais? E o despedimento dos 24? Sem direitos? 9 e 7 anos ... recibos verdes ? Será mentira que o Sr. Enf. Barreira sendo delegado sindical, deixou de o ser nesta situação e passou a entidade empregadora? Será mentira que em vez de se posicionar ao lado dos 24 se posicionou ao lado da entidade empregadora? Na questão da defesa de que lado está o Senhor Enfermeiro? Será mentira que quando os 24 perguntaram pelos direitos que lhes assistiam na situação de despedimento de um dia para outro(quase) lhes foi dito que não tinham direitos? Quem da direcção do sindicato SE disse aos colegas que não tinham direitos? Quem da direcção se " esqueceu " de comunicar aos outros membros da dita, a situação? Interesse? Esquecimento? Ignorância? Porque é que os Enfermeiros sindicalizados tiveram de se socorrer de advogado externo, quando têm direito a apoio jurídico gratuito. Mentira? E será mentira o facto de nas férias das auxiliares, a enfermagem passar a desempenhar funções que não estão condizentes com o seu Estatuto? Será que é preciso uma sindicância?

Esta notícia é para destruir entidades? Que entidades? Colegas que se candidatam à Direcção do Sindicato e que são contra os colegas posicionando-se ao lado da entidade empregadora? Que sindicalistas serão estes?

Da designação de sindicalista pressupõe-se que , ( o termo deriva de Sindicato que por sua vez surge do latim " syndicus " , que é proveniente do grego " sundikós ", com o significado do que assiste em juízo ou justiça comunitária ) , sirva o propósito próprio que é o da vigilância dos direitos laborais, negociação desses direitos, apoio na elaboração da lei e entre outras, denunciar irregularidades maiores ou menores que afectam quem trabalha. Bem diz o Povo, que " não se pode servir a Deus e ao Diabo " em simultâneo , já que ambos ou um deles será mal servido. Em se tratando de sindicalismo, não é compatível vestir a pele de sindicalista quando tal traz dividendos pessoais , nem ao sindicalista serve o papel de patrono do empregador, já que tal não se coaduna com a missão específica do papel que se lhe atribui. Ser sindicalista implica uma verticalidade de comportamento e atitudes idóneas, não condizentes com opções dúbias que põem em causa o papel social a este atribuído. Ao empregador respeitará a relação custo/benefício, a optimização dos meios de produção e o lucro; ao sindicalista confere-se a vigilância, a denúncia, o esclarecimento das lei laborais gerais e sectoriais, a negociação com vista à dignidade do trabalhador e das condições de trabalho consentâneas com o respeito pela Pessoa Humana. Com base no que referi, rejeito aqueles que, dizendo-se sindicalistas, se posicionam frontalmente contra colegas de profissão, por interesses suspeitos e, se declaram simultânea e abertamente como sindicalistas, procurando aceder a organizações sindicais para se pavonearem na " feira das vaidades " de um poder, que deve estar ao serviço dos Associados e da Classe a que pertencem. Não me revejo, em boa verdade, em projectos de cariz ambíguo de quem por um lado se diz ao lado dos colegas para atingir como fim último um cargo de direcção sindical, e por outro lado, saltando a barreira, se posiciona no lado contrário aos colegas que diz defender. Para mim, não há meio termo: ou se está contra ou a favor, e o jogo duplo não está em consonância com o Espírito do verdadeiro Sindicalismo, já que esquecendo-se da matriz da missão sindical, se tornou, não num defensor da Classe, mas num adepto do Peleguismo, situação de ofensa de extrema gravidade no contexto sindical, que fere de modo sem precedentes o artigo 7o do Capítulo II dos Estatutos " Ao Sindicato compete defender, por todos os meios ao seu alcance, os interesses profissionais dos seus associados ... " Erros todos cometemos, já que somos humanos, mas há erros que são inadmissíveis .
 
Com que então é o "verdadeiro" a defender os interesses da entidade patronal...Bem te entendo, minha mula!!!
Com que então são instituições prestigiadas!!! Só porque mandam os outros colegas para a rua e ficam com coordenadores como tu.
Essa de dar emprego não convence, pois quando outros como tu, ó VERDADEIRo, foram para Vila Verde, já havia desempregados.
Por que não dás também o teu lugar a outro desempregado???
Será que estás acima das regras que defendes?????
 
Em ensino clínico, num hospital central, uma auxiliar disse-me que que eram os alunos da licenciatura em enfermagem que lavavam as cadeiras sanitário, enquanto elas estavam na internet, na sala dos médicos, com a a conivência da enfermeira orientadora.

Que graça, as empregadas da limpeza vão para a net enquanto os futuros licenciados, fazem o trabalho delas.

Para não falar que os alunos de enfermagem são literalmente escravizados enquanto as contínuas estão na conversa, no paleio e na internet.Que vergonha de país!

Quando acabar o curso, a primeira coisa que vou fazer é sair deste país governado por analfabetos e gente básica.

Ah...naquele serviço, só havia uma cadeira sanitário, que era utilizada, sem ser lavada por todos os doentes, alguns com HIV,pseudomonas...etc....se não fossem os alunos...a ver...e a fazer queixa!
 
sou estagiário de um hospital central...hoje viro-me para uma auxiliar e digo "Sra X pode levar este sangue lá baixo para análises"...ao que ela responde "agora não posso, ainda tenho de lavar a loiça!", mas em que pais estamos nós se nem as pessoas que trabalham nos hospitais tem a consciencia que primeiro está o utente e depois o resto!

uma verdadeira vergonha!
 
Isto bem nao me cheira.
Anda gato escaldado com o rabo de fora.
Para os lados de Vila Verde.
Sindicatos servem para defender os direitos dos trabalhadores, e dar formaçao em soturas.Cheira-me a esturro toda a história.
Enfim, caminhemos para bingo e logo se ve.
 
Não havia necessidade de «destruir» uma tao nobre profissao como esta (AAM)...mas enfim não se deve tratar as partes pelo todo, isto em toda e qualquer profissão neste mundo...desde dr. enfermeiro, AAU, trolha ou pedreiro. Existem sim bons e maus profissionais, boas e mas pessoas no seu caracter. Aliás a pessoa que escreveu esta noticia usando o pessoal do «fundo da piramide», os AAM , para descarregar as suas «frustações» demonstra que é uma pessoa sem integridade , que usas as mesmas armas que os outros para defender a sua própria pele, usando quem sabe pessoas da mesma classe. Aliás friso desde ja que limpar e esfregar o chão é uma actividade digna como outra qualquer, coisa que algumas pessoas que por terem «curso» não o podem fazer...
 
A conversa está animada. E ainda bem!
Os Enfermeiros e os alunos de Enfermagem não vão culpar ninguém das suas próprias deficiências, aí ó tu que saltas a defender com os bons AAM os maus AAM.
Se os Enfermeiros e Alunos de Enfermagem derem ordens incisas e concisas, sem ambiguidades, os AAM não terão outro remédio senão cumpri-las.
Havia chefes que em grandes hospitais, tanto quanto a minha vista alcança, usavam nas suas limpezas domésticas os AAM do hospital onde eram chefes. O resultado é que eram mais poupadas nas suas tarefas do que as Enfermeiras. E a culpa não era delas. Hoje podem ser usadas noutras actividades, menos domésticas, porque o humus da categoria passou a ser diferente, e merecerem mais atenções, ou desatenções (vide internet e o seu conjunto), do que o pessoal Técnico. Vejam se isto acontece com os alunos de medicina ou de paramedicina?
O problema é de comando e de fraqueza do mesmo.
Este tema não está esgotado e se nos derem oportunidade voltaremos a ele.
Com bingo ou sem bingo o tal D'Barreira deu um tiro no pé. Não tem que estar a queixar-se nem a desculpar-se. O ser humano está cheio de humanidade e muita dela é caracterizada pela possibilidade de errar.
O dito cujo sanguinolento errou.
Que diabo, há 24 vítimas dos abusos da misericórdia de Vila Verde, que ainda por cima é provedorada por um militante do CDS, ao que soube, nas margens do Guadalquivir...
Será que merece ser considerada instituição respeitável com tanto desrespeito pelos Enfermeiros que ajudaram a instituição a montar serviços de primeira linha, com os quais tem enriquecido o património, bem distante do obtido com cortejos de oferendas de gentes generosas!!!
Estes Enfermeiros não estiveram lá um mês a usurpar (citando o verdadeiro)os lugares de desempregados. Estiveram lá porque era preciso pessoal treinado para o nível de cirurgias que se praticava.
Concordamos que ninguém pode servir a dois senhores no mesmo tempo e lugar. Este D'Barreira escolheu o diabo. Que a sua alma se incinere na fogueira de Belzebú!!!
Não sabia que era sindicalista, pois nunca o vi defender alguém, acima, abaixo, àquem ou além do seu umbigo.
Não vai conseguir tapar o sol com a peneira. Quando deixar de interessar aos exploradores de Enfermeiros de Vila Verde, vai levar o pontapé no mesmo sítio onde deu, ou ajudou a dar, aos colegas.
Acabado este episódio com a indemnização que esperamos que os Enfermeiros consigam da misericórdia, D'Barreira nem rasto fica, para esta história triste. Serve de exemplo para corrigir erros e ganâncias.
 
Força, DE!
Há muita gente enganada que é preciso esclarecer.
Quando lhes mostram a figura que fazem, no espelho da moda, até parecem inocentes.
Não defendo o pluriemprego, notem, mas não é disso que se trata como quer fazer crer o "verdadeiro" mentiroso disfarçado de espírito do verdadeiro autêntico!
Força DE!
A Enfermagem precisa de empregos mas também precisa de escorraçar os que a traem.
 
Parece-me que se passa algo de suspeito nisto tudo.
Quando é o dia das eleições?
se já foi qual foi a lista que ganhou?
Gostaria de saber.
Obrigado.
 
As eleições do PSD já foram a semana passada em Guimarães, mas não me parece que tenha a ver com isso. É só uma tentativa de ajudar.
 
Andam completamente enganados... Continuam acusar as pessoas sem saberem, isso e muito feio! Meus amigos a pessoa que assinou "o verdadeiro" nao e o enf. que voces referem alem disso nao sou subordinado dele, nem tenho telhados de vidros como certos "dinossauros"... Senhores enfermeiros, abram olhos... como ja referi pensem o porque desta noticia e veram que isto vem de uma pessoa que gosta de jogar sujo e obcecada pelo poder, ja dizia o outro "Porque Sera?"
 
Olá,
Bem, na região de braga, eu tenho conhecimento de muitos mais casos em que os enfermeiros são "obrigados", porque só fazem porque querem, a lavar as casas de banho, a servir cafés aos senhores doutores médicos, entre outros. Mas, ainda recentemente tive que me deslocar às urgências de um Hospital de Lisboa e os auxiliares é que manuseavam a minha medicação. Doseavam à sua vontade e ao seu gosto sem interferência de nenhum profissional de saúde.
Acho que temos que começar a ter consciência da realidade em que estamos.
Oponham-se. Intervenham.
Carlos
 
Olá SIAD.
A esfregona dá que falar.
Estou de acordo com os dinossauros pelo poder.
Era bem melhor calçarem as pantufinhas e comer o caldinho verde á lareira no inverno.
Paronoicos.Só estao bem na confusao.Porque será?
 
Ali o Pedro Dias, que visto ao espelho dá aquela charada de "Ordep Siad" está a defender o tachinho dele, porque informam que só trabalha em Vila Verde.
Só ele é que vê bem; os outros andam completamente enganados. Só ele é que tem o mérito do saber exclusivo. Até se dá ao luxo de dizer isto: "Meus amigos, a pessoa que assinou "o verdadeiro" não é o enf que vocês referem. Além disso, (corrigimos-lhe a pontuação)não sou subordinado dele, nem tenho telhados de vidro como certos "dinossauros"... Senhores enfermeiros, abram os olhos... como já referi. Pensem o porquê desta notícia e verão (por veram no original) que isto vem de uma pessoa que gosta de jogar sujo e obcecada pelo poder".
Por este pedaço de prosa tosca ficamos a perceber que o "verdadeiro" afinal não é o verdadeiro. Este é o falso. E como ninguém apareceu a chamar-lhe falso é ele e só podia ser ele a garantir que o verdadeiro não é o verdadeiro enfermeiro, é o falso enfermeiro. Já tinha desconfiado disto.
Anda a ver filmes de mais no parque jurássico e vê "dinossauros" por todo o lado.
Até dá a impressão que os 24 não foram despejados na rua e que os Ordeqs ficaram para baralhar e dar de novo.
A história está mais que esclarecida e não é preciso levá-la para o campo eleitoral ou da suspeita.
Os actores estão devidamente identificados. Pessoas que procedem assim, são dos principais responsáveis das crises que atravessam a Enfermagem. Nem fica mal ao Pedro Dias invertido defender o tacho, o tachista e o dinossauro. O que não pode é perder de vista o que está na origem deste processo.
É ou não é verdade que a misericórdia pagou com recibos verdes a 24 enfermeiros que pôs na rua ao fim de muitos anos de serviço?
Se isto é verdade e é, por que hão-de os Pedros atirar com pedras a quem os defende?
É ou não é verdade que 2 dirigentes sindicais estiveram envolvidos no processo e um deles, aconselhado e dirigido pelo outro nem sequer teve a coragem de se demitir, pelo que fizeram aos 24?
Se isto é verdadeiro porque há-de aparecer outro verdadeiro que diz ser não-verdadeiro a tentar lançar a confusão com eleições e mais não sei quê.
Quando os erros que se cometem descobrem o nosso verdadeiro carácter, não devemos tentar corrigir as evidências, porque de cada pazada sai sua minhoca.
Estes Pedros da Rocha Calhaus vêem poder por todo o lado e dinossauros, para meter medo a jotinhas, por todo o parque. Quem os manda ir para onde não deviam ir?
Se em vez de preocuparem com o poder se dedicassem mais ao dever, estariam a contribuir para uma Classe melhor, onde o Poder fizesse sentido e merecesse conquistá-lo.
O que a Enfermagem precisa, na actual crise é de quem a sirva honestamente e não de quem se sirva dela oportunisticamente,ouviste Pedro Penedo Rocha Calhau?
 
Os Velhos do Restelo


É lamentável assistir a esta novela de quem não tem nada para fazer e ocupa o seu tempo em ataques pessoais.

Dou por mim a pensar como se consegue transformar um blog de tão grande importância e interesse para a profissão de Enfermagem em jogos de poder Sindical.

Gostaria de deixar a minha opinião em relação a este assunto, pois já exerci funções no Hospital de Vila Verde como Enfermeira e nunca tive de limpar o chão, pelo contrario, tive sempre oportunidade de prestar cuidados de muita qualidade, com colegas que sempre pautaram a sua conduta com muita honestidade. Não se deixem envolver em guerras pessoais e prejudicar quem não merece.

Aproveito para deixar algumas questões.

Que tipos de interesses se levantam?

Será que quem assume o poder está com receio de o perder?

Será que os lugares são eternos para alguns?

Será que têm medo de perder o que nunca foi deles, mas sim de todos os Enfermeiros?

Será que, quem tem o poder nestas estruturas e que deve defender os direitos dos trabalhadores, podem exercer a profissão como patrões (exercício liberal)?

As estruturas da classe não se compadecem com gente como esta, que usa a seu belo prazer o que é de todos.

Vale a pena pensar nisto…
 
Do melhor que já vi.
Cantigas de mal dizer.
Soalheirisse
Alguem anda a ficar picado.
Quem será?
 
Ora bem......tenho dificuldade em acreditar na enormidade de difamações que preenchem este blog.
Tenho o privilégio de conhecer muito bem o tão injustamente difamado Barreira, tenho-o acompanhado nas inumeras lutas k tem travado em prol de 1 classe k agradece com comentarios despreziveis em relação a 1 situação e 1 pessoa que desconhecem na totalidade....è deveras revoltante que opinem tanto sobre calunias tão graves....deixem-se disso..preocupem-se em descobrir a verdade dos factos e a quem interessa manchar o nome do Barreira..pensem 1 bocadinho...vá!!!!Mas se gostarem de perder tempo com maledicências só pelo prazer que isso vos possa dar, em fez de fazerem algo util...acho estranho...mas...o mundo anda mesmo ás avessas...Para ti Barreira..todo o meu apoio...és das pessoas mais integras e profissionais que conheço, 1 dia a verdade será descoberta e todos os que te "insultaram" se sentirão envergonhados.
 
Doutorenfermeiro
Maºat vê neste blog um meio, não só de esclarecimento, como de troca de ideias, nem sempre pacíficas, é verdade, mas por isso brilhante .

À Moonlight ,
este é um dos muitos posts brilhantes que tive oportunidade de ler, pois alerta para probabilidades ou certezas estranhas no mundo da enfermagem. Andaremos a desperdiçar recursos humanos em tarefas "offscore" da enfermagem? Muitas são as referências a situações deste tipo , talvez estejamos em tempo de corrigir.

Ao vitor a. ,
os erros dos outros e até os nossos próprios erros são lições de vida, pois é na correcção do erro que está o crescimento da pessoa humana. Assim, estou totalmente de acordo quando afirma que " Cada um de nós poderá lutar, fazendo e marcando pela diferença " . Sim, é no nosso caminhar diário que podemos , cada um de nós, engrandecer o grupo a que decidimos um dia pertencer.

Ao Anónimo das 5:33 pm,
entendo a tristeza que manifesta perante o post do Doutorenfermeiro e corroboro desse sentimento, mas as lutas do passado não são estanques; são e serão as lutas do futuro para que a profissão conquiste esse " estatuto merecido " , ultrapassando a enxurrada que teima em levar-nos. Pergunta, por onde andam os Sindicatos e a Ordem. Andam talvez a tentar remediar erros passados , falhas presentes , para encontrarem um caminho que nos dignifique. Só espero que não gastem tempo em demasia à procura do caminho que todos já conhecemos: a dignidade da profissão.
O desabafo sobre a integração do curso de enfermagem no ensino superior é legítimo , mas o problema não foi a integração, mas o modo como esta se foi construindo. Os enfermeiros unir-se-ão quando olhando para si e para os outros encontrarem a força necessária e na medida certa, para decidirem o que realmente querem: união ou dissidência.

Ao Anónimo das 11,02 pm
O seu desalento é sentido por muitos, que após vários anos de estudo, vivificam as dificuldades da colocação para finalmente cumprirem o desígnio de ser enfermeiro; mas como referi ao anónimo das 5,33 pm, o problema está na forma como se foi construindo a criação dos múltiplos estabelecimentos de ensino e os cursos de licenciatura em enfermagem. Os pareceres da Ordem, digam o que disserem, têm pouca influência nas decisões ministeriais, que encontram nas escolas privadas o modo de reduzir a despesa com as instituições públicas de ensino.
Quanto ao seu comentário sobre a indumentária da " enfermeira " que surgiu na novela referida (morangos com açúcar), não está fora de contexto pois relaciona-se com o modo como a enfermagem ainda é vislumbrada por certos meios massificados de comunicação social. Por idêntica situação , mas noutro contexto social, as enfermeiras espanholas conseguiram apoio inequívoco das suas estruturas representativas. Uma posição da Ordem não seria totalmente despropositada.

Ao Ser Prematuro, 11:08 pm,
Dou-lhe razão. A pertinência e a actualidade dos assuntos divulgados neste blog, permitem que pensemos seriamente no desperdício e talvez no abandono a que temos estado sujeitos, ao longo dos últimos anos. Nada estará perdido se aliarmos este conhecimento à nossa forma de estar; lamentamos esta e outras humilhações, mas que sirvam para trazer luz ao nosso caminho.

Ao Anónimo da 1:12 am,
Não foram só as senhoras enfermeiras que lutaram por outro estatuto da profissão, os senhores enfermeiros também lutaram lado a lado, pela integração da enfermagem no ensino superior. Lutar pelo que parece mais justo não é defeito é exigência. Quanto ao facto de a profissão ser demasiadamente feminina, não me parece que o problema esteja ligado à feminilidade da profissão, até porque cada vez mais jovens do sexo masculino aderem à enfermagem. Só que esse equilíbrio não está tanto no número mas na mentalidade de todos nós.

Ao Gardingo 7:50 am,
Digno cavaleiro da Corte de Pelágio, recolha a sua ira enquanto pensa e analisa as estratégias da luta, pois há muita pela frente, para que a enfermagem volte a conhecer o esplendor que lhe é devido. Não se desgaste em acesas investidas solitárias, pois mais cavaleiros haverá dispostos a acompanhá-lo nas pequenas lutas de uma guerra aparentemente difícil, mas, esperemos que profícua no resgate da amada enfermagem, refém das inúmeras dificuldades que ao longo da sua vida tem experimentado. A escravatura foi desde tempos sem memória, motivo de luta dos que, aprisionados nos grilhões da ignomínia, procuraram os meios para ser tornarem Homens livres. Acredito firmemente que os inúmeros cavaleiros deste reino, pugnarão pela liberdade, pela justiça e pela paz, que a duras penas encontrarão finalmente, no reencontro com a enfermagem que todos procuraremos resgatar.

Ao Anónimo das 9:59 am,
A vergonha nem sempre está associada à vontade e a vontade nem sempre é imperativo independente. A culpa não é deste ou daquele mas acaba por ser de todos nós. Ninguém está isento.

Ao Anónimo das 11:16 am,
Como em tudo, não há inocentes nem culpados num contexto em que domina o receio e o desemprego. Aos inocentes não se culpe e aos culpados não se condene , pois a situação passa por condicionantes que se originaram nos excedentes criados e nas condições sociais degradadas da profissão. Não foram os condicionalismos múltiplos que impedem , em muitos casos , o exercício profissional dignificante , e a questão da presumida inocência ou culpabilidade , no respeito pelo estatuto dos enfermeiros, nem se colocaria.

Ao Anónimo das 11:22 am,
A mim também " Não me parece que a integração do curso de Enfermagem no ensino superior tenha algo a ver com o abaixamento do nível do estatuto dos enfermeiros " e concordo que " Não é pois, no nível que está o gato " . O gato está no excesso de enfermeiros que , por erros de cálculo de rácios europeus, se traduziram na criação de um excedente difícil de absorver.

Ao eu perturbo , 6:25 pm,
Gardingo habituou-nos à sua crítica mordaz, o autor deste Blog acostumou-nos a temas que, pela sua costumeira pertinência, nos fazem pensar e tomar consciência das nossas dificuldades e conflitos interiores. Alguns consideram-nos polémicos , mas facultam a base de uma dialéctica e de uma auto-crítica difícil muitas vezes de assumir.

Ao Anónimo 6:42 pm
O seu texto parece-me um pouco confuso, mas dá para perceber que uma qualquer gravação afectou o normal funcionamento de um serviço, limitou o deambular de doentes e impediu a liberdade das visitas aos mesmos, sem que nenhum membro de uma equipa, deduzo que de enfermagem, se tenha podido pronunciar contra a situação . Mais uma vez o medo , a insegurança e a instabilidade , foram os actores principais. Ninguém pode obstar ao direito de alguns, em promoverem um ou mais produtos, mas isso passa pelo bom senso dos responsáveis de criarem as condições necessárias a gravações, sem prejuízo do normal funcionamento de um qualquer serviço ou instituição.
Quanto à " a imagem que passaram da enfermagem, nem se fala " , não clarifica , mas pelas suas palavras penso que não foi das melhores. A luta de todos passa pelo não permitir em circunstância alguma, que a enfermagem continue a ser vista como algo dispensável na vida das instituições, pois é essencial e porque o é, não é escondível ou secundária.

Ao Hospital Portugal , 8:01 am
Após parabenizar o DE comenta que a situação descrita no BLOG "é um autêntico resumo do que se passa na enfermagem em Portugal ". Sinceramente eu espero que situações descritas não sejam um costume adquirido mas uma de algumas excepções infelizes. Não menosprezando quem se sinta ofendido, não faz parte das funções de enfermeiro tal actividade.
Quanto às suas dúvidas sobre a actuação da Ordem perante " estas e outras irregularidades que afectam o sector " , penso que só a verá se as situações forem tão escandalosamente públicas, que não restem alternativas. A Ordem tem muitos assuntos para resolver, que se prendem com a dignidade do exercício profissional dos enfermeiros. Quando estiverem devidamente definidos e publicados, duvido que fenómenos destes continuem a ter campo fértil.

O verdadeiro , 10:11
O seu comentário parece ser a defesa da instituição visada e alega que é " completamente ridícula esta noticia! " . Bem, a notícia , a ser verdade e acredito que sim , porque ninguém teve interesse em prejudicar colegas, só tem de ridícula a situação gerada .Não acredito em sacrifícios institucionais como os que refere - " estão a lutar para combater a deficiência do sector da saúde em Portugal " - , já que tal altruísmo sem lucro já se teria finado há muito . Refere que " não é com noticias destas que a categoria de enfermeiro tem mais valor, antes pelo contrario ". Pois não estou de acordo. As situações como esta e outras devem ser denunciadas desde que haja a presunção de afectarem a dignidade profissional dos enfermeiros.
Mais à frente diz :" Falam de desemprego ", eu respondo : quem é que não fala nesta chaga que afecta milhares? Quanto aos 24 enfermeiros despedidos, o facto de trabalharem no público e no privado, não foi equacionado no momento em que foram convidados. Mas se a intenção do despedimento, foi empregarem enfermeiros(desempregados) a tempo inteiro, (24? 48?) e pagos convenientemente, a medida é positiva, mas peca pela negativa. Quando servida a instituição despede quem ajudou a criar os serviços e a dinâmica , fugindo das responsabilidades de indemnizar cabalmente e em função da lei o dito grupo .
E finalmente diz : " Esta noticia é para destruírem as entidades e uma pessoal em especial. Porque será?! Pensem um pouco e verão o porquê desta notícia" . Pois, caro "verdadeiro" , não vejo como a notícia destrói entidades incumpridoras em relação a quem presta serviço, elas é que se auto-destroem e rejeitam liminarmente o sucesso que tem de ser construído por todos os que as constituem sem excepções. Quanto à pessoa visada , sendo enfermeiro, não deveria colocar-se contra os colegas, quando muito poderia ter ficado manifestamente neutro, pois se num tempo 24 foram despedidos , o que impede essa instituição de despedir mais alguns?

À Margaridadebarros, 10:48 am,
Deve ter acontecido alguma coisa de muito grave, para se insurgir desse modo contra o que o "verdadeiro" das 10:11 disse. Pelas dúvidas e afirmações que vai escrevendo, denota um certo conhecimento sobre a situação a que demonstra não ser insensível ou, como o Doutor Enfermeiro, socorreu-se do link que remete para a notícia original. A problemática dos recibos verdes, principalmente durante tantos anos , (pelos vistos de 9 e 7 anos de exercício) é algo que se tem de combater e, lutar sim por condições dignas de trabalho.
Perante as inúmeras perguntas que implicam acusações diversas sobre o comportamento ambivalente do enfermeiro visado e não só, acredito que ao fazê-las considerou o drama que vivem muitos enfermeiros que lentamente, porque sem apoios , se afastam dos sindicatos cada vez mais. Realmente, cabe aos sindicatos e aos seus membros directivos a defesa do associados, qualquer que seja o contexto ou a situação . A definição de sindicalista é muito boa , mas mesmo assim, os que erraram, não merecerão talvez, uma tão intempestiva intervenção, uma vez que como diz : " Erros todos cometemos, já que somos humanos " .

Ao Anónimo das 2:49 pm
Pelos comentários parece que não está propriamente contente. Talvez tenha passado por algo semelhante, mas é na sua pergunta final que me debruço. É que , como diz, ninguém está acima das regras que defende, pelo menos eticamente.

Ao Anónimo das 6:10 pm,
Aos alunos da licenciatura de enfermagem, compete-lhes, quando em ensino clínico, a aprendizagem teórico-prática que consta do plano de estudos; sair disto não ajuda na formação do futuro enfermeiro.
Porque em aprendizagem, não têm de substituir enfermeiros efectivos , devendo ser acompanhados devidamente pelos orientadores.
Muito grave é, que a falta de orientação do serviço ou a insuficiência de recursos materiais, permitem o risco de infecção nosocomial de contornos agravados.

Ao Anónimo das 9:48 pm,
Na definição das prioridades entre o doente e a loiça, a sua está correcta como muito bem disse, é que a loiça pode esperar, mas o doente não.

Ao Anónimo da 1:07 am
São palavras suas "Anda gato escaldado com o rabo de fora . Para os lados de Vila Verde." . Bem se o gato está escaldado é normal que mie .
E mais à frente: "Os Sindicatos servem para defender os direitos dos trabalhadores".A frase é verdadeira, a menos que não seja dessa opinião. Quanto à formação, é dever dos sindicatos ajudar e facultá-la .
Esta do bingo não deu para entender, mas a enfermagem e os enfermeiros não são meios de aposta de jogo.

Ao Anónimo das 1:54 am
Tem razão quando diz que cada um deve exercer aquilo para o qual se formou.
Quanto à acusação que faz contra quem escreveu esta notícia , penso que se fosse a pessoa sem integridade e etc que diz, não lhe teria permitido pôr este comentário no blog.

Ao Gardingo 10:21 am
Cáustico como sempre. Mas em abono da verdade, manda quem pode e cumpre quem deve. Se os AAM dependem funcionalmente dos enfermeiros e se estes entendem que é conveniente ou urgente este ou outro aspecto que beneficie o doente, não serão precisos muitos esclarecimentos sobre a tomada de decisão.
Não posso deixar de falar da frase na qual afirma : O ser humano está cheio de humanidade e muita dela é caracterizada pela possibilidade de errar. Também concordo com a esperança de que a justiça será feita em benefício dos colegas lesados e despedidos. É que Lei é Lei e ninguém está acima dela.

Ao Anónimo das 10:45,
Não há só muita gente enganada, há muita que não quer saber dos problemas da enfermagem. O pluriemprego não seria necessário se os enfermeiros ganhassem em conformidade com a formação , a responsabilidade e o desgaste a que estão sujeitos.

Ao Siad Ordep ,8:49 pm
Lamento o tom amargo do que escreve , e lamento que na ânsia de defender amigos faça o mesmo de que acusa outros. São palavras suas : "Continuam acusar as pessoas sem saberem, isso é muito feio! " . O sentido da afirmação vale para os dois lados.

Ao Carlos das 10:10 pm
Se conhece tais situações deveria denunciar, já que há muitos enfermeiros que lutam para que Enfermeiro seja Enfermeiro.
O respeito pela dose, via e modo de administração da terapêutica ainda é da competência da Enfermagem . No seu caso , em que os auxiliares da urgência de um Hospital de Lisboa é que manusearam a sua medicação. Dosearam à vontade e ao gosto sem interferência de nenhum profissional de saúde, só há duas possibilidades: Ou não há enfermeiros disponíveis ou suficientes nesse serviço, ou os auxiliares fazem o que não lhes compete.
O seu alerta para tomar consciência da realidade é cada vez mais importante.

Ao Anónimo das 11:54
Mal estaríamos se o caso da " esfregona " não desse que falar, já que é falando que conhecemos ilegalidades flagrantes.
Em relação aos dinossauros, de que lado estarão? De um? Do outro? Ou dos dois? Em questão de pedras, quem poderá atirar?
Sabe anónimo das 11:54, quando a idade me fizer dobrar ,espero não o ter por perto, a cuidar de mim. É que com esta mentalidade: " Era bem melhor calçarem as pantufinhas e comer o caldinho verde á lareira no inverno." , a intenção do envelhecimento e mobilidade é engano.

Ao Anónimo das 12:42 pm
Charadas e trocadilhos à parte, tem verdade em muitas afirmações sendo : "Se em vez de se preocuparem com o poder , se dedicassem mais ao dever, estariam a contribuir para uma Classe melhor, onde o Poder fizesse sentido e merecesse conquistá-lo."

A ANA das 2:17 pm
Os Velhos do Restelo? Velho do Restelo é uma personagem criada por Luís de Camões no canto IV da sua obra "Os Lusíadas." que assim canta:

"Mas um velho d'aspeito venerando,
Que ficava nas praias, entre a gente,
Postos em nós os olhos, meneando
Três vezes a cabeça, descontente,
A voz pesada um pouco alevantando,
Que nós no mar ouvimos claramente,
C'um saber só de experiências feito,
Tais palavras tirou do experto peito:
- "Ó glória de mandar! Ó vã cobiça
Desta vaidade, a quem chamamos Fama!
Ó fraudulento gosto, que se atiça
C'uma aura popular, que honra se chama!
Que castigo tamanho e que justiça
Fazes no peito vão que muito te ama!
Que mortes, que perigos, que tormentas,
Que crueldades neles experimentas!
- "Dura inquietação d'alma e da vida,
Fonte de desamparos e adultérios,
Sagaz consumidora conhecida
De fazendas, de reinos e de impérios:
Chamam-te ilustre, chamam-te subida,
Sendo dina de infames vitupérios;
Chamam-te Fama e Glória soberana,
Nomes com quem se o povo néscio engana!
- "A que novos desastres determinas
De levar estes reinos e esta gente?
Que perigos, que mortes lhe destinas
Debaixo dalgum nome preminente?
Que promessas de reinos, e de minas
D'ouro, que lhe farás tão facilmente?
Que famas lhe prometerás? que histórias?
Que triunfos, que palmas, que vitórias?

Ana, não lamente a novela porque convenha, mas lamente-a porque simboliza parte da perda da dignidade e a luta pelo direito e pela justiça.
Ainda bem que o autor deste blog permite a diversidade das opiniões , mesmo as que se atiram contra ele.
Outros há que já esgrimiram e esgrimem o poder noutras paragens : o político, o partidário, o partidário-laboral ; faltará o sindical como a coroa da glória.
Quanto às questões que deixa , tanto se poderão aplicar aos gregos como aos troianos e com o mesmo peso e medida.

Que tipos de interesses se levantam? Os da enfermagem? Os dos gregos ou os dos troianos?
Será que quem assume o poder está com receio de o perder? Será o grego ou o troiano?
Será que os lugares são eternos para alguns? Para gregos ou troianos? Quantos "eternos" terão os gregos? Quantos "eternos" terão os troianos?
Será que têm medo de perder o que nunca foi deles, mas sim de todos os Enfermeiros? Sindicalizados e com quotas pagas de preferência.

Será que, quem tem o poder nestas estruturas e que deve defender os direitos dos trabalhadores, podem exercer a profissão como patrões (exercício liberal)?

Ora Ana, mas esta é uma óptima questão , responda se souber.O que acha? Mas cuidado com os telhados de vidro.

Vale a pena pensar nisto…se vale Ana se vale...
 
Isto é uma palhaçada...

http://www.enfermeiros.pt/content/view/504/1/

E que tal aguardar serenamente pela decisão judicial…

Tenho a certeza que será esclarecedora sem quezílias sindicais, nem ataques pessoais.
 
Ao ultimo comunicador
a tua posiçao é notoria.
Falta saber qual é o sr. que veneras.
Porque será?
 
Alguma razao tinha de ter e esfregona.Eles sao grandes que se entendem.Com medo de perder o poleiro?
Ao Maat.Também és um deles?
Grego ou Triano. Ao que chegamos.Que jogo porco.
 
Aquela Ana é um espanto!
Junta-se lé com cré e Maria com sua mãe. Vai daí e pensa que os enfermeiros a quem se dirige são os anjinhos que ela e o cré encantavam lá na associação dos santos inocentes.
Isto é a doer e não é pelo poder.
É pelo servir condignamente a Classe.
Muito antes da fedelha espertalhona ter nascido já andavam alguns, não a usar a seu belo prazer o que é de todos, mas a dar o físico e o espírito para que a Enfermagem que essa sim; é de todos e não dos ex-associação de ex-alunos, atingisse os padrões de glória e pudesse ser completa, nomeadamente contando com alguma escória e lixo, como qualquer profissão que se preza.
Se se está a referir a quem me parece e o animal acorda, vai ter de ouvir alguns conselhos...
Pobre Ana!
Até pensa que pode continuar a viver de expediente.
Ainda não viu que não presta.
Eu sou dos que ela egnou quando andava com o cré a semear ilusões.
Contenta-se com pouco.
Afinal quem é que gosta do poder e de se servir do alheio?
Ana, muda de cola, porque a árvore onde estás a querer colar esse rótulo não se ajusta à cola que usas, minha linda.
 
Costumo visitar o DE para ver como vai o mercado da bolsa enfermagem.
Desta vez fiquei surpreendido com a capacidade inventiva de alguns blogtroteres. Havia ali uma Paula de Carvalho ao virar da esquina que inventou umas coisas acerca do tal Barreira que, pelos vistos está na berra, que se é quem eu penso, não lhe assentam nada bem.
Está a recusar ao pobre coitado o direito de ser mau e de errar, que é o mesmo que cortar-lhe algum pingo de humanidade que o pobre coitado pudesse ter.
Deixem-se de discussões porque o óbvio não se discuta, correcto? Certo?
Fazem-me lembrar um cigano que mora numa tenda que monta num descampado ao pé da minha casa.
Esse cigano para vender os cavalos a quem lhos encomenda até os pinta à cor que o cliente gosta, na oficina do Zé da Pulquéria, que é um biscateiro que tem uma oficina de automóveis.
Até pensava que aquela pintura era para ter a ideia que estava a mudar de cavalo. Ha quem faça aos bichos transas no rabo e nas crinas, como fazem alguns jogadores de futebol que se vêem na televisão. Aquele cigano pinta os cavalos para dar a ideia a quem lhos compra de que o animal tem as cores do catálogo e não tem.
O que me parece que estão a fazer desse tal barreira é pintá-lo com cores suaves para passar no controlo que é exigente, pelos vistos.
Não se esqueçam que com a primeira chuvada que o animal vai apanhar, cai a tinta. Digo isto porque já vi um comprador a devolver o cavalo ao cigano que este tinha pintado na oficina do Zé da Pulquéria.
Não digam bem do rapaz que ele não merece que o pintem com cores diferentes e a verdeira cor está à vista, pelo que li.
Deixem-no errar, que também tem esse direito. Nao pretendam fazer dele um astro e não falem muito nele para não o afundarem ainda mais.
Pelo que li houve uns enfermeiros que foram usados como esfregoneiros e houve outros que ele ajudou a pôr no OR (olho da rua)e ficou para ajudar o santo Provedor da Santa Casa das Miséricórdias a explorar mão de obra barata e a ajudar um outro cigano da CESPU, já conhecido de outras guerras a fazer enfermeiros contrafeitos como se fossem fabricados "made in China".
Deixem-nos errar. Que diabo, também têm esse direito!
Estamos num país livre e democrático que não é só do Sócrates.
Deixa-me ir tirar o soro ao cama 13 que, para azar meu, finou-se sem engolir o soro todo. è só fazer a múmia e volto já.
 
