domingo, dezembro 30, 2007

Após 60 anos..

Encontrei aqui, uma interessante artigo/página (da nossa história!) da Revista Hospitais Portugueses de 1948 (Pág. 43).
Deixo-vos a última frase, para aguçar a curiosidade (basta clicar para ampliar o documento):
a
"E o certo é que nunca é mal empregado o dinheiro com que se retribua o esforço, a dedicação e o sacrifício que a profissão de Enfