quarta-feira, outubro 24, 2007

Intolerável em pleno Séc. XXI

No séc. XXI ainda há Enfermeiros, Médicos e AAM que têm de lavar material de uso hospitalar em casa!!!!


Fonte: "Página 1"

Comments:
"do ponto de vista científico não está demonstrado que traga riscos para a saúde pública".

Pergunto-me, se lavar a minha farda que esteve em contacto com doentes portadores de infecções nosocomiais com a mesma roupa cá de casa... será que não estarei a por em risco a vida da minha família? É que a máquina cá de casa não passa dos 70ºc (?!)
 
Já existe uma lista de candidatura à secção regional Norte da OE. afirma-se como alternativa à existente.

propor-intervir-cumprir@blogspot.com
 
Propor-intervir-cumprir.blogspot.com

perdão pela gaffe do @
 
Qualquer cidadão com o mínimo de instrução, que tenha farda própria ou roupa de trabalho e que trabalhe em ambientes sujos ou químicos, não mistura a sua roupa de trabalho com roupa comum, somente os anormais fazem isso.

Os senhores enfermeiros não têm formação na área de segurança no trabalho?
O ideal seria mesmo a identidades patronal tratar do assunto, mas isso é para países desenvolvidos.
A minha máquina lava a 90 graus, e foi barata, com o dinheiro que ganhas, que não deve ser assim tão pouco podes comprar facilmente uma máquina de lavar normal, a maioria delas lava a 90 graus, serve muito bem, alem disso existem detergentes apropriados para área hospitalar.
 
Sr. Paulo Ferreira não diga disparates, pf!

Umas aulinhas de microbiologia iriam-lhe fazer muito bem!

NINGUÉM QUE "LIDA" COM DOENTES DEVERIA LEVAR O FARDAMENTO PARA CASA PARA LAVAR!

Nem o Sr.Paulo Ferreira, porque pelo que parece é bombeiro e também "lida" com doentes.

Cumprimentos
 
Parece-me que o Sr. "Paulo Ferreira" deturpou o artigo.
Antes de mais, os enfermeiros bem sabem que são as instituições que devem "lavar" o fardamento. A maioria das instituições de saúde em Portugal, fá-lo. Esta (CHC) não - a razão do desagradao demonstrado pelos Enfermeiros!

E depois, logicamente (e realmente uns conhecimentos de microbiologia não lhe seriam inúteis), a máquina de lavar roupa de uso doméstico, não é de todo aconselhável para esta função. Por motivos inquestionáveis.
 
Desculpem-me mas... a maioria das instituições NÃo o faz.
 
Para o Sr. Paulo Ferreira:

Tenho pena não ter percebido o propósito do comentário que fiz ao post. Obviamente que não misturaria uma farda com a roupa de casa mesmo sendo uma pessoa anormal como afirmou, mas receio que o Sr. acabou de dar um tiro no próprio pé. Uma breve passagem ao cardápio de microbiologia concerteza lhe daria a informação de que mesmo a 90ºc, a roupa não sai esterilizada da máquina de lavar. Não sei se o Sr. sabe mas os bactérias são os seres mais elementares da natureza mas com as maiores capacidades de adaptação aos variados meios, alojando-se em meios mais inóspitos do que possa julgar.
Mais, não precisamos de estar num país desenvolvido para haver tratamento intrahospitalar da roupa... ou os seus doentes levam os lençóis da cama para lavar em casa e depois devolvem-nos à instituição engomados depois da alta?

Com os maiores cumprimentos ao Sr..

Miguel Teixeira
 
"Desculpem-me mas... a maioria das instituições NÃo o faz."

Todas as que conheço (a até são bastantes) faz. Em que dados se baseia para dizer que não?
 
Óh Sr. Paulo, se acha que ganhamos assim tão bem lanço-lhe um desafio:
- diga-me quanto é que um enfermeiro recém-licenciado ganha (não estou a falar daquela grande maioria que é explorada por uma entidade patronal sem escrúpulos e sem vergonha, portanto neo-liberal - não sou comunist..zzzz, isso)?
Melhor ainda:
- diga-me quanto ganha que eu digo-lhe quanto ganho.
Sabe, é que infelizmente não tenho nada a esconder, PORRA.
 
Sr. Paulo Ferreira acha que 970€ ilíquido +e um "ordenadão"? Este é o ordenado de Enfermeiro nível 1!
Pois para mim o justo é a remuneração de técnico superior de 2ªclasse - 1307€, tal como ganham os psicólogos, assistentes sociais, entre outros...
Convém o Sr. "lêr" primeiro, antes dos seus comentários berrantes......
Cumprimentos
 
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
 
Desculpe colega, mas tive de apagar o seu comentário.
Tenho de ser justo com ambas as partes.
Pedia a todos um pouco mais de moderação. Os ânimos por vezes aquecem, mas....
 
Su enfermeira..e, infelizmente, também tenho de trazer as minhas fardas para lavar em casa! claro que sei que nao e' correcto. Já falei com a direcção e nao me adiantou de muito, sou um elemento novo e, como muitos dizem... ja tenho muita sorte em ter emprego!
 
"ja tenho muita sorte em ter emprego"

Desculpe Maria, mas essa forma de pensamento (e acção) é incorrecta (sem ofensa pessoal). É por causa de pessoas com essa visão, que a Enfermagem vai perdendo o seu poder de reivindicação e visibilidade. O facto de estar precária não implica que deixe de defender os interesses da Enfermagem, bom como os seus interesses. Mesmo que no seu lugar estivesse outro Enfermeiro, este defenderia o mesmo interesse que a colega. Deste modo, não é por afastar determinado profissionais, que os Conselhos de Administração se livram das reivindicações das várias classes. Cultivar o clima do "medo", é antes de mais uma estratégia sócio-política. Não se deixe cair nesses "pântanos"!

Hoje em dia, raros são os profissionais dos múltiplos sectores de actividade (engenheiros, professores, advogados, gestores, psicólogos, etc...), que não apresentam elevados índices de precariedade, e repare, não é por isso que deixam a defesa dos seus interesses para segundo plano! A ser assim, os país seria um mar de silêncio a temer pela insegurança e fulminados por receios pessoais.

Sem os famosos "precários" não havia SNS. Pense bem...
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

AmazingCounters.comVisitas ao blog Doutor Enfermeiro


tracker visitantes online


.

Novo grupo para reflexão de Enfermagem (a promessa é: o que quer que ali se escreva, chegará a "quem de direito")! 

Para que a opinião de cada um tenha uma consequência positiva! Contribuição efectiva!