Deixó ver: se bem entendi, há uns 24 enfermeiros que foram despedidos da misericórdia de Vila Verde que estava a fazer um protocolo para montar uma sucursal da CESPU esse filão de martelar inocentes e fazê-los passar por enfermeiros.
Depois havia um berreiro que se calou a tudo isto, porque estava comprometido com este sistema de fazer dinheiro fácil.
E foi descoberto.
Mas tinha-se candidatado não sei a que eleições que se realizaram não sei onde, ou vão realizar, não sei quando.-
Ena que bronca!!!
Agora com estes 24 a berrar por justiça, vai ser difícil fazer passar o tal berreira por inocente.
Depois vem também o Pedro Pais invertido, passar um atestado de bom comportamento e vem mais a Rita catita a dizer que é o melhor do mundo; e vem a a Ana catana, que já nasceu com dentes e cair de podre a falar não sei de que velhos do Restelo, não sei se dos que o Camões inventou ou se dos que foram inventados na sua cabeça, quando os gerontes a incensavam para arranjar votos para ficarem pelo menos com um lugar para amostra.
Se não é até parece que estão a tentar branquear umas imagens fazendo crer que são melhores do que parecem.
A experiência deve tê-los aconselhado a insistirem, pois há sempre quem acredite na insistência.
É uma tentativa interessante, se bem a entendi. Se não também não faz mal.
 
Sou aluno em ensino clínico e enquanto fazia uma avaliação da pesquisa de glicemia capilar encontrei um doente, diabético, que apresentava naquele momento 35mg/dl, estava a fazer avaliação e aparecem as empregadas da limpeza (AAM) com a esfregona e o balde, aos berros contra mim, porque estava na hora de limpar o chão e tinha que sair dali imediatamente! Que não era hora de estar ali com o doente!

A Enf.ª responsável ouviu a gritaria e perguntou-lhes, se era mais importante, elas lavarem o chão ou a aluna prestar os cuidados de enfermagem ao doente.

Elas (AAM) responderam que era mais importante lavar o chão porque já era tarde!

Fiquei atónita com tamanha mediocridade e ignorância!
 
"Outra piada..."

Os alunos...tinham estado a prestar os cuidados de enfermagem,numa enfermaria...e deixaram os caixotes do lixo a transbordar...

... as AAM depois de serem avisadas, tinham estado toda a manhã, na copa, no paleio, sobre qual delas ganhava mais euros,e a falar mal umas das outras,chega o final do turno... muito despachadas, pois estava na hora de picar o ponto, viram que não conseguíam fechar os sacos do lixo por estarem tão cheios, começaram aos berros que a culpa era nossa.

É cada uma que a gente vê!

Será que elas (AAM) não sabem as suas funções? Se calhar queriam que fossem os alunos...a despejar o lixo!

Que falta de respeito pelos alunos e doentes!
 
É incrível o que se diz contra o Barreira... Escondem-se atrás do anonimato... gostava de vos ver a assumirem a vossa identidade!! Tudo pelo poder! VIVA O PODER... É triste ver que isto só está acontecer porque alguém que é dirigente de um sidicato (todos sabem quem é)tem o seu lugar em jogo... TUDO PELO PODER!
 
Para que fiquem a saber, os enfermeiros do hospital da misericórdia de vila verde, não andam de balde e esfregona na mão! A enfermagem já há muito tempo que não é uma profissão digna em portugal. Não piorem a situação, afirmando mentiras para servirem outros interesses. Os enfermeiros que lá trabalham nada têm a ver com o processo dos 24 enfermeiros agora na justiça. Tenha vergonha aquele que inventou tal situação.
 
Este comentário está no Forum enfermagem:

"Sei de fonte segura que nesse Hospital houve colegas que de facto andaram a limpar o chão quando a empregada de limpeza de um determinado serviço passou de empregada de limpeza a auxiliar de acção médica. Daí, havendo falta desta empregada de limpeza, esta função deixou de estar assegurada.

Quem passou a limpar o chão?
Resposta: as auxiliares e alguns elementos do corpo de enfermagem, mais concretamente duas enfermeiras.

Isto deveu-se ao excesso de enfermeiros necessários para o serviço em questão e um número reduzido de auxiliares.

Pergunta: porque há enfermeiros a mais num serviço onde não fazem falta?
Resposta: os enfermeiros são baratos e alguns, com medo de retaliações e de cessarem os contratos, sujeitam-se a AJUDAR os auxiliares de acção médica, estes sim, em número reduzido.

O enfermeiro coordenador apesar de não implicar directamente aos seus colegas enfermeiros essas tarefas, vê estas situações e pactua com elas com o seu silêncio e inércia, características marcantes da sua personalidade enquanto profissional.

Estas e outras situações de abuso para com a classe dos enfermeiros começam a ser recorrentes e a atingir patamares inadmissíveis por parte dos auxiliares de acção médica que abusam da BOA VONTADE de alguns enfermeiros recém-licenciados.
Contudo, há quem lute contra isto, nomeadamente elementos da equipa de enfermagem desse Hospital."
 
Acho indecente, fazer política denegrindo a imagem de outro!!! Julgo que já tinha idade para atingir maturidade de jogar com os seus trunfos as suas qualidades e não fazer politica da maneira mais suja que já vi para completar só falta subornar ou manobrar os resultados.
tenho a dizer que trabalho nesta instituição e que nunca desempenhei funções que não fossem de enfermeiro. Quanto aos despedimentos, foram os necessários, é ridículo ouvirmos dizer que as remunerações por meia dúzia de turnos eram mais chorodas que o sálario do seu emprego!
Gostava era que entidades como s sr dr enfermeiro, luta-se por causas prioritárias como o nível de desemprego, os salários. Fico desolada pela desunião que observo nesta classe que são os enfermeiros.
já agora porque sá fala desta instituição com tantas outras no distrito de braga que oferecem piores condições?
Veja lá que antes de começar a trabalhar no hospilal de Vila Verde, fui a entrevistas a sitios que me propuseram trabalhar de graça durante 3 meses que depois estudariam o meu caso! noutra situação marcavam- me entrevista e faziam-me esperar horas e horas infindáveis para depois dizer que não necessitam de enfermeiros e no mesmo dia entra para essa instituição o filho de fulano de tal membro de qualquer partido político!!!
Preocupem-se com coisas a sério e coisas verdadeiras! porque esta história da esfregona de verdadeira não tém nada!
Quanto a si que publicou esta notícia só lhe peço pratique política e faça campanha sem fofocas! ou então se perder o seu poleiro no sindicato dou-lhe um conselho: candidate-se á vaga do calor da tarde e vá fazer companhia ao castelo branco, comentando as revistas cor de rosa!!!!!!!!!!!!!!!!
 
Está interessante esta guerra dos anónimos, uns contra uns.
Os esfregoneiros são um fenómeno que alastra na enfermagem que alguns gostariam que fosse.
É mais que evidente que esses lamlejos de burrice e malcriadice de AAM não passam de questões momentâneas.
Deixem - me resgatar Hermengarda das mãos dos sarracenos, pois já perceberam as semelhanças que esta inditosa dama da corte e família de Plágio tem com a nossa querid Enfermagem.
Resgatada em breve, segundo espero vou dar uma ajuda nas margens do Cávado lá para as bandas de Vila Verde.
Ainda não percebi aquela do poder.
Pelos vistos os amigos dos Barreira estãoa tirar o poder a quem o tem, para estes se candidatarem à vaga de calor.
Está com espírito, esta!
Mas será que terão assim tanto poder para garantirem o que quer que seja.
E os Enfermeiros votantes?
Não serão para ter em conta?
Será que o Barreira não é o tal do poder?
Ou sará a família na qual milita que está com os tais medos?
Se ao menos a Santa Lu7zia os pudesse iluminar para verem mais claro o real que os circunda, como me facilitavam a vida...
Para se porem em bicos de pá deviam treinar com as bailarinas que a Gulbenkian mandou para o desemprego. Isso de andr a por-se em bicos-de-pés não é fácil nem para qualquer um.
É por isso que ninguém vos leva a sério, caros barreiras, que pelos vistos também fazeis parte do poder do tal.
Se ele(s) vos mandou passear afinal quem perde o poder ou está com medo de o perder.
Será essa vaga de calor que vos vai secar a lagoa, caros crocodilos?
Depois quem é que vai concorrer.
Há dias dois dos guerreiros que me companham na recuperação da Hermengarda deram-me uma ideia ao falarem das incertezas de ovos no cú das galinhas.
Vou ajudá-los numa refrega que se está a dar ali abaixo e volto já.
 
Caro gardingo (e doutor enfermeiro), ja tem idade para ter juizinho... Posso lhe dizer que muitos jotinhas deste pais dao licoes aos dinossauros!! Anda a fazer uma campanha suja contra pessoas que trabalham e lutam pelos seus direitos, enquanto voce tem tempo para tudo, quando deveria ser voce a lutar pelos direitos dos enfermeiro!
Em relacao aos tachos e tachinhos, ja que falou nisso, o que fazem os seus filhinhos?! Sera que voce lhes dá de comer pelo seu tachao?!... Cuidado que podem ficarem gordinhos... Enquanto eu e os meus colegas trabalhamos, nao temos nenhum tachinho, temos sim um emprego honesto e credivel.
Esta historia já a cheirar mal, se calhar é o senhor que merece levar com a esfregona... Va la ver se os putos estao a comer bem do tacho, pode ser que passem a comer da pia e a limpar o chao... Ou passear como no topico anterior, é gozar com os enfermeiros! Quem tiver tempo analise o topico anterior o Doutorzinho foi de ferias...
Acho que este blog foi feito para dizer mal da classe dos enfermeiros nao para os defender...
 
Não consigo enviar isto como o user, o comentario anterior foi o user - Siad Ordep que enviou.

Cumprimentos, doutorzinho.
 
"Acho que este blog foi feito para dizer mal da classe dos enfermeiros nao para os defender..."

Este foi o comentário mais parvo da vida deste blogue.

Eu n sou advogado de ninguém, mas leia tudo o que está para trás neste blogue e reflicta bem no que disse.

Andar aqui com demagogias só para agradar n vale a pena. Já agora, leia o tópico do forum enfermagem que foi iniciado por causa deste post.

Cumprimentos.

Uma enfermeira do norte
 
Tenho vergonha de pertencer a uma classe como esta!
 
Vê-se mesmo que os enfermeiros são uma classe desunida e quando se trata de assuntos que denegridem a sua imagem, eles estão sempre presentes para darem a sua opinião...
Gostaria era de vos ver, a todos (incluindo você, sr. Gardingo, no dia 10 de Julho, em Lisboa, a lutar pelos verdadeiros interesses da nossa classe!!
Enfermeiros a ganharem 500 euros a recibos verdes, Enfermeiros a trabalharem em clínicas como recepcionistas, Enfermeiros a trabalharem em hospitais privados a 5 euros POR DIA, Enfermeiros a candidatarem-se a um emprego de auxiliares em hospitais públicos, Enfermeiros a emigrarem para terem emprego, Enfermeiros que são perseguidos no seu local de trabalho, Enfermeiros que não têm dispensa para participarem em congressos, nem em formações em serviço, Enfermeiros que são mal recebidos pelas instituições de saúde vão entregar currículos... Querem mais?
Aos jovens enfermeiros empregados, pensem no que tiveram de fazer e no que tiveram de passar para arranjar emprego...
Usar a esfregona? Limpar o chão?
Acham que este debate faz sentido?
Não passam de calunias e mentiras.
 
anonima
esta noticia é mesmo verdade trabalho neste hospital e o que acontece é mesmo isso . na sucessao de uma reuniao dirigida pelo dito barreira sindicalista foi nos proposto colaborar com a instituiçao nas tarefas dos auxiliares uma vez que estavam reduzidos apartir de entao nunca deixamos de fazer essas tarefas porque eles treparam de tal maneira que nao podemos voltar atrás. isto para responder á Ana que diz ter trabalhado nesta instituiçao as coisas mudaram muito com a saída destes 24 enfermeiros que falavam e manifestavam-se quando algo estava mal porque nao dependiam directamente do emprego mas nós temos de nos calar porque ele é vingativo, para entrar como enfermeira nesta instituiçao pediram me dinheiro e mais nao digo. O ambiente é muito mau há muitas intrigas com auxiliares e enfermeiros . quero tambem referir que os enfermeiros novos tambem têm duplos empregos e nao estao preocupados se estao a tirar o lugar aos desempregados , ha tambem muitos em estágio profissional que nao sao pagos pela santa casa mas sim pelo instituto de emprego enfim ... mais nao digo mas há muito mais para dizer. garanto que já vi enfermeiras a limpar o chao nos cuidados continuados onde este sindicalista é o coordenador .
 
Como é interessante ver estes lutadores anónimos a defenderem causas perdidas.
Tentam pôr filhos no Gardingo, o Cavaleiro negro, ainda por cima com tachos. Ora a condição celibatária do Cavaleiro Negro não lhe permite esses deleites da vida.
Tentam ajustar situações para insultar e se verem livres de pesadelos.
E ameaçam, dando razão às vítimas que fizeram e continuam a fazer, como é bem claro o comentário antecedente, das 12:15AM.
A sede de poder que os possui, não os deixa ver claramente a figura que fazem, atacando pessoas a quem ontem lambiam os pés, ou fingiam lamber.
De repente ganharam não se sabe que místicos poderes, para superarem as carências anteriores de que tantas e tão evidentes e demonstradas provas deram.
De duas uma: ou mentiram antes; ou mentem agora; ou mentem sempre.
Afinal bastou que a sua suposta imagem fosse beliscada, com factos e não com invenções fictícias, para darem mostras de atirarem a tudo, que mexe, e a todos, com as balas que lhes sobraram dos tiros que deram e continuam a dar, nos pés!
Tentam adivinhar quem é o DE e o Gardingo e tantos outros, atirando pedradas à espera de reflexos.
Se lhes foi dada a possiblidade de se pronunciarem aqui, foi para que toda a Enfermagem visse o seu carácter. É que, em vez de levantarem as mãos para o Céu e agradecerem a Deus por lhes ter levantado as mãos da frente, para O adorarem e não para darem tiros, nos próprios pés ou nos alheios.
Ao darem mostras de terem tão pouca calma, dão razão aos que denunciam as suas manobras e subjugações ao poder: pequeno, médio, grande.
Conseguem denunciar a sua fraqueza de meras marionetes, que nem se apercebem de que se não fossem úteis aos poderosos: pequenos, médios ou grandes, tinham ido com os 24, dar uma volta.
Atacam quem lhes faz bem e lhes dá oportunidade de mostrarem quanto valem e não valem.
Provam a incapacidade para descobrirem as razões da justiça de que estão a ser alvo.
Isto estraga-lhes a folha e irritam-se a ameaçam fantasmas como o gardingo e outros anónimos.
Com tanta proximidade não percebem que os micróbio que os hão-de roer já lhes estão na pele.
São 24 os que lhes movem a guerra. São mais que suficientes para não precisarem de ajudas externas. Eles fazem a guerra sozinhos.
Depois andam à procura e arrastam, ao que me parece ver, a luta para terrenos que só beneficiam com tanta falta de habilidade e coerencia.
Bastava lerem com mais atenção e capacidade de interpretação para verem que a propósito duma coisa que está mais que provada e comprovada tentaram deslocar a guerra para terrenos que vos preocupam e fizeram um rombo enorme no vosso portaviões.
Esperava mais de vós, sinceramente!
Nem sequer conseguem perceber metade do que está escrito atrás. e a metade que leram, leram-na ao contrário.
 
Tudo isto é uma verdadeira tertúlia cor-de-rosa. Trabalho nesta instituição directamento com os enfermeiros e auxiliares e nunca tais situações ocorreram. Tudo isto pareçe movido por pessoas de má indole que não sabem ocupar o seu lugar e prejudicar quem realmente trabalha e luta pelos interesses dos trabalhadores. quem conhece o enfermeiro em nada acredita, pois basta o conhecer para saber que é um pessoa sensata e de boa índole que luta pelos direitos dos seus trabalhadores. vamos nos deixar de campanhas politicas que é o que parece e trabalhar que é o que interessa. e quem não tiver bem que mude....
 
E mais os ditos estágios profissionais não são pagos na totalidade pelo IEFP, mais uma mentira para insultar e magoar.
 
No serviço de esterilização, do CHPVVC,a AAM, Alice do país das maravilhas,gostava de dançar em cima da mesa, aonde dobrava as compressas para esterilizar, ao som da música da tv.No mínimo seria questionável a saúde mental desta funcionária.Mas como tem o " poleiro" garantido, não cumpre ordens e ainda por cima goza com as pessoas.

Quando foi para lá uma Enfª,queria andar à pancada com ela.Para além de lançar uma campanha difamatória contra a Enfª.

É o resultado da insolência, com as cunhas deste país,falta de educação ética e moral.

Infelizmente por vários motivos já nada me admira!
 
Isto é digno dum programa de TV.Perdoa-me.
 
E vão dois...
 
é preciso ter muita falta de respeito por que faz o sei trabalho e por quem está á frente. ide trabalhar em vez de estar a difamar o pessoal docente deste hospital e deixem-nos trabalhar.
 
Aos ditos 24 coitadinhos que foram vitimas de maus tratos no HMVV só tenho uma coisa a dizer... sois uns pobres de espirito que aqui andais.
 
Sou Enfermeira e exerço funções na Unidade de Cuidados Continuados. Queria deixar o meu testemunho, porque estou farta de maldizeres. Pensei não alimentar mais esta conversa mas isto está a ultrapassar o limite do aceitavél. Na referida Unidade trabalha-se com grande entusiasmo e dedicação pelos utentes internados. Sempre soubemos pautar a nossa conduta com empenho e dinamismo. Sempre tivemos o apoio e a disponibilidade do nosso chefe. Sempre ocupou o lugar dele com muita dignidade. Tenho muito gosto em trabalhar com gente assim.
Lutemos por coisas importantes para a classe. Acabem com a difamação e a tentativa de destruição das pessoas.
Até sempre ...
 
O facto de se falar tanto em calúnia e caluniar levou-me ao dicionário, instrumento que uso para tirar as dúvidas.Diz o o tal dicionário: "calúnia é acusação ou imputação falsa e ofensiva da reputação ou honra de alguém".
Mas reparem; se a acusação é fundada em factos ocorridos e a acusação não é infundada ou falsa, não é a tal calúnia; passa a ser o relato duma ocorrência levada à prática por um ou mais actores.
Depois fui ver o que era difamar.
"Difamar é atacar ou reputação de alguém, é caluniar, desacreditar, infamar".
E vamos cair no mesmo; se alguém comete uma sacanice relatá-la não é caluniar, é divulgar, dar a conhecer ao vulgo, pois o mal não está no divulgar a sacanice, mas na sacanice em si.
Não tenho o prazer e subida honra de conhecer o tal actor da sacanice, mas creio que lhe estão a fazer uma publicidade que o seu acto não merece.
Faz-me lembrar os versos de WC de autor universal:
"Neste lugar solitário,
Onde a vaidade se apaga,
Todo o covarde faz força,
Todo o valente se caga".
É assim a vida
 
Anonimato porque sei que haveriam retaliações por parte não só do sr barreira, mas também por parte de colegas, que infelizmente vem a publico desmentir uma coisa que sabem que é verdade.

Trabalho no Hospital de Vila Verde. E sim, houve ENFERMEIRAS DE ESFREGONA NA MÃO!!!!!

Muito me custa saber que as coisas acontecem e depois tem VERGONHA de em publico assumir!

Uma colega em cima refere isso mesmo, que até uma reunião houve por causa disso, porque elementos de equipa de enfermagem negaram-se a exercer essas e mais funções de caracter auxiliar, e as srs auxiliares foram-se queixar ao sr coordenador. Que em vez de defender a classe a que pertence disse em alto e em bom som "há enfermeiros a mais, e se não colaborarem com os auxiliares, no final dos contratos..." (entendam as reticencias como quiserem)

Isto quer dizer o que? Que em vez de termos um chefe defensor dos direitos e deveres da Classe de Enfermagem, temos um chefe que tem medo dos auxiliares, aquecendo-lhes as costas!

Como vêem, nao sou a unica a vir a publico afirmar que toda esta história é verdadeira! E toda a equipa de enfermagem sabe disso... Tenho pena que não sejam verdadeiras na hora de dar a cara pela profissão, com medo de verem o seu contrato a ser não renovado!

Fico contente que esta história tenha vindo a público!
 
nao vi,mas sei que é verdade!além de mais coisas,claro.
se tivessemos um chefe em condições isto nao se passaria. é o que eu axo.
 
Estes anonimos que se fazem passar por enfermeiras a exercer funções em Vila Verde deviam ter vergonha de estarem a tentar espalhar a discordia no seio dos serviços. Mas enganem-se nós não caimos nisso, porque sabemos o que somos e acima de tudo sabemos dignificar a profissão e a instituição onde trabalhamos.
O sr.que tenta a todo custo passar uma mensagem desprovida de conteudo e de seriedade, deveria ter mais cuidado com o que diz, pois à muita coisa que podemos nós dizer em relação à sua pessoa e a quem o rodeia. Pense bem ....
 
Isto vai bem... O Gardingo "meteu a viola ao saco" e foi ver se os filhinhos estavam a comer bem no tachinho... Agora aparece Menif a defender o doutorzinho... Pelos comentários que a filosofia do Menif e do Gardingo é a mesma...
A ditas enfermeiras anónimas que deveriam identificarem-se, como uma que referiu: "temos k dar a cara pela enfermagem", escondidas no anonimatos vao longe... Deixem de andarem a inventarem historinhas, trabalhem pois certamente se efectuarem um excelente trabalho e forem profissionais certamente seram recompensadas. Tem sempre a solução de serem maus profissionais e falarem com o doutorzinho reformado para vos dar um tachinho....
 
Como referiu a ultima anonima não acredito que estes anonimos trabalhem na institucao, pois os enfermeira da instituicao sao responsaveis, honestos e crediveis. Estes anonimos sao sim pessoas que se querem passar por enfermeiras da instituicao para tentarem enganar as pessoas e criarem mal estar no seio da instituicao, mas estao enganados pois a uniao faz a força... e as pessoas que lá trabalham sao profissionais.
 
Esta hist�ria de Vila Verde est� mal contada, pois todos sabemos que o sr Jos� Azevedo estava careca de saber aquilo que agora se diz e depois de analisar a situa�o decidiu que nada estava mal, pois o sr Azevedo, quando foi director do S.Jo�o fez orelhas moucas aos problemas da enfermagem e s� se preocupou em manter o seu lugar que apenas largou porque foi obrigado, pois onde se mete fica como o cimento e pensa que � o maior...se por acaso est� a alimentar alguma pol�mica, esteja atento pois os enfermeiros tamb�m t�m muito para lhe atirar...quer experimentar? Podemos come�ar pela casa do enfermeiro/ casa do Azevedo e fam�lia! O sindicato como meio de empregar a fam�lia e amigos!Tenha pelo menos, uma vez na sua vida a dignidade de assumir o que faz e como o faz e desapare�a da cena pol�tica e at� social, pois anda a meter nojo.
 
isto+parece um arrufo de velhos senis, mas penso e devo estar certo que isto é paleio de quem não está bem da cabeça e que teme não poder convencer os enfermeiros a votar na lista azevedo, a lista que mais parece uma anedota. Como sócio e enfº dou-vos um conselho de amigo, pedindo que retirem os cartazes de campanha do S.João, pois é uma vergonha ver as frases que classificam cada elemento candidato. Para si ex director azevedo tenha vergonha e retire o seu nome, pois pela idade está fora de validade, pois no activo só se está até aos 70 e foi o que lhe aconteceu no hospital, pois pela sua vontade só com 100 anos e a respirar pela palhinha. Vá para casa, durma no sofá e muda a fralda pelo menos uma vez por dia, para não cheirar á mija! se não percebeu arranje quem lhe explique. Boa aposentação e bons sonhos.
 
Já todos percebemos que a historia de Vila Verde esta mal contada e tambem ja entendemos o que se está aqui a passar, para bem da nossa classe vamos deixar-nos destas coisas e vamos todos a manifestação dia 10 de Julho juntamente com SEP.
Todos juntos vamos lutar pelos nossos direitos. Esperemos encontrar lá o Sr. Azevedo.
 
Isto que se vai lendo, parece uma anedota,mas não é. Seria se não estivesse envolvido nesta tramoia o sr.azevedo,que já tem idade para ter juizo e ver as figurinhas ridiculas que faz,mentiras que diz, que vai espalhando por onde passa.
A sua figura de palhaço, já nao engana e as suas mentiras tambem já ninguem acredita nelas.
Vá pensando nisto, afaste-se de tudo e de todos,sobretudo naquilo que diz respeito á enfermagem.
Já é tempo de se dedicar a outras actividades ou simplesmente descansar.
E seja feliz
 
comentário ao sr SAID ORDEP ("lambe botas" do sr enf luis barreira,como já deu para reparar):

- ponto nº 1: tem toda a razão quando diz que existem profissionais competententes e responsáveis a trabalhar na referida instituição (mas existem enfermeiros mal-formados também);
- ponto nº 2: mas também sabe que não só andam enfermeiros a limpar o chão, como a fazer outras funções de auxiliares;
- ponto nº3: se são pessoas a fazer-se passar por enfermeiras da instituição como saberão de tanta coisa podre que lá se passa (desde reuniões feitas pelo barreira a entrevistas a enfermeiros pedindo dinheiro para começar a trabalhar lá)??;
- ponto nº4: garanto-lhe que 90% dos enfermeiros que lá trabalham nao tao satsfeitos e deve-se a chefia (do luis barreira) que tem por base injustiças e outras coisas que acontecem, os outros 10% como são como ele,logo estão no seu habitat natural junto do seu "rei da selva";
- ponto nº 5:já reparou que não é só uma pessoa que afirma o sucedido?
sabe como o seu "protegido" chegou ao lugar que tem? eu digo-lhe, ou melhor, avivo-lhe a memória, pelas piores formas (fez-se amigo do ex enfermeiro director,porque até esse cargo o enfo carlos pedro deixou de ocupar, e apunhalou-o pelas costas,não olhando a meios para atingir o fim - ter o cargo que tem hoje em dia - enfo coordenador). ISTO DIZ TUDO!
Fica um conselho:ajude-o,seja amigo intimo dele,defenda-o,um dia será voçe a perceber a "besta" que tá a defender.

Quanto ao carlos,amigo,a história nao tá mal contada.É simples e clara! É verdadeira e não me parece que seja caso unico, outras instituições devem padecer de males (nao iguais mas) parecidos!
 
Caro Azevedo, acaba de vez com esta história e deixa de responder a provocações, pois tu sabes tão bem quanto eu que isto se vai tornando uma bola de merda e quando rebentar vais ficar atolado até ao pescoço. Com a tua idade mostra que és superior a estas provocações e cala-te, pois quem ainda consegue ler o que escreves para todo o lado, fácilmente repara que tu és o autor de tanta trama. Meu velho amigo cala-te enquanto a maioria dos sócios nem sabe do que se trata! Estás na merda e já nem consegues sair de cima dela. Descansa um bocado, pois enquanto andas a dormir com o blogue alguém te anda a fazer o sofá e quem menos esperas. Estás a ficar obsecado com o medo de perder a pia, mas quer queiras quer não tudo na vida tem o seu fim e o teu começou no dia em que pensaste ser bastonário. Tu não vês que o que dizes, já não faz sentido nos dias de hoje e para os mais jovens tu não passas de um troca tintas e desculpa utilizar palavras de outros e dizer figura de palhaço. O que escreves sobre Vila Verde apenas interessa a quem leu a merda da notícia que lançaste no site do SE e agora vens fazendo a figurinha triste. Sabes qual é a tua sorte? É seres repetitivo e as únicas pessoas que vão lendo os teus pensamentos são os mais idosos que recebem os ecos e vão ler para a casa de banho para ver se cagam, servindo de laxante. Dou graças a Deus por ter a tua idade e ainda ter espírito crítico. De qualquer forma compreendo a tua obsessão pela esfregona, pois o que tu sempre fizeste, foi dar uso á tua lingua porca que nada nos dignificou e estes enfermeiros mais novos nem sabem quem és. Sabes a frase dos jovens? vai lamber sabão.
 
tou a escrever ao sr azevedo porque algém me contou o que se tava a passar e como sempre, fui pouco apreciadora da sua linguagem e da forma como fala dos outros, principalmente como se dirige á classe médica, desta vez gostaria de saber porque razão se está a meter com o sr luis barreto, uma vez que é seu companheiro. Eu sei que vai dizer que o que se passou foi mau, mas o senhor fez tão mal aos enfermeiros do S. João principalmente aqueles que não eram da sua cor, fez perseguições, tratava as enfermeiras como coisas e dava importância a algumas, porque lhe eram submissas e as tratava como criadas. O senhor enfermeiro Azevedo felizmente está fora do Hospital, pois nunca ninguém o enfrentou porque sabia que era castigado e passamos a ser um bando de hipócritas. Parece-me que agora ataque um colega da direcção, porque não está consigo e logo é um alvo a abater! Para abater os que não estão consigo, vai ter de viver muitos anos, e sabemos que entrou na idade da patetice e que nem consegue ver o monstro que é. Como disseram os enfermeiros do S.João que não votaram em si para a ordem, volto a dizer "que a enfermagem não necessita de um Hugo Chávez para se afirmar. O beato José Azevedo enquanto director do S.João pactuou com contratos precários que depois de saneado do cargo veio denunciar para a comunicação social". Eu não posso votar porque não sou sua sócia, mas espero que os enfermeiros do hospital estejam de cabeça fina e ponham fim ao ditador azevedo, pois que podem esperar de um sindicato representado por um aposentado e que pouco respeita as enfermeiras e que algumas vezes o ouvi dizer nos corredores do S.João que as enfermeiras se comportavam como criadas dos médicos. Por fim sr enfermeiro depois de ver o seu cartaz eleitoral e as pessoas que conheço da lista, lamento tanta falta de pontaria, pois realmente escolheu as melhores criadas do hospital. Porque seria? sou uma enfermeira atenta e lhe digo que nunca gostou de mim, mas eu retribuo com overdose de desprezo.
 
Isto vai de mal a pior. Carambas ele ainda é o presidente.
Sr Presidente, gostaria de o ver a mobilizar os seus assossiados e estarem dia 10 de Julho , frente ao Ministério da Saúde a Reenvindicar pela dignidade da profissao de Enfermagem.Sim digo isto porque sempre o ouvi dizer ,os enfermeiros que guardem as forças para a negociação da Carreira. Está na altura Sr.Presidente.Gostaria tambem de o ver por lá.
Depois do dia 18 de Julho logo se verá.Agora é hora de UNIAO:
Vamos á Luta,mas pela ENFERMAGEM.
 
É uma vergonha abrir um blogue que costuma ter temas tão interessantes e ver um churrilho de putices alimentadas por um senhor da enfermagem e que foi um bom director da mesma, nesta instituição e deparar com um presidente do sindicato a falar mal dos enfermeiros. Mas já agora a talho de foice quero informá-lo de que a srª enfermeira chefe Lurdes Abrantes de espírito jovem e empreendedor e que tanto perseguiu colegas de profissão dentro desta instituição, sou caso disso, no seu tom imperial foi lançando a boca que "as eleições estavam ganhas, porque o sr enfermeiro Azevedo tinha tudo sobre controle e a UGT ia dar uma ajudinha, pois ele era muito considerado na UGT, é um senhor". Cale a boca a esta "besta" que passou a sua vida a renegar o sindicato. Foi por causa desta senhora que estou cancelada de sócia e apenas lamento não aparecer uma outra lista que vos ponha daí para fora. OPORTUNISTAS.
 
Sou médico e trabalho no centro de saúde e ao comentar as minhas visitas ao blogue, com alguns colegas acabei por perceber que o presidente do sindicato dos enfermeiros do Porto está por detrás deste blogue e faz aquilo que se chama "teatro de fantoches". Se quer atacar enfermeiros,uma vez que deixou de o ser, se é que alguma vez o foi, aconselho-o a ser frontal, faça-o como o faz com os médicos e utilize a sua linguagem em todo o terreno e não só nalguns percursos.
Também sabemos que finalmente tem uma lista concorrente e também estou certo que só ganhará,se com as suas habilidades enganar os concorrentes. Ninguém com bom senso vota num homem que está fora da profissão e que tem 70 e poucos anos, pois não sentem na pele os problemas do dia a dia e deixam de ter capacidades de discernimento. A classe a que pertenço tem muito mais respeito pelos seus colegas do que o senhor, pois não se iludam srs enfermeiros, porque se for necessário para seu bem estar o vosso presidente já vos deu provas que em primeiro lugar está o seu interesse pessoal. Deixo-vos a pergunta que alguns colegas meus fizeram. O que leva um homem aposentado e de idade a teimar concorrer a presidente de um sindicato? Quem o vai ouvir? Vá ao psiquiatra sr enfermeiro, porque está doente e isso pode levá-lo a cometer loucuras. Quem o avisa seu amigo é e olhe que a minha classe nunca esteve tão interessada em saber como vai ganhar esta eleição, porque se pega a moda até a classe política quer aprender consigo. Mantenha o seu blogue activo, pois é o máximo
 
Doutorzinho,
Espero que esteja a fazer o relatório para publicar, ou a tentar inventar outra historinha.

Quero que saiba que, pelo que li, que você é que gosta que lhe andem a lamber as botas e ter criadas para abusar delas, ainda bem que não o conheci como profissional, pois teria vergonha de ter um colega de trabalho assim... Eu luto por causas justas e defendo sempre as pessoas que me rodeiam e a instituição que trabalho, não sou como você que deixa a classe dos enfermeiros e começa a dizer mal deles, que sai do S. João e vai para a comunicação social falar mal... e outras mais que nem quero falar...
Não entendo como é que ainda consegue se candidatar... O melhor que você tinha era passar a pasta a um filhinho... Há é verdade, já me esquecia eles ainda estao a comer do tachinho!!!
Cumprimentos doutorzinho
 
Velho amigo , és capaz de dizer-me como vais fintar os panhonhas dos teus colegas de direcção. Tu nem precisas de campanha, porque enquanto os desgraçados andam a dar o litro tu estás na mansão a disfrutar do bem bom, mas atenção, porque tens na lista quem seja mais esperto que tu.Só podes confiar em ti, mas essa confiança vai-te roer, porque eu vou pedir á minha bruxa que enlouqueças com a sede que tens ao poder. Estás tão desesperado que nem dormes, pois vi-te no S.J oão e parecias um paranóico. Vais pagar por tudo o que fizeste ao longo da tua vida.
 
Ai e tal, quer ser presidente do sindicato... mas para isso tem de perseguir o Barreira, não é?
Assim até eu!

Azevedo vai mas é trabalhar (ai é verdade, não podes. Estás aposentado!), vai fazer qualquer coisa de útil pra sociedade!

Queres é aparecer!
 
Sr enfº Azevedo, gostaria de saber, porque razão veio agora falar de um problema, que era do seu inteiro conhecimento, porque fomos nós os lesados que o informámos e na altura o senhor não viu qualquer situação anormal e passado este tempo vem falar do assunto e acusar outros? Pensa que ganha eleições a falar mal das pessoas? Pense na outra maneira , porque assim só mostra a sua debilidade. Estou a avisá-lo para não esticar a corda, porque eu conheço-o vai para 36 anos e posso recordar alguns passos menos legais. Deixe de alimentar as moscas que começam a rondar-lhe essa bocarra fedorenta.
 
Parece impossivel como conseguem falar tão mal de alguém. Deixem o homem em paz, é reformado e depois?
Não teve grande sucesso no S. João e depois?
Passou a vida a falar mal dos outros e depois?
Está velho e depois?
Não se interessa pela Carreira e depois?
Não deixa de ser um ser humano com algumas qualidades, por exemplo....
Parem de atormentar as pessoas.
 
Coitado.
Nao falem mais do senhor.
O grande problema dele foi ser defendido pela U.G.T., que pactua com o governo, assina o código laboral para manter o desemprego e a precariedade nos jovens enfermeiros. Pergunto: que promessas fez o sr.azevedo aos jovens enfermeiros quando lhes propunha programas de formação para estabilidade no emprego e progressao na carreira? Era mesmo sr azevedo, ou era para os precarizar mais no vencimento?
Como podem reformados,velhos e jarretas, que sempre ocuparam posto de poleiro, defenderem os direitos dos mais jovens e até dos mais velhos?
Pense nisto e medite? Talvez a sua idade lhe de esse direito.
Quer um conselho? Vá para sua terrinha, la para os lados do norte, plante umas coivinhas e vá comer o caldinho verde atras da lareira. Verá que vai ter melhor qualidade de vida e os enfermeiros tambem.
 
Esta a ser do melhor
 
Chega. Nao batam mais no ceguinho.
Que coisa
 
Que ceguinho?
Já existe violência física?
É a melhor novela de todos os tempos...
Nem a TVI consegue melhor!!!
Parabéns aos intervenientes.
 
tao-se a comentar situações estupidas e a deixar opinioes pessoais (bem claras e sindicalistas). o que se passa na noticia é grave, GRAVISSIMO. isso sim. já se sabe que quem for para o poleiro do sindicato nada vai fazer a mais do que fazem, porque ninguém faz nada, de por onde der. mas o barreira é que nao vai mesmo fazer nada pela classe. trabalho com ele. ouçam o que vos digo. para além de péssimo colega não sabe nada de nada, quanto mais de leis para nos defender. é o primeiro a fugir com o rabo à seringa! (expressão vem mesmo a calhar)
 
Todos a concentração dia 10 de Julho ás 11h, frente ao Ministério da Saúde pela dignidade da classe de Enfermagem.
Deixem-se de tretas e façam algo a bem da classe e dos Enfermeiros.
Aparentem ser todos amigos como antigamente.Mas vamos.
 
ó sr anónimo das 2:21 AM ou melhor, sr azevedo gostaria de saber pela sua missiva o que se está a passar? o que é que lhe está a morder? olhe que o blogue está a ficar na moda e calhando vai ser a feira de velharias e os seus inimigos e vitimas dos seus comunicados caluniadores vão passar a estar na feira para cobrar dívidas antigas. Tem juízo azevedo.
 
até fui á missa para que Deus me perdoe dos meus maus pensamentos, mas pedi ao meu filho que me pusesse isto nesta cena, Quando soube que o sr azevedo era dono desta cena e que estava disfarçado de muitas coisas achei por bem dizer-lhe umas tantas. Estou aposentada e sempre fui sócia do sindicato do sr azevedo, acho que fez alguma coisa por nós, mas também sei, porque todos sabem, que o sr azevedo sempre viveu as custas dos nossos descontos, muda de carro todos os anos e que carros.Quando fui ao sindicato para me reformar vi muito bem os carros brilhantes que estavam lá, depois esteve a viver na casa que era para ser para os enfermeiros velhinhos e que o sr azevedo ocupou para estar com toda a família e até parecia o sr vale e azevedo e pinto da costa, também sei que o sindicato é da sua família e amigos da sua cor. Os seus filhos estão todos a trabalhar no sindicato e ao que sei nenhum é enfermeiro, os seus irmãos também estão lá a trabalhar e até um cunhado, uma cunhado.Assim é bom estar num país de crise pois para si são os enfermeiros que lhe pagam a crise.o carro brilhante é seu ou do sindicato, ou do partido? também soube que vive no sindicato e tem um motorista e empregada a dias também paga pelo sindicato. responda a estas perguntas. Chamo-me Lucinda paiva nogueira e estive no sindicato para saber como podia trabalhar umas horinhas naquela carrinha que o sindicato tem para ver as tensões á saída da igreja, mas a chefe da carrinha diz que só ela é que pode, está tudo muito confuso, pois ela trabalha no hospital e não pode levar dinheiro por fazer este serviço que é de voluntariado. responda-me sr azevedo.
 
pára enquanto é tempo, pois vem aí terramoto. Criaste um meio fácil para te pôr a nu e os teus telhados não são de vidro, são de areias movediças e quando começarem a falar, a tua vida vem toda ao de cima e só tu estás convencido que és imune. Lembra-te que estás em período de eleições e não tens o sindicato para te defender. Pensa azevedo e pára enquanto é tempo, pois essa história do enfº de Vila Verde não tem ponta por onde se lhe pegue e revoltaste as pessoas que trabalham lá e quando precisares de ajuda vais estar sózinho. Tem juízo, pois estás a destruir o que construiste durante algum tempo e agora estás na altura de sair ainda com alguma dignidade. Depois vou ao sindicato falar contigo.O que vou ouvindo a teu respeito não é nada abonatório e o teste foi feito aquando da ordem, ninguém te leva a sério.
 
não percebo porque é que esse Pedro Dias anda aqui metido se tanto quanto sei ele não pertence á classe dos enfermeiros...
depois vem dizer k não tem o seu tachinho na misericórdia da verde vila... deixa de te meter onde não és chamado.
È tudo do mesmo bando, tá mais que visto.
não queiram inverter a história, afinal não se estava a falar do assunto Barreira, então querem desviar as atenções é?
muito espertos...
 
sou enfermeiro do hospital de S.João e até estive com o sr enfermeiro Azevedo para a Ordem, mas caro amigo lamento a mensagem que acabei de receber onde se vangloria pela vitória do projecto da carreira que finalizou com a FENSE. em primeiro lugar sr enfermeiro que eu saiba esse projecto é obra da direcção do sindicato e não da Lista A que apenas tem 8 dias e cujos elementos são no minimo, analfabetos no que diz respeito a carreira, pois contactados mostraram não saber de nada e os da outra lista ficaram surpresos, pois dizem nada ter sido discutido e até o sr disse na reunião de direcção que estava tudo parado. Lamento sr enfermeiro estar a enganar os colegas. Não concordo com a sua postura de campanha pois estar a enviar a todos os sócios mentiras e ainda por cima não dar conhecimento aos elementos da direcção é baixo e ainda por cima soube que mandou a mensagem com o numero do sindicato coisa que proibiu a outros membros da direcção. Que democracia sr enfermeiro. Eu aconselho á outra lista a ter uma conversa muito séria consigo. Também me custa a acreditar que pessoas como a sr enfermeira Paula Maia estejam de acordo com a sua conduta, pois pareceu-me sempre uma pessoa directa. VOU ACONSELHAR OS ENFERMEIROS A CONSULTAR E A ESCREVER NO SEU BLOGUE. ESTE Nº DO SINDICATO 963022117351 NÃO É O MESMO DA OUTRA LISTA. As listas concorrentes deveriam ter os mesmos meios para fazer campanha. Estou cansado de tanta tramoia sr enfermeiro Azevedo e começa a aceitart a ideia que o sr é pior do que aquilo que dizem por aí. Aquando da ordem comparavam-no com o Hugo Chávez. mas agora mais me parece o Robert Mugab. Muito desiludido e não conte comigo para o defender e até acabou de perder o meu voto.
 
Mas de que vitória é que fala?
O que é a FENSE? nÃO É O GOVERNO!
Vergonhoso tudo isto que se está a passar!
Não nos engane mais!
 
azevedo, pára com isto, estás a destruir o sindicato. Isto não leva a nada. A partir de agora estás a entrar no fosso.O hospital de S.João vai ser a tua urna, pois muitos enfermeiros estão a querer saber o que se passa, pois tens a lista formada com pessoas do hospital e que não sabem de nada o que se está a passar. Vou fazer tarde e mais logo vejo as reações.
Um amigo dos tempos difíceis. Olha tens de estar atento á chefe abrantes, pois diz o que não deve e nem se apercebe que as pessoas sabem mais do que ela e deixa-te ficar mal.
 
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
 
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
 
tudo isto e verdade e ha mais para se saber o enf. luis barreira trabalha comigo mas nao sabe trabalhar mas sim dar graxa aos srs. doutores , goza de um estatuto especial só trabalha aos fins de semana e tardes de semana para poder estar em Vila Verde. tem despensa sindical mas esta em vila verde e pelo que se consta também a dar graxa ...
´`E um nojo trabalhar com ele e aturar as suas mariquiçes enfim gostava de saber porque é que ele tem estes estatutos que vergonha
 
Certamente que quando a esmola é grande até o pobre duvida.
É o que se pode deduzir de tanta algazarra, que vem por aí abaixo.
São os mesmo que se sentem ofendidos e que vão usando, na passada, palavras como "velho" "aposentado" que para eles querem dizer "criminoso", "inútil" e outras coisas.
Andei a fazer uma pesquisa na Net e só diz que trabalha lá uma filha no Sindicato e até não é das piores a atender os sócios.
A casa do Enfermeiro foi o Seraofim que a devolveu sem lhe dizer nada. Está tudo na Net.Ora se a devolveu sem lhe dizer nada é porque o azevedo não vivia lá, não era?
Como traçam um cenário com essas linhas de força, até vão ser capazes de dizer que é ele que se insulta a si próprio para ter mais votos.
De facto há uma gesta que não conhece a Enfermagem e por isso vai dizendo coisas a respeito do que não sabe.
Aquela de fazer de médico até faz lembrar o que alguns diziam dele ao tal cardiologista.
Tem graça que nenhum disse , mesmo fazendo de médico, que estes sempre tiveram um fraquinho pela sua forma de ser sindicalista.
O meu marido, que é médico, diz muitas vezes: tomáramos nós ter um Azevedo...
Meteram-no na Ordem para se verem livres dele, mas o seu lugar de eleição sempre foi o sindicato.
Sei muito bem que criou uma obra que é cobiçada.
Também sei que ao rejeitar os suplementes estes se agruparam à volta do Seraofim.
Não consigo entender o barulho que fazem à volta de um barreira que é um suplente que usava as dispensas sindicais para ir às aulas na Católica onde sou colega dele.
Ouvi-o combinar com o Sousa que é gago, tudo o que está escri8to acima para denegrir o Azevedo.
Força, Azevedo!
Mostra a esta pobre gente que tem mais olhos que barriga o que é ser sindicalista.
Eles nunca ouviram falar nos sindicalistas que deram a vida e morreram por defenderem causas como os horários de 8 horas diárias e o direito à manifestação.
Eles pensam que o sindicato é uma casa de boas maneiras e falinhas mansas.
Quem lhes teria encomendado abafar a tua voz?
Quanto aos carros, tu só tens um. De quem são os outros?
Já esqueceram quem elevou a Enfermagem ao nível de os Enfermeiros terem direito a bons carros?
Por que não vão ver as contas do Sindicato, para saber quem é que os paga?
Não exagerem tanto porque estão a fazer dos Enfermeiros estúpidos e isso é que não somos.
Fartei-me de rir, porque até podia pôr os nomes dos que fazem muitas recomendações ao Azevedo, mas todas eleas vão no sentido de lhes deixar o caminho livre a eles, porque sabem que vão ter poucos votos.
Falar dele no São João é perder tempo e mentir descaradamente. Toda a gente que aqui trabalha tomara-o de volta.
Fazer dele um déspota ou ditador é dar as mais elementares provas de desconhecimento da sua maneira de lidar com os enfermeiros.Quem vos ler vê logo que não é dessa pessoa que estão a falar.
Se descobrem quem são os autores se já assim vão votar poucos em vós, ainda aumentais mais a votação no Azevedo.
Não vos passou pela cabeça que ele não precisa de se defender, porque é um gigante e os gigantes não batem nos anões; desviam-se deles para os não ferirem na sua pequenez.
Os gigantes discutem ao seu nível, sem se perturbarem ou repararem com a algazarra e gritaria que os anões fazem aos seus pés.
Querem um conselho?
Deixem-nos esfregar-se na esfregona, pois estãp preocupados com as consequências dos seus actos e fazem este barrulho todo para não deixarem ouvir a realidade.
Deixemo-los no anonimato, porque nem têm direito a nome,
 
Sinto muito mas quanto mais batem no homem mais eu gosto dele.
Que querem...
Dão-lhe tantos conselhos, dizem tantas coisas dele que não é possível ser tão mau durante tanto tempo.
Sou novinha, mas vou votar nele para ver como se porta com tanta bacoquice e algumas bem porcas...
 
Muito bem.
Posso fazer um sugestão?
Acabem com esta palhaçada toda e acabem tambem com o Sindicato dos Enfermeiros.
A ser verdade é tudo um bando de mafiosos.Máfia já chega a que temos.Por favor nos Enfermeiros nao.
 
Acho mal alguns comentários terem sido removidos do blogue...
Porque será?
 
enquanto teimas em falar de coisas que ninguém entende, estás a ficar cercado por todo o lado. tens neste momento 15 sites a falar da tua vida privada. avisei-te amigo
 
também concordo que tudo é verdade, mas sendo o sr enfer. presidente como é que não sabe o que se passa na casa que dirige. afinal é o que se passa em tudo que comanda. trate-se
 
Meus senhores isto que se está a passar está a desiludir parte dos enfermeiros do Hospital Escolar do S.João e se têm algo contra o Senhor Enfermeiro Azevedo devem falar com ele e esclarecer as coisa. pois ele merece o nosso respeito, pois a Enfermagem sem ele não seria nada e é muito respeitado por onde passa.
 
olha maria clotilde tu sabes muito bem, porque removes o que te faz mossa , mas os enfermeiros do SJoão também, pois nos momentos mais felizes do teu mandato todos se aperceberam das tuas falcatruas.
Sabes maria clotilde que não deves falar da casa do enfermeiro porque ela nunca foi tua, nem do sindicato e quem pode manda, porque o PS é quem manda e neste país os parasitas como tu e que militam no PSD se quiserem uma casa tem de trabalhar para ela e ainda bem que alguém tirou a casa á maria clotilde e família.
 
Gipsa, penico, chapeu de coco!
Só agora é que deram conta dos defeitos do grande homem que é o Sr. Enfermeiro Azevedo!?
Enquanto parasitavam à sombra da sua árvore ele era o maior!
Agora que se convenceram que o podiam derrubar, apunhalando-o pelas costas é que estão a inventar coisas!
Cresçam e apareçam!
Juizinho, vá...
 
Como é que querem que alguém confie em vós, se pareceis cães raivosos?
Não era melhor irem ao São Bernardo e pedir-lhe um bocadinho de pão bento do que ele dá aos cães danados!?
 
Lá arriba havia um a fazer de 24 e a lamantar-se de o Azevedo estar a falar deles, quando lhe pediram segredo.
Mentirosos!
Eu sou mesmo a 23ª do hospital de Vila Verde expulsa e não foi nada disso que se passou no tribunal onde ele esteve a dar-nos apoio moral, porque não podia fazer mais nada.
Nós os 24 sabemos que nunca falámos com o Enf. Azevedo, mas com Serafim e Luis.
Não sejam fiteiros, assumam o vosso oportunismo, pois oportunistas é o que sempre foram.
Não manchem as árvores que vos fazem sombra...
 
Ao que este blog chegou. Ataques mentirosos, calunias desmedidas, a fazerem-se passar por gente que nem sequer conhecem. Grande palhaçada. Falta de respeito pelos colegas, para atingir um unico proposito, ganhar eleiçoes.
Quem costuma navegar neste blog já entendeu que estas noticias são para enganar meninos.
Como os enfermeiros nao são parvos aconselho moderação nos discursos.
Quanto a si sr, Enf. Azevedo, deveria ter atenção ao que diz porque no lugar que ainda ocupa, é seu dever defender os enfermeiros e não estar sempre a dizer mal.
Esta historia já cheira mal.
Inicialmente até pensei que poderia ser um assunto serio, entrei em contacto com uma colega, que me disse que tudo isto era invenção da cabeça de alguns desocupados. Meus senhores tenham vergonha. Vamos discutir assuntos serios.
 
Azevedo, pára com isto: estás a destruir o sindicato.
Este é mesmo falho de imaginação.
Toda a gente sabe, incluindo tu, que o Sindicato dos Enfermeiros é muito de obra do Azevedo.
Nunca seria ele a destruí-lo, pois não lhe noto nenhum sintoma daquela doença em que os pais devoram os filhos.
Sêde criativos e não tão cretinos...
 
Alguém me chamou a atenção para o que a técnica da esfregona gerou.
Não me surpreende o nível desta matula.
Não foi por acaso que o clarividente Azevedo renovou a equipa.
A outra era mesmo o que parece e não se façam desentendidos como já li lá atrás...
 
Aquela nota que começa:Azevedo pára com isto é mesmo Clara ,porque esquece que não é o Azevedo que está a emporcalhar o cenário montado.
Também não falam que a contabilidade e finanças do Sindicato estão entregues à família Seraofim, pois nisto de ter familiares no SE não é exclusivo do Azevedo.
E a vontade de além do sobrinho do Seraofim que ocupa dois lugares, também é Clara a vontade de outros meterem lá os seus.
Já pensaram se os filhos do Azevedo estão lá por necessidade de controlar os lacraus disfarçados?
Vá lá, não sejam mauzinhos e não estraguem o que está bem.
Mesmo que só saibam assinar cheques e pedidos de dispensa para as fugas às mulheres, não têm o direito de estarem a abusar da inteligência dos enfermeiros que já vos entenderam e muito bem.
 
não se acorbadem e continuem a escrever, porque como já se sabe o homem está cercado e começa a dar tiros nos pés. Não esmoreçam, porque o rei vai nu. Sandro
 
lá volto eu a ficar viciado nesta história do gardingo, blogue drenfermeiro,anónimo,maria clotilde e sei lá que mais azevedo. realmente sempre foste um homem das 7 farsas e aqueles de quem tu sempre te serviste para subir na vida e depois descartas como ranho, são aqueles que agora longe da tua alçada podem dizer no teu blogue tudo o que sabem e desejam dizer-te na cara. Não vou ter problemas em denunciar o que sei acerca do teu passado sujo, pois poderás tentar adivinhar mas são tantas as pessoas que te conhecem e te odeiam que vai ser dificil acertares.volto já.Eira Madura
 
Por onde anda o dinheiro dos associados. Será que eles não tem olhos para ver, ou nao sabem destas trafolhices todas.
Que sejam mais espertos.
 
anonimo
sou um dos 24 enfermeiros despedidos e quero responder a quem nos chama de tristes entenda essa pessoa estúpida que estamos a lutar pelos direitos do trabalhador indedependentemente de ser s recibos verdes
vou fazer lhe uma breve explicação porque parece não entender nada sobre direitos até lhe pode fazer falta um dia....
todo o trabalhador que tem um superior hiererquico , horário de trabalho, pica um ponto, os intrumentos de trabalho que usa são facultados pelo hospital neste caso etc... nao trabalha a recibos verdes mas sim são chamados falsos recibos verdes,denomina se de recibos verdes quando: avaria a maquina de lavar e um técnico arranja -a cobrando se no acto.
tristes ´não somos nós os 24 porque sabemos o que estamos a fazer e nada temos a ver com estas guerras por favor parem de falar o que não sabem.
Não precisamos que tenhas pena de n´s ignorante mete te na tua vida que ninguem te foi pedir nada.
 
Pelos vistos eles comem tudo e comem todos.
Não é só o azevedo que tem um carrao lustrso e limpinho.
O do serafim, nao lhe fica nada atras.
 
Constou-me que a lista B do Serafim era a da gente nova e A do Azevedo a da gente velha.
Partindo deste pressuposto vou fazer uma pergunta a cada um:
1 Azevedo,
P -quantos elementos reconduziste na lista A?
R - 3 são os repetentes: Azevedo, Paula Maia, Rita Abrantes.Os restantes 7: Vitor Manuel, Margarida,Alfredo José, Pedro Miguel, Maribel, antónio José, Laurinda são as 7 novas aquisições.
2 Serafim,
P - Quantos elementos da antiga Direcção do Sindicato?
R - Só reconduzi 6 em 10: Serafim, Clara, Luís Barreira, Fidalgo, António Sousa e António Giro o reconduzido.
Conclusão: a lista da renovação é a A e não a B como alguém anda a divulgar, para criar-lhe a ideia de novidade.

Sem querer abusar da vossa paciência vou fazer-vos mais uma pergunta:
P - Lista A
Acha positivo os cabeças de lista darem a cara, para que os eleitores sabem em quem estão a votar?
R - A lista A não tem nada a esconder e aparece com toda a sua autenticidade e o seu promotor - JAzevedo, não se esconde: é sempre ele a dar a cara.
R - A lista B não tem nada que demonstrar que o seu cabeça de lista é o Serafim Rebelo, pouco conhecido dos enfermeiros, porque é o Dr. Serafim e não o enf. Serafim, que não diz nada aos enfermeiros, nem duma maneira nem de outra. Dizer que é o tesoureiro da antiga direcção do Sindicato e que está no cargo há 10 anos é como dizer nim. Por isso começou com o S.Rebelo e acabou lista B, porque as sondagens diziam sempre: quem é o Serafim?
Conclusão: dos dois candidatos cabeças de lista o mais conhecido é o enf.Azevedo, licenciado em Enfermagem, licenciado em Filosofia, mestre em Ética na Saúde;
S.Rebelo é um ilustre desconhecido, bacharel em Enfermagem, especializado na cadeira do Vilela Araújo, que me parece que era a psiquitria, boia de salvação dos afogados, ou em vias disso. Fez uma pós-graduação na escola do cola-cartazes.
Foi a sua formação curricular que lhe criou a fobia de falar sozinho e sonhar alto, o que o levou a revelar segredos de estado e de estudo que lhe foram fatais.
Fala na 3ª pessoa do singular, porque a sua estratégia não lhe permite responder na 1ª pessoa, para não se confundir com a concorrência.
Conclusão das conclusões; se os blogistas demonstrarem interesse sobre este tipo de perguntas aos concorrentes, amanhã farei mais duas perguntas, aos autores da sujeira que vem por aí abaixo, para ver se têm coragem de enfrentar o micro ao verem-se tão facilmente descobertos.
 
Como é que estas avestruzes queriam ser dirigentes de um Sindicato com as nobres tradições do Sindicato dos Enfermeiros do Norte se nem insultar sabem, pois a única coisa que conhecem é meia dúzia de chavões que tanto se aplicam a dirigentes sindicais como a candidatos a vereadores de câmara, como a arrumadores de automóveis na central do lá-vem-um.
A sua cegueira resultante do que os antrolhos permitem ver, impediu-os de ver que o que dizem neste blog era o que já vinham dizendo nos contactos que faziam com as colegas. Eu sou uma delas a quem o Sousa,aquele de cabelo comprido e que gagueja um pouco, ao que consta, para se tornar mais atraente a quem tem gostos perversos.
Há passagens no blog que me foram ditas por ele.
Se não tivessem metido a cabeça na areia do deserto, onde se passeiam, já tinham visto que ao não terem insultos aos Serafins e Serafinas, não era nada difícil descobrir a origem da cantilena.
Também por isso, nunca teriam o meu voto que já foi pelo correio para a lista A.
Pode ser mania minha mas gosto do que é autêntico e humano, mesmo com defeitos.
Vou atender uma campainha, porque isto já não dá mais nada.
 
Atenção, ó língua viperina,
as mensagenes da lista A são pagas com o cartão de crédito da conta do enf Azevedo do banco Millenium. Não se comparam com outras situações fraudulentas.
 
Vira o disco e toca o mesmo.
Nem lista A, nem B.
Ninguem se aproveita.Desistam associados dessa patrulha toda.
Que vergonha.Onde chegou esta gentinha sem escrupulos.E é isto enfermagem.
 
Bem...pelos vistos estamos no meio de enfermeiros mas parecece-me que nenhum conhece um tratamento para a dor de cotovelo! Realmente é muito mais fácil deitar "abaixo" um colega do que reconhecer o seu mérito! Por muito que custe a algumas pessoas, sejam elas enfermeiros ou não, o que é certo é que o Enfermeiro Luís Barreira é uma das pessoas mais responsaveis e profissionais que eu conheço. Se a SCMVV cresceu e desenvolveu é porque tem pessoas competentes como o enfermeiro, e não meia duzia de alguns "inteligentes" que passam o dia a dizer mal dos colegas...da chefia...do ordenado....que passam o dia na net e tem tempo e paciencia para este tipo de brincadeiras!! Ah...e quero acrescentar que muitas das pessoas que andam por aí a fazer comentários , maus por sinal, nem sequer trabalham na Misericórdia, se calhar já trabalharam, mas não tiveram a oportunidade e o previlégio de continuarem nesta instituição, e claro nada mais fácil do que deitá-la "abaixo"!
Uma coisa é certa, só fala pelas costas quem lhe tem muito respeito à cara!!! Por ser um grande homem, é que falam tanto dele, realmente ele deve estar a incomodar muita gente...
Tenho muito gosto em trabalhar com pessoas como o Enfermeiro Luís Barreira e tenho pena que não existam mais pessoas como ele!
 
está visto que sois todos um bando de vigaristas e comandados pelo maior vígaro dos últimos 40 anos, correia azevedo. enquanto removes o que te incomoda, manténs frases e personagens que ninguém conhece, apenas o vosso grupelho, mas quando se navega noutros sites as coisas são diferentes e aí sim as pessoas começam a compreender quem és na verdade. deixa ler o blogue que te mandei quando informei da tua maldade quando em 90 expulsaste do sindicato pessoas que te faziam frente e que sabiam das tuas falcatruas... estou a falar da expulsão do marinho e do ferreira pinto. agora vais expulsar esses anões que tu te preparas para esmagar, mas que são muitos. a tua lista sabe da tua estratégia? Não gostei da tua fotografia onde falas da lista A e apenas apareces tu, meu velho azevedo a lista és tu, afinal tu és tudo.não removas, não sei escrever como tu, mas com as tuas frases do blogue também já sei escrever como tu. a tua total exclusividade ao sindicato é igual aquela do SJoão. Estás tão exclusivo que és o único trabalhador que não trabalha, ou será que tens tanta força porque nunca trabalhaste...recordo-te que enquanto os teus colegas batiam no duro nos hospitais, tu andavas de bata de chefe a dar ordens e a vender influências. se tivesses dado no duro agora estavas cansado e só querias era o descanso. Os da tua era estão fora, para não cheirarem mal aos que trabalham. vou atender uma campainha, porque se me apanham no blogue sou despedido. velho inimigo.
 
Desculpe-me sr presidente do sindicato, pois ao ler o repórter xz e analisando o que está dito parece-me que só o sr ou pessoas da direcção podem ter conhecimentos para dar essas informações, fazer as perguntas e dar as respostas. Qualquer que seja o autor o que os votantes querem saber é porque razão estava tudo bem e de um momento para o outro aparecem 2 listas compostas por pessoas que durante tanto tempo estiveram bem. Quem fez a divisão? Também não consigo perceber como é que uma pessoa como o Sr Enfºtão conhecedor da enfermagem e da política não conseguiu ser eleito presidente da Ordem, quando a Srª presidente AUGUSTA está tão acabada e não nos defende? Gostava mesmo de saber porque razão estão todos divididos, porque pelo que sei são todos do partido do Sá Carneiro o que eu não concordo. Também no serviço estamos intrigados como é que agora dizem mal und dos outros. Mas aqui no SJoão muitos dizem que o maior culpado é o sr, pois quando alguém o enfrenta está frito, mas Sr enfermeiro algum dia tem de deixar de ser presidente, porque até as pessoas muito importantes saem dos lugares. uma enfermeira triste e gasta pelo trabalho.
 
Olá Colegas

Eu já votei lista B, porque sinto que o sindicato está parado no tempo, necessita renascer com gente mais activa. Exemplo disso é a nossa carreira de enfermagem, falam, falam, falam e não dizem nada. Estamos descontentes com a situação actual da enfermagem e isto deve-se a quem está à frente destas estruturas. Temos de mudar a forma de estar na profissão. Não é com esta agressividade e este tipo de linguagem que vamos crescer na profissão.
Paulo - C.S.
 
sou Enfermeiro e trabalho no Hospital de Bragança, queria dar os parabéns à lista B porque se dignaram vir cá apresentarem as suas ideias para o futuro da profissão e do sindicato. Estava mesmo a pensar desistir de sócio mas vou dar-lhes uma oportunidade ...FORÇA!!
Bragança também existe ...
Abraço
 
As coisas que eles dizem.
Até foram à casa de Bragança, onde nunca tinham estado.
D.Duarte, dá-lhe lá o voto e a oportunidade, porque é coisa que não merecem.
 
Aquele que se identifica com o "porque" em vez de "por que", deixa perceber quem é e em que terreno está.
Quando o que tem o antecedente como na razão por que ou pela qual razão, é pronome relativo, logo escreve-se separado do por.
Aprende.
 
Como prometi lá estou a fazer mais uma pergunta às listas concorrentes.
Começo pela Lista A
P- o que é para si a idade?
R - para nós a idade é um factor psicológico. Só fala dela quem tem algum mal estar com a idade ou procura tirar algum proveito do que julga ser mais vantajoso. Por exemplo os JJJ servem-se muito disso, porque julgam que é mais importante é ter pouca.
Nós pensamos, sem querer puxar a brasa à nossa sardinha que é com o tempo que se aprende e para ser sindicalista é preciso ter ideias e muitas. Não basta ter idade e pouca.

Lista B
P - O que é para a B a idade?
R - Para a lista B a idade é a idade da pedra, do calhau, com e sem olhos, com um olho e com dois.
Nós temos vantagem porque temos menos em todo, por isso estamos mais leves. Podemos correr melhor.
Para terem uma ideia olham para o nosso cartaz e aquela posição do colega Américo não é o peso da idade: é um pouco de hemorroidal que o não deixa endireitar.
Aquelas bochechas, tipo M.Soares do nosso general é uma coisa que aparece aos homens com a idade. Portanto para nós a idade é uma ficção. Dá jeito para atacar.
Não sei mais.
 
Hoje os artilheiros de serviço de guarda na guarita da lista B não têm pontaria nem imaginação.
 
Estes tipos da Lista B (lá para as tais eleições que vão haver) se não são mesmo estúpidos, correm o risco eminente de virem a ser.
Estão a atacar o Azevedo nos pontos fortes.
Dão mostras de o não conhecerem e dão-lhe razão por os ter substituído.
Com gente daquela não se faz nada de bom.
A selecção B nasceu de um capricho do colega Seraofim querer ser presidente.
Como só há um lugar desses teve a infeliz ideia de ir buscar os suplentes e as reservas e fez uma lista à pressa, não fora a mania de ser presidente passar-lhe.
E quem é o Serafim para ter ideias destas?!
É o S. Rebelo que aparece no fim das SMS
 
A lista A não deve querer os votos todos, mas sim uma maioria folgada, penso eu, por isso já votei e aconselhei a votar na A.
Curiosamente também sou de Bragança e estou a tratar de um problema sério com alguém da A, acerca das horas que não nos pagam.
Quem disse que estávamos esquecidos é mentiroso.
 
Penso que será muito importante dar uma oportunidade a quem não a teve, para demonstrar o que valem. Do Azevedo já sabemos, não dá oportunidade a ninguem de crescer, destroiu tudo e todos que o rodeiam.
Eu não tenho duvidas, voto na Lista B.
 
Azevedo, na ultima sondagem efectuada a lista B tem maioria absoluta.
Sabes porquê? Os enfermeiros estão fartos da tua arrogância. Esta parece a novela Azevedo, pergunta e dá as respostas, e sabem nesta novela o melhor ainda está por descobrir, eu posso ajudar...
Até breve
 
Eu concordo com o colega que falou que Bragança é esquecida. Estive a ver a lista a, os membros que a constituem são todos do Porto. E os enfermeiros de Bragança, Vila Real, etc, não são tão dignos como os outros?
Parece impossivel!!!
O que fazem para perder.
 
Esta blogue já chegou a Bragança, ao terceiro mundo e meio espanholado,sem identidade?
Dou os meus parabens por estares a evoluir.
 
Olha que poucas vergonhas, se estao a passar em Bragança.
Até o SEN, lá vai fazer campanha.
E eles que contentes.
Por cima as duas listas.Bôô
 
Sr. Doutor Enfermeiro
Não sei porque não publica todos os comentários enviados. Isso é muito escandaloso e tendêncioso.
Vá ... dê oportunidades iguais aos Enfermeiros. Ou só o que vem das Marias dos Prazeres Azevedos e Virgílios Azevedos são para publicar. Deixem de enganar as pessoas.
Votem em consciência colegas.
 
Ando há uns dias a tentar comparar as tiradas dos intervenientes para descobrir se os anónimos, nomes de disfarce e outros são comparáveis ao gardindo/doutorenfermeiro, Marias dos Prazeres, Virgens Azevedos e outros e outros e como conheço muito bem o velho correia azevedo, posso afirmar que basta ler atentamente as conversas em família da tua revista "ecos do passado" e bingo acertei josé correia azevedo e o mais deplorável é que és capaz de tudo para te manteres no poder! e porquê correia azevedo? Tu és o cumulo do egoismo, só metes para dentro, só pensas em ti e preferes morrer de podre do que simplesmente desaparecer da cena.
Também posso ver pelas horas das tuas escritas que fazes campanha durante a tarde e pela noite sentaste no brilhante e dás rédea solta ás tuas babusices. Porque não vens mais vezes ao SJoão, toda a gente te adora, principalmente aqueles que sempre foram teus criados, de quem tu te serviste para dar a cara aos problemas e ficaste nas traseiras a rir. As pessoas pensam que subiram na vida ás tuas custas, mas tu e eu sabemos que tu é que subiste sempre á custa de muita gente. Bingo
 
Que coisa mais gira: não sei o que é que o Zé azevedo fez a esta matulagem, para estarem tão assanhados!
Bingo
 
Estava a ler o dicionário dos provérbios e encontrei um que é muito interessante. Diz assim: " a garotada não atira pedras às árvores sem fruto..."
Por que será?
 
Será que os principais objectivos da gentes da lista B do Seraofim Rebelo têm como programa de acção atacarem os outros da lista A?
Estes políticos de meia malga, pensam que lidar com enfermeiros é a mesma rafeirice que estar a falar para feirantes em dia de feira, para lhes captarem o voto!!!
Vejam se descansam.
Não vêem que estando a falar como falam duma pessoa já bem conhecida, com os seus defeitos e virtudes, porque para perfeitinhos lá estão os da lista contrária, dão demasiadamente no olho!
 
Há ali um interprete dos textos do Correia Azevedo que me faz rir, com tanta certeza, até naquilo que escrevi, eu que não me chamo Correia Azevedo. Chamo-me Maria dos Prazeres e com muito prazer para mim e para quem me batizou.
Mas afinal quem é aqui o ganâncias e o déspota?
Pela forma como falais não parece serdes pessoas ditas de bem.
Não falais doutra coisa: só Azevedo, só Azevedo, só Azevedo.
Estais mesmo obsecados, rapaziada!!!
 
Discordo daquele ali acima que diz que o DE não publica tudo o que dizem.
É mentira, porque se publica tudo o que dizem do tal Azevedo, que está a emsombrar os serafinzinhos, não consigo imaginar que porcarias possam dizer ainda maiores do que as que dizem.
Que falta de jeito para se fazerem notar.
Santa Cecília lhes valha, para mudarem a letra desta música.
São Getúlio da Falperra lhes forneça a água que vão precisar na travessia do deserto!
 
"Deixem de enganar as pessoas" diz aguadeiro das 500.
Mas será que pensam que estão a enganar alguém!?
Bem pelo contrário...
Então não conseguiram mostrar o que valiam quando estiveram sozinhos à frente do Sindicato.
Só de 1999 a 2005 esteve o Azevedo lá no São João.
Não vos fica bem culparem o hmem das vossas insuficiências.
Sei de fonte limpa que nunca vos impediu da fazer coisas.
Só que escrever uma prosa, por tal sinal bem desqualificada, num blog sob anonimato, não é a mesma coisa que darem a cara.
De facto os vossos artigos escritos no Ecos do passado estão uma delícia!
Os que escreveis no Ecos do futuro são um nadinha mais clarividentes, mas ainda são muito difusos
 
É a primira vez que consulto este Blog e não querendo minimizar muitos comentarios interessantes fiquei estupefacta com a linguagem utilizada por alguns colegas (até me custou escrever este termo). Tenho muito orgulho em ser enfermeira mas muita vergonha em ter alguns colegas de profissão. Já que se estabeleceram comparações com outras profissões, será que existe algum blog em que os dentistas se insultam uns aos outros, ou médicos, ou engenheiros, ou AAM, ...?????
Incrivel!!!!!!
Quando são os proprios profissionais a desrespeitarem-se uns aos outros, como é que esperamos que os outros (não enfermeiros) nos respeitem?????
Aos colegas que andam de esfregona na mão, aconselharia a procurar emprego noutra área. Eu sentir-me-ia mais dignificada num qualquer estabelecimento comercial, a ser paga pelo meu trabalho, do que andar a trabalhar por uma refeição (como acontece também em algumas instituições) ou andar a limpar o chão. Ao fazê-lo, que fosse como funcionária de uma empresa de limpeza.
 
Recbi hoje o Ecos Especial Eleições.
Li os programas de ambas as listas e percebi o porquê de muitas coisas que a esfregona e os esfregões têm necessidade de dizer para distrairem os enfermeiros eventuais eleitores.
Na lista A há um programa estruturado e uma equipa jovem comandada por um lider natural.
Nesse programa há um conhecimento profundo dos problemas actuais da enfermagem e deixa bem claras as pistas para resolvê-los.
Orienta os enfermeiros para os pontos de convergência de acções e de ideias agregadoras.
Há uma sã utopia a abrir caminhos com possibilidade de êxito no reassumir de áreas que são do foro da enfermagem.
Há amor e carinho; há respeito e dedicação pela nossa classe;há propostas muito objectivas de omo sair da crise que a enfermagem atravessa, que não é só a do desemprego; há substância no programa e há capacidade em potência, na qualiade dos elementos escolhidos e adequados a cada situação.
Se não tivesse já a ideia formada de votar na lista A, por conhecer o Homem e a sua Obra, tinha subidas razões de atracção por um programa de trabalho concistente e consciente demonstrativo de um conhecimento profundo da enfermagem e dos seus problemas.

Na Lista B pode verificar-se, através do seu programa um conjunto de chavões de circunstância e sem nexo que pouco ou nada têm a ver com os problemas actuais da enfermagem.
Parece ter sido feito à pressa, para cumprir uma das exigâncias da candidatura que é ter um plano de acção.
Não há uuma ideia nova; não há uma solução proposta com consistência.
Parece feito por pessoas que nunca estiveram à frente do Sindicato, apesar de o seu promotor da sua candidatura a presidente, ser o tesoureiro há mais de uma década.
É flagrante o contraste entre a humildade e desaparecimento no interiior da equipa do lider da lista A, com o culto da personalidade e destaque exuberante de um desconhecido, que abafa os outros todos para aparecer bem destacado com o seu vazio inconsciente mas facilmente visível a um observador médio.
Teria vantagem para o seu desconhecimento interno e exterior a si, menos exuberância na imgagem que se nota logo ser o mecanismo de compensação duma pertença liderança forte que o programa de acção e a personagem contrariam.
No fundo alista B é uma imagem bem concebida e conseguida duma selecção suplente, onde tudo foi feito à pressa e mal, nomeadamente a escolha da equipa com caras bem conhecidas e com currículo sindical muito pobrezinho, o que até certo ponto justifica a falta de ideias e clareza das poucas que alinhavaram no programa.
Como se tudo isto não bastasse para ilucidar os indecisos a votarem lista A, não têm ataques ao lider da lista B, aqui na esfregona.
Pelo contrário, os ataques que têm feito ao lider da lista A não precisam de estar identificados, porque é fácil identificar-lhe a proveniência.
Mesmo que o primarismo evidente dos seus autores lhes não permita ver mais do que a lama em que chafurdam, é óbvio que tantos exageros chamam muito a atenção, como se pode verificar pelas respostas, para a tentativa de captarem o voto de quem se deixa seduzir pela maldicência.
Ora para desgraça dos seus ingénuos autores, os efeitos são os contrários do que esperavam, pois as dúvidas, se é que as havia, ficam esclarecidas com a pobreza do plano de acção da lista B.
Os insultos de blogger têm uma vida efémera; os programas de acção são uma proposta séria a ter em conta.
Por tudo o que é facilmente perceptível, agora cabalmente, a pior coisa que podia acontecer aos enfermeiros, para cúmulo das desgraças de que têm sido vítimas seria a Lista B ganhar estas eleições para o Sindicato dos Enfermeiros que ainda vai sendo uma voz consciente e acutilante, no SNS.
 
O anónimo das 2:34 PM pede aos colegas que "votem em consciência".
Se fizerem isso votam na lista A, exactamente o contrário do que queria dizer que seria: colegas votem em inconsciência, de olhos fechados.
 
O sábio anónimo das 9:37PM diz assim:
"As pessoas pensam que subiram na vida às tuas custas, mas tu e eu sabemos que tu é que subiste sempre à custa de muita gente.Bingo" (esta do bingo deve ser tique, mas sempre é melhor do que cuspir para o chão).
Fico confusa porque andei à procura dele nas alturas e encontrei-o a fechar a porta de fim de turno.
Essa de subir à custa de muita gente não deve ser quem eu penso, porque esse quem o quiser encontrar é junto dos que precisam de ajuda que se encontra, longe das luzes da ribalta.
Quanto aos que ajudou, achas que se preocupa em olhar para trás?
Também aqui as coisas não batem certo.
Não te esqueças de tomar o comprimido, que deves andar com as tensões altas.
A tua fofinha,
 
Meu Deus tantos ataques à Lista B.
Deve ser porque há gente com ideias e motivados a fazer muito mais pela profissão (o que não é muito difícil). Pelo menos não estão estagnados à 36 anos, sentados na mesma cadeira.
Já agora para o Sr, tão letrado, aconselho a fazer uma errata acerca do seu cartaz de campanha...
...onde se lê Concelho Fiscal...deve ler-se Conselho Fiscal. Parece que já está em idade de saber distinguir uma coisa da outra. Ou então está num período de maior confusão mental. O que é provável.
Santa ignorância.
E fala da Lista B.
Nem aos pés deles chegas.
Já agora ainda não vi ninguém da Lista B a falar neste blog.
Demonstram uma nova atitude. Parabéns membros da Lista B.
Deixem que eu vos defendo.
Já conheço esta gentinha há muitos anos e sei o que são capazes de fazer para tentar anular quem quer fazer mais pela Enfermagem. Já agora gostei bastante dos vossos compromissos com os Enfermeiros. Espero que cumpram o prometido.
António
 
Sr.Dr.Enfermeiro
Espero que acabe com isto. Há por aqui muita gente desocupada.
Ò sr. do sindicato ainda tem, por enquanto, algumas responsabilidades. Que falta de nível.
Fale de coisas serias. Não ande a inventar e a tentar enganar as pessoas.
Já agora recebi uma mensagem sua a falar numa vitória da fense,em relação à nova carreira, quem é essa. A Ministra da Saúde agora chama-se fense. Falta de gosto.
Tantas invenções para distrair os Enfermeiros.
Não se deixem enganar...
 
QUE SALGALHADA AQUI VAI.
COM BINGO, OU SEM BINGO,É TUDO FARINHA DO MESMO SACO.EU SE FOSSE SOCIO DESTA MATILHA, JÁ OS TINHA SANEADO A TODOS.DEVIAM ERA TER VERGONHA DESTE ASSÉDIO TODO, TANTO DUMA LISTA COMO OUTRA.
COM OS PROBLEMAS, QUE A ENFERMAGEM ESTÁ A PASSAR, ANDAM ESTES GLADIADORES TODOS Á BUSCA MAS É DE POLEIRO.TENHAM, MAS É VERGONHA NA CARA E ESTEJAM SOSSEGADINHOS E QUIETINHOS, ISSO SIM, SERIA A BEM DA ENFERMAGEM E DOS ENFERMEIROS.NÃO SERÁ ESTA CHARRAFUSCA TODA DE PREPÓSITO, PARA NAO FAZEREM NENHUM.
AS ELEIÇÕES NAO PODIAM TER SIDO MARCADAS PARA OUTRA ALTURA? PORQUE SERÁ AGORA?MISÉRIA DE MISERÁVEIS.
 
Que falta de imaginação!
Nem o tamanho das letras tapa a pequenez da ideia.
Para o neutro nem A nem B, só elê.
Até já descobriram que afinal a lista B já tem ataques.
Mas são em português suave.
Estais a perder a pressão!
 
Tentei resistir à tentação de escrever sobre o processo eleitoral do SE, mas depois de ler os comentários do Enfº Azevedo, dos seus pseudónimos e dos seus heterónimos não posso deixar de lhe colocar algumas perguntas sobre os GRANDES PROJECTOS do Sindicato nas últimas duas décadas.
1- Casa do Enfermeiro - gostaria de saber quanto do dinheiro dos sócios foi lá investido e qual o retorno.
2 - Escola Profissional - creio que fechou com problemas sérios.Talvez possa esclarecer.
3 - Provóbis - Que é feito deste grande projecto?
4 - Agência de emprego - Coitados dos novos enfermeiros.... .Ainda existe?
5 - Unidade Móvel dos Enfermeiros - A página da Internet do SE de 12 de Setembro de 2007 ???
O que é?

Para que serve?

Como vai funcionar?

Há respostas que ainda não temos... (cópia da Pág.)
Gostaria de saber se já tem respostas?
Quando responder e se responder assuma a resposta.
Só mais um pedido, quais os grandes projectos da sua lista para os próximos quatro anos?.
 
De todo, Sr Enfº Azevedo, não gostei do que acabei de receber em casa sobre a sua lista, pois como é possível o Sr Enfºfalar de pessoas com capacidades, responsabilidades, gestores e na informação seguinte apresentar-se aos votantes, apenas com a sua cara. Não gostei e já agora lhe digo que entre as pessoas que o conhecem muito bem e que até lhe devem alguns favores estamos muito desiludidas e concordamos quando nos dizem que o seu tempo já passou. Maria Lucinda Borges. De qualquer forma felicidades para o dia 23.
 
o doutor enfermeiro tem andado muito ocupado na campanha, pois está a responder pouco aos bloguistas, mas fofinho não te preocupes com o adiantado da hora e podes escrever ainda mais durante a noite, pois quando estou de serviço ler o teu blogue é como ouvir os parodiantes de Lisboa...que saudades amigo, desses tempos de meninos e moços. Gosto muito quando te esqueces e repetes a utopia, eu sabia que ias ficar doidinho de todo e em pouco tempo. Tu sabes quem eu sou, por isso responde-me fofinho que eu gosto quando acertas, o que já começa a ser raro em ti.teu fofinho
 
O S.Futuro=S.Saudade faz cada pergunta!
Andou a preparar as perguntas e as respostas nas costas do outro e agora vem fazê-las ao seu semjeito.
Devia primeiro ver e ler com atenção a Lista A e o seu programa onde está lá tudo escrito.
Já agora, não quero que me chame heterónimo ou pseudónimo de ninguém.
Não se deite a adivinhar porque o Zé Azevedo não deixa de ser quem é, com as suas ferradelas. E, ao contrário do que pensa, tem muita gente com ele.
O voto é secreto, como sabe, S.S.Saudade.
Não me obrigue a dizer tudo aquilo que podia ter sido e não quis ou não pode ser, ó S.S.Saudade!
 
isto está a ficar muito parado.
As eleições vao ser dia 23 se nao me engano. Será que nao vou saber qual a lista vencedora?
Viva azevedo.
 
Claro que vai saber, A das 10:23 PM, quem vai sair vencedor.
Basta ver a forma como atacam o Zé Azevedo a quem ainda ontem lambiam os pés, para se perceber:
- quem ganhou;
- quem o ataca;
- E porquê.
A preocupação dos outros em safarem a ideia de o DE ser o Zé Azevedo, faz rir até os mais desatentos. Até usaram o nome dele para garantirem que não era ele o DE, pois não seria possível.
Há dois meses atrás diziam que era o > e agora não sabem como é que hão-de dizer que é o <.
Pode haver alguém que faça perguntas oportunas ou que, não as fazendo, junta 2+2.
Quem nunca escreveu nada a não ser para borrar as paredes tem alguma dificuldade em falar do Zé Azevedo, sem ser em linguagem borrada.
Chamam-lhe heterónimo, pseudónimo, Gringo ou Gardingo, não para obterem a confirmação mas para ouvirem o eco das palavras que proferem.
Até dizem que conhecem a sua maneira de escrever que é inconfundível.
Conhecendo o Zé como conheço, e eles também o deviam conhecer, se o escutassem mais,tento imaginar como se deve estar a divertir, com o seu jeito humoristico, com as referências que a concorrência lhe faz.
Conhecedor como é da literatura, pois já escreveu três livros para o Sindicato com um valor inquestionável, cada um com seu estilo, Não é dificil usar um estilo não catalogado pela iteligenza dos atacadores.
Ora para quem diz que consegue identificar os sues textos no DE, não seria descabido admitir a possibilidade de a sua subtileza o fazer aparecer onde menos esperam.
Ao contrário do que dizem, pode ser tão misterioso como o DE e quanto mais o procuram menos o encontram.
Esta história faz lembrar a de um velho submarino que os portugueses aprisionaram dos alemães e ganhou um prémio de ocultismo, porque se colou ao casco do navio que tentava detectá-lo.
Também aqui pode haver um fenómeno parecido de estar tão perto dos olhos dos que tentam vê-lo mais além, que nem conseguem dar pela sua presença.
Tentam provocá-lo porque acreditam que ele não resiste a provocações.
Esquecem que uma das caracteristicas de um revolucionário nato: ele é que é o provocador. Mas se não responde às provocações é porque não reconhece tamanho suficiente aos provocadores, para perder tempo com essa arraia miuda.
Estou a imaginar o seu sorriso trocista e distante, num porte distante.Enquanto a pequenada se diverte a atirar bomerangues que lhe vêm cair na mão.
 
adorei ver a fotografia de família que vem publicada na última página da revista da ordem.A doutora enfermeira maria augusta está com um aspecto estupendo, digno de uma bastonária e o doutor azevedo também está com uma pose fantástica. Ela tem uma cabeça atarrachada num tronco soberbo e ele tem tanto de altura como de largura, mas já agora porque razão não estão mais juntinhos. Assim vai o nosso sindicalista. Uma leitora atenta a tudo o que diz respeito a enfermagem.
 
Atão como é.
Apoiou o azevedo para Bastonário da Ordem, (estavamos bem servidos tambem), sendo assim nao tinha que se zangar com ele por causa do poleiro do SE.
 
Como as perguntas dos grandes projectos do passado não obtiveram resposta do Sr.Enfº Azevedo ou dos seus N "ajudantes (leia-se pseudónimos e heterónimos), gostaria de ver esclarecidas algumas questões do presente.
1 - É possível saber as datas dos dois últimos actos eleitorais para os corpos sociais do SE?
2 - Porquê marcar eleições para 23 de Julho, época de férias merecidas para os enfermeiros?
3 - Porquê o voto por correspondência que contraria os estatutos do SE (além se esqueceu de os ler?)?
4 - Porquê só uma assembleia de voto (na sede do Sindicato) quando nas últimas eleições votei no hospital onde trabalho?

Gostaria de ver satisfeito o pedido , do futuro e do seu programa falaremos a seguir se me responder e me convencer , a propósito não sou o S.S nem sou de Braga.
 
Ó futuro.

Estavas á espera de outra coisa desta cambada?

Não, é que a coisa tem que estar controlada.

Vamos ver se o Azevedo nao vai fazer as falcatruas todas para ficar ele novamente na direcção.

A ver vamos.
 
Colegas, sei que para vocês este momento é muito importante, sei que tambem é muito importante para os Enfermeiros, mas controlem-se.
Não tenho dúvidas que temos de MUDAR, a Enfermagem está completamente esquecida. vamos juntos acreditar num futuro melhor.
Eu já votei Lista B.
João (Gaia)
 
Enfermagem esquecida?
Só se é por ti.

Nao me lembro de te ver dia 10 de Julho no Ministério da Saúde a reenvindicar melhores condições de trabalho para os Enfermeiros.

Tá claro que com este comportamento de parasitas nada pode estar lembrado.Certo?

Deixa-te de lamechas e ajuda a construir o futuro de Enfermagem.
LUTANDO. Não me digas que nao sabias.
 
Precisa-se de um escadote para fazer chegar as vozes supra ao céu, que é o melhor estado, dada a sua proveniência.
Estão mesmo à rasca...
 
Os enfermeiros do Hospital S.João do Porto precisam de algum sossego e por isso aconselha-se o Sr Enfº Azevedo a ficar pelo sindicato e fazer a campanha via blog, pois como se não bastasse os anos que o tivemos de suportar na direcção de enfermagem, agora deparamos com ele todos os dias, pelos corredores, bares, refeitório e até colado nos corrimões das escadas e elevadores. Pelo menos colem outras carinhas, pois a do enfº está pior que a da bastonária.Aconselha-se também a que tenha um ar mais humilde e cumprimente as pessoas, pois o Sr ainda se julga, mas pode estar certo que já não é director desta casa e não manda em nada. O pior que pode acontecer a um homem da sua idade é pensar que tem 30 anos, mas o seu ar de doido mostra bem como está degradado...é uma pena. Eu considero o sindicato o melhor sitio para acabar os seus dias de loucura, pois aí até as paredes conhecem a sua personalidade, pois parece-nos bem que tem passado os seus ultimoa anos a falar para as paredes, pois qualquer que seja a direcção que trabalha consigo, ou são tolos, ou têm o chamado espírito missionário.
 
Ao anónimo das 6.56

Deixe lá o azevedo no reinado dele.
O serafim nao é melhor.

Que fez ele por os enfermeiros quando esteve na ARSN, pensa que vai fazer agora como presidente do SE?

Ele tem muito que agradecer ao patraozinho, que lhe serviu sempre de trampolim.

Atraiçoa a quem o ajudou sempre a subir na vida.
E agora faz uma coisa destas.
Pensa que vamos para melhor?

Pense....pense....
 
Apesar de tudo ele perturba-vos imenso, mesmo que não tenhais nada a ver com a vida dele e do Sindicato.
Já agora vê-de se lhe arranjais defeitos decentes e adequados, porque os que tentais colar-lhe não têm nada a ver com o Zé Azevedo.
 
Pois zé azevedo é muito melhor que todos os serafins que por aí andam a falar mal dele.

E vai ganhar outra vez.Ele é REI.

Quem inventa estas coisas é contra o rei.
Malandrinhos.
 
Fui enganada pelo dr.bactérias, quando fingia que falava da legívia, como o bactericida ideal.
Dizia o dr.bact.: o enf. Azevedo gravou-me uma conversa e isto não se faz é inadmissível, etc e tal...
Vim a saber pelo próprio quando lhe pedi esclarecimento que isso não passa duma mentira de pessoa desonesta.
Na verdade o que se passou é que na reunião da Mesa da Assembleia Geral de que era secretário, o presidente da MAG, como era norma do órgão gravava as reuniões, quer de Assembleia quer do órgão.
Como o nosso mentiroso não queria que lhe demonstrassem o que disse, caso quisesse subverter a verdade do que se passou na reunião e de que ele era o responsável por fazer a acta, quando deu conta que um pequeno aparelho era um gravador, seutiu-se mal com o que disse e a que ninguém dará importância, para lá do fim a que se destina, pois gravar as reuniões é norma do Mesa.
O mal está em este desonesto mentirosos me vir dizer que uma pessoa que nem esteve na reunião nem teve nada a ver com o que se disse, lhe gravou a conversa...
Se sabe que o Presidente da direcção não esteve na reunião e anda a caluniá-lo com uma coisa que não fez, o dr. bactéria é mesmo desonesto.
Por isso é que ele não quer ver o enf. Azevedo por cá, no HSJ, porque receia que o desminta.
São estes golpes baixos que estes lutadores usam para cçar o voto aos distraídos.
 
Emigrantes obrigados a votar presencialmente
00h30m
ANA PAULA CORREIA

Será já nas próximas eleições legislativas, em 2009, que os portugueses que residem fora do território nacional serão obrigados a votar presencialmente, em locais que assegurem o sigilo do voto. Ou seja, acabará o actual voto por correspondência.

A iniciativa de alterar a legislação é do PS, que apresenta, hoje, na última sessão parlamentar antes das férias, um projecto de lei para "garantir o exercício do direito de voto, com a mesma fiabilidade, transparência e rigor, dento e fora do território nacional. (JN 18/08/2008)http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Nacional/Interior.aspx?content_id=969189

Peço desculpa por voltar às eleições do SE,mas o voto por correspondência só na mente de alguns pseudo-iluminados... ou com outros objectivos ????.
 
Colegas
Se ainda não votaram para as eleições do SE votem presencialmente.
 
É a vossa safa o voto presencial na sede.

Assim podeis controlar melhor , quem vota.
Tem graça pelo que me é dado aperceber, poderia-se ter aberto mais locais de voto, mesas eleitorais e com horário, e conhecimento aos sócios para votarem nas suas instituições.

A coisa foi bem ou mal pensada.?
 
dr.enf.chega de tantos comentarios para as eleiçoes do sindicato pois é uma vergonha como é possivel ele (azevede que deu o VIDA a toda aquela gente da lista B e agora espetam-lhe um punhal e chama-se a isto ENFERMEIROS ??? é uma vergonha este blog é lido por muita gente não enfermeira penso que de deve por um ponto final nisto.
quer se goste ou não do homem ele fica não historia da enfermagem como uma referencia poderia ter feito mais só a história o dirá . Gostaria da sua resposta dr enf obrigado.
 
Não posso deixar de responder ao anónimo das 12:23 e dizer-lhe que depende dos enfermeiros deixar ou não o rei governar, mas o sindicato não é uma monarquia, por isso o rei não existe, só na cabeça do já cansado enfº Azevedo.Quanto ao trampolim do patrãozinho e aos agradecimentos não concordo, pois se faz do sindicato o que fez do SJoão ele é o patrão, só ele manda, só ele persegue e coitados daqueles que não são bons escravos, pois o trampolim que o anónimo fala só tem servido a família do Enfº Azevedo, porque no que diz respeito aos enfermeiros ele diz que faz, mas todos sabemos que não faz nada. Anda cansado de apregoar no SJoão a carreira de enfermagem e o SEP garante que ele não tem entrada nas negociações, pois ninguém o leva a sério. Temos pena que acabe tão mal, pois sempre disse que era defensor dos enfermeiros e agora vemos o enfº Azevedo a dizer mal de camaradas de luta só pela simples razão de ousarem fazer uma lista para o sindicato...valha-nos Deus Sr enfº que em pouco tempo demonstrou aquilo que todos sabíamos e que os colegas mais antigos nos foram dizendo...vá morrer longe com o seu próprio veneno.
 
Sendo assim vem de encontro a tudo o que digo.

Ele serviu de trampolim a todos os da Lista B.

Todos eles de uma forma ou de outra,sempre lhe prestaram vassalagem e se apoiaram nele, porque se nao fosse para serem servidos os seus interesses, já muito tempo tinham metido o rabinho entre as pernas e tinham desandado.

Mas não.

Aproveitaram sempre o embalar da carruagem e á traição foi apunhalado.

Ele será sempre o rei.

Só agora é que lhe veem os defeitos.

Não comiam todos no mesmo prato?

Aguardemos....aguardemos.
 
Quem diz que os Enfº Azevedos não fez nada?
Fez e muito.
Criou uma Escola de Formaçao, para
rapar os enfermeiros
Criou o Angaryst, para rapar os enfermeiros
Criou a classe de enfermeiros estagiários, quando os recem formados já eram detentores do diploma que os habilitava como enfermeiros á prestação de cuidados, para rapar os enfermeiros
E fez pouco pela Enfermagem?
Queriam mais.
 
Deviam ter vergonha de defender um homem que só sabe olhar para o seu próprio umbigo. Governou toda a sua vida e a da sua família à custa do dinheiro dos sócios. Ouvi dizer até, que mantém quase toda a família a trabalhar no sindicato, irmãos, filhos, sobrinhas …
Devia ter vergonha de lesar os Enfermeiros que trabalham e descontam para uma estrutura podre, que só serve alguns.
Se me permitem passo a descrever o porquê desta minha raiva.
Fui sócia do sindicato durante 20 anos, quando precisei de ajuda, disseram que o meu caso não tinha solução, um dito advogado, que por sinal é irmão do visado.
Recorri ao Presidente da Direcção que inicialmente me deu razão, incentivou-me a lutar contra o Concelho de Administração e depois quando mais precisava de ajuda, como viu que os ânimos estavam levantados, bateu em retirada.
Gente falsa e sem escrúpulos.
Desculpem este desabafo. Sou uma Enfermeira reformada, mas ainda tenho esperança de ver essa gente de lá para fora..
Não posso revelar o meu nome porque tenho receio de ataques pessoais, não a mim, porque já não estou no activo, mas à minha sobrinha.
Beijinhos
 
Ó tiazinha, que história tão mal contada.
Quando às tantas ainda vai dizer que é o fantasma Zé Azevedo que diz estas coisas de si mesmo, para captar votos.
De facto as pessoas que enunciou foram sinceras com a tia, pois o seu caso é mesmo um caso perdido.
Oxalá os seus sobrinhos sejam mais expertos que esta tiazinha.
Nem consegue ver que o valor da obra construída é demonstrativo do contrário. Demonstra uma vida de amor à causa que qualquer pessoa isenta e não envolvida em campanhas eleitoralistas, consegue facilmente ver.
Não precisa de dizer o nome. Na Quinta-feira eu digo-lho, hoje não para não entrar na sua campanha.
Cuspidelinhas amigas e piorreicas!!!
 
Afinal a tia não é tia: é tio; a sobrinha não é sobrinha: é sobrinho; a reformada não é reformada: é candidato da lista B.
Bingo
 
Há ali atrás um míope da concorrência (topa-se à distância) que diz que o Grande Azevedo criou a escola e a angarist e a categoria de estagiário para os recem-formados.
Só falta meter-lhes a esfregona na mão.
Será que no tempo em que foram dos corpos gerentes do Sindicato não tiveram nada a ver com isso?
Tão puros e inocentes que eles são!...
 
Ao contrário da tiaS, que raciocina como um home, eu fui muito bem atendida pelo Dr Advogado irmão do outro.
Tive um processo muito grave e deu para me defender a mim e à médica que também era arguída no mesmo processo.
Fomos ambas absolvidas e estou-lhe muito grata.
Por isso esta manobra de desacreditar as pessoas cheira-me a uma tentativa de enganar os desprevenidos com invenções mentirosas.
Ser irmão do Enfermeiro Azevedo é um direito natural; defendê-lo a ele e a nós é um dever do Advogado.
A tiaS inventa umas patranhas sem grande credibilidade, bem ao seu jeito medíocre. Quer que alguém as acredite.
Se é assim naquilo que toda a gente vê o que seria em coisas mais ocultas e distantes!
 
Trabalho no HSJ. Cheguei a casa e fui dar uma espreitadela ao DE e deparo com insultos grosseiros ao Enf. Azevedo a quem todos nós devemos alguma coisa coisa: pouco ou muito, porque tem dedicado a sua vida ao avanço ininterrupto da Classe. E tem-no conseguído.
Ainda ontem o ouvi falar das implicações da nova carreira, na vida de todos nós. Como vão ser os contratos individuais, as especializações em serviço, etc.
Nem uma palavra se lhe ouviu dirigida aos da lista B.
Da parte de tarde veio muito apressado um colega da lista B e só soube falar mal do Enf. Azevedo, com uma falta de respeito por ele e, sobretudo, pelos que estão com ele na lista A.
Que diferença de nível!
 
Está tudo a ficar muito apertado.

Ainda se borram todos.

Que fedor.........chiça.
 
Lamentável perder tempo a falar da vida alheia, sr rui disse...azevedo que se tiver tempo para ler todas as respostas que deu, enterrou-se todo, o que não é dificil dado a sua estatura medíocre...Pare de enganar os enfermeiros e encher a boca com a carreira de enfermagem, pois todos sabem que ninguém o ouve, mentira ouve-se a si próprio e sabemos que nem em si acredita...bingo...bingo. Temos saudades de o ver pelo nosso hospital, queremos que venha cá mais vezes para ver se percebemos a nova carreira que esteve a negociar a um sábado com a FESAP, grande parceiro social, melhor que essa vitória anunciada por si por mensagem a um domingo de manhã, são os esclarecimentos que tem dado no SJoão, Mas já que canta vitória pela carreira explique-nos que vitória...olhe sr enfº azevedo pode ter feito alguma coisa pela enfermagem, mas vá chamar tansos aos seus...bingo... e depois os elementos da sua lista não partilham da mesma opinião, ou melhor nem sabem do que o sr enfº fala. Vá dormir ou melhor responda no blogue, mas responda de forma mais disfarçada, pois está a dar nas vistas. É o que acontece a quem tapa uma MENTIRA E DEIXA A DESTAPADA OUTRA...Anónimo que vai de férias para não ter que se encontar consigo todos os dias no hospital e levar com as suas secas e mentiras...vou fugir para a ilha
 
Coitado do sr azevedo, jamais pensou ter uma lista a concorrer com a sua, como os tempos estão mudados. É preciso ter lata e concorrer, visando tirar o homem do poder que ocupa d mais ou menos 40 anos...não têm vergonha tirar o tachão ao sr azevedo, quando ele mais precisa de sustentar a família que está quase toda a trabalhar com ele no sindicato...são mesmo maus estes elementos que formaram uma lista. Coitado do azevedo levanta-se muito cedo para ser o primeiro a negociar a carreira e não quer perder nehum momento de vitória. Então sr azevedo é verdade que negociou 5000 euros para os chefes e que todos os enfermeiros vão ter emprego e melhorar de vida!!! O enf´é o maior...nunca vi nada igual. Já agora a talho de foice é melhor tomar a medicação certinha, pois até agora a que toma não está a fazer efeito. Votei na lista A porque quero vê-lo presidente do sindicato para poder ganhar 5000 euros por mês..........hu...hu que bom sr azevedo
 
Coitado do sr enf azevedo que está velho, cansado de tanto fazer noites e depois de lhe terem tirado a casa do enfermeiro, agora querem tirá-lo da mansão do sindicato. Agora que o homem tem empregados para tudo, para todo o serviço e trata as pessoas como coisas, querem que ele perca as eleições. Meus senhores estão muito enganados, pois 40 anos de poder é muita coisa e como nunca fez nada na vida, para além de se governar com as cotas dos tarbalhadores, não pensem que o tiram do poder...queriam, mas ele está bem seguro, ou seja ele já vos espetou um chuto no traseiro. Ainda esta semana ele se vangloriou de ser o único capaz de dar alguma coisa aos enfermeiros...mas nós no SJoão sempre acreditámos que ele é o unico capaz de nos dar música e continuar a viver ás nossas custas, pois nisso ele é perito... Meu santo S.João pega no aposentado e leva-o para outro lado, pois n´s nesta zona estamos fartos dele...é dose e ainda por cima tem a mania que ainda manda no nosso hospital....santa paciência. Podia ter ficado pela psiquiatria aquando dos discursos megalómanos e que só ele entende...pois quem o acompanhava até estava com ar de vergonha...mas são ossos do oficio, meus lindos...alguém o tem de ouvir e nada melhor que os profissionais da psiquiatria.
 
Colega, é invejavel a resistência e persistência deste homem,até da dó, está sempre pronto para o combate a favor dos enfermeiros, mas é verdade que também dá raiva, tanto potêncial numa pessoa só.
Tantos anos afazer política e munto atento ao que se passou e passa no país, não deixa espaço,ou os colegas não conseguem acompanha-lo,nem politicamente ,nem profissionalmente, é que todos temos e cremos família em primeiro lugar, ão contrário do DRº Azevedo.
 
Os enfermeiros do HSJ,t um problema
grande parte devem tudo que têm ao enf.drºAzevedo, e agoram ?
Deu lugares de chefes,supervisores politicos ,Horários acrescisdos, Horas extraordináris,horarios para formação atodosos que quizeram ser diferentes,medicos,doutores dentistas,psicologos ,etc desinformação,amamentação,paipaizão ,tudo voz foi dado e enventado em abundância.
Cada qual se acha o mais capaz e melhor que o outro, a´te melhor que o colega que já é muinto tempo um ICON da ENFERMAGEM.
Colegas estão a espera que o chefe se retir para poder seguir-lhe os passos- Neste caso aonde se cruza o amor e ódio?
Eu, penso que apenas é de raspoam.
O DRº Azevedo, ainda Vai fazer a nova carreira, e os chefe, merecem e não será demais os 5000euros.
Colega, no tempo do chefe, tinhas ai colegas tuas que recebiamm esse e mais , levanta a auto-estima
 
Não sei bem o que te dói, mas não te preocupes, pois todos sabemos que estás a fazer o quase impossível para continuar a mamar da teta do sindicato. Como vives na mansão do sindicato pouco te preocupa a família, pois tu és usiero e beseiro em desfazer famílias, por isso não te queixes de não olhares pela família. Já quando eras um mero chefe do hospital de S.João, todos sabemos que a mulher te fugiu, não por te dedicares só ao sindicato, mas por te dedicares demasiado ás mulheres do alheio. Sei que agora já de pantufas e gotas para a cabeça, continuas bem acompanhado...pobres criaturas, o que têm de suportar.Espero bom sucesso no teu desempenho a nível de mulheres, pois não comeces agora a desiludi-las, tu que foste o maior garanhão do S.João. Um amigo de sempre
 
Colega, os enfermeiros do hsj,recebem bem o DRº Azevedo, todos paramos quando ele chga, realmente é e foi nosso amigo, eu nunca ganhei também comodepois que vim para aqui,mas nunca esse valor, mas sei que as especialista da sala de partos e bloco esses tinham muintas horas, mas moravam aqui.
Agora eu pergunto aos colegas que dizem o cindicato é do azevedo ,mas estão lá com ele e não conseguem esbatelo, é ele sempre na linha da frente, dá muinto trabalho, pois é, mas se querem t~em que andar da perna, fazerem o trabalho de casa.
A lista B, não apresentou qualquer ideia nova, nem solução objectiva,mais uma vez é o DRº AZEVEDo, que nos vai possibilitar a restruturação da carreira.
 
Não sei se o facto de haver eleições para um sindicato que tem sido muito a vida de um Homem dá direito à canalha de estar a atirar-lhe com pedras.
Podiam ser mais inteligentes e darem com mais suavidade.
Até lhe chamam garanhão por ele não gostar de homossexuais e culpam-no por a Natureza criar mais mulheres que homens.
Desactualizados ainda não deram conta que o outro, um desconhecido Sarafim já entregou a tal mansão para obter favores dos especuladores de terrenos.
Esperem para ver seus ingénuos malcriados e não muito bem formados e informados.
Falei com o Zé Azevedo a propósito do que se diz aqui e que começou com a história da esfregona e da traição que o Serafim e o Barreira fizeram a 25 colegas expulsos do hospital de Vila Verde.
Não deu a mínima importância pois apenas comentou que é natural que os (B)enfiquistas da outra lista se sintam desesperados, esses sim, por perderem o tacho do sindicato, pois eram esses que mamavam no esforço e trabalho do Zé Azevedo, que tinha de o fazer tantas vezes sozinho, como posso testemunhar.
Veja-se como falam da carreira, cujas negociações desconhecem, porque nunca se interessaram por nada.
Basta ver a forma como insultam este homem, para se ver como lhes falta discernimento.
Esquadrinham a sua vida pessoal; insultam os familiares, como se fossem criminosos, por ter uma filha no Sindicato, pois a história do Advogado que é irmão, ao que me disse é mais complicada e é para contar mais tarde.
Estive a ler umas passagens do livro que escreveu da greve de 1976, que comandou, como presidente do comité central, em Lisboa.
Já nessa altura tinha sido entregue por traidores às garras dos perseguidores de quem pudesse ter pertencido à pide. Ao Zé Azevedo coube-lhe o rótulo de "informador", queixa formulada por uma colega sua de curso que foi expulsa da função pública, por falta profissional grave. Deus não dorme.
O Zé é uma atracção fatal para muitos "não-enfermeiros", que ou o insultam directamente, neste caso a coberto do anonimato, ou encarregam mentes mais frágeis e cansadas do muito trabalho para o insultarem.
A prova de que não são enfermeiros ou se o são, estão mal informados é que se fosse a fazer-se pagar pelos dias de trabalhos, traduzidos em milhões de horas que deu gartuitamente e continua a dar ao Sindicato, se fossem pagas davam para pagar salários a toda a sua família carnal, que não é grande.
A sua família adoptiva é, como deviam saber a Enfermagem. Por isso deviam ter mais cuidado quando se referem à família: uma é pequena e como a de qualquer enfermeiro; outra é muito grande e filha do casal Florence-João Cidade - a Enfermagem.
Imagine-se, por uma breve instante, se esta gente que o insulta tivesse de tomar conta dos destinos do SE, cujo historial dão sobejas provas de desconhecer!?
A Enfermagem tem estado a votar maioritariamente na lista A, não por pensar que o Zé Azevedo é um deus e puro, mas sim porque é humano e compreende os problemas humanos.
Como as coisas seriam diferentes, por exemplo: se ele mandasse no HSJ, ainda.
Infelizmente não manda e o resultado está bem à vista. Por isso não precisam de dizer que ele já não manda no HSJ, porque e as minhas colegas sabemo-lo, por dura experiência porque vivemos o antes, o durante e o depois. O que não têm é o direito de quererem baralhar as pessoas com a calúnia. Claro está que me estou a referir aos que nunca lhes acontece nada, porque, tão depressa andam à sombra do Zé, como se passam para a dos seus opositores.
Na quinta feira 24 o Zé Azevedo vai por no site do Enfermeiros.pt a tabela proposta pela FENSE (Federação Nacional de Sindicatos de Enfermeiros) e não FESAP (Federação de Sindicatos da Administração Pública), para a nova carreira de enfermagem que começa pelo nível 19 ( consultar a tabela da Lei-12A/2008 de 27 de Fevereiro)se os seus parceiros da FENSE estiverem de acordo, dada a estratégia que estão a seguir e, quanto a mim, muito.
Queriam saber mais, mas essa oportunidade já os da concorrência a perderam, porque ao não entenderem a linguagem classificam de lunática a águia que voa sobre as suas asnáticas cabeças. Mas nem tudo está perdido para elas, pois sabido que é o burro o mamifero que porta um maior volume de massa cinzenta, basta esperarem que Deus lhe dê o tempero, para desatarem a pensar e entender concomitantente o real, como coisa palpável e visível.
Diz ainda o Zé que não quis revelar ainda a proposta do SE/SIPE=FENSE, para não dizerem que ganhou as eleições à custa desta mais-valia, resultante da laboriosa construção de um projecto digno da Enfermagem que sempre tem servido condignamente. Até me endossou para a Colega Paula Maia que tem consigo toda a documentação essencial do projecto e que, por sinal, é um dos 3 elemntos reconduzids na lista A.
Disse ainda: se os abandonados naturalmente à sua sorte, tivessem condições anímicas para enfrentarem os desafios que a enfermagem tem pela frente, não os teria deixado para trás, como peso embaraçador, pois é grande amigo deles todos, sem excepção e garante que vai continuar a ser, pois também compreende que essas fitas que fazem de inventarem umas coisas a seu respeito, que toda a gente sabe serem mentiras ou verdades distorcidas, são gestos de afogado, que se agarra a tudo.
Magnanimamente o Zé Azevedo diz com aquele sorriso matreiro, que os compreende e desculpa, mesmo àqueles que não tendo nada a ver com as listas, também querem entrar naluta, por mero divertimento.
Ai se ele ainda estivesse a mandar no HSJ, a Enfermagem deste Hospital não estaria como está.
Ao contrário do que dizem, os Enfermeiros perceberam a sua mensagem de irem fazer compras à Coruña, se for preciso decretar a greve.
Vamos votar maciçamente nele e na sua lista A, pois, além da certeza que temos do seu valor colectivo e individual, porque conheço quase todos os elementos que a compõem, bastante bem, não posso deixar de ficar espantada com o valor do maestro Azevedo, olhando complacentemente e sem grande atenção para os comentários, anónimos, sinal da "valentia" e subida "responsabilidade" de quem os escreveu!
 
Azevedo, v. é o >. Fez a reunião no Serviço do Zè de Sousa, para o pôr a dizer aquelas baboseiras que escreveu, ali acima pois há coisas que disse sobre a carreira e como disse, só ele ou eu é que podíamos reproduzi-las. Como não fui eu, só podia ser ele.
Se tivesse direito a voto, votava na lista A.Um anónimo com nome começado por R
 
O que faz falar os os seus concorrentes, amigo Azevedo, é não terem nada para dar e por isso foram ao arquivo dos insultos, que certos opositores sempre usaram e desatam na asneirada.
Vá para a frente; tem consigo muita gente.
 
Já fui ver o nível 19º e é = 1367,80€.
Finalmente o nível remuneratório a que a Enfermagem tem direito na FP.
Com ou sem compras na Espanha, vamos conseguir.
Força, Azevedo!
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

AmazingCounters.comVisitas ao blog Doutor Enfermeiro


tracker visitantes online


.

Novo grupo para reflexão de Enfermagem (a promessa é: o que quer que ali se escreva, chegará a "quem de direito")! 

Para que a opinião de cada um tenha uma consequência positiva! Contribuição efectiva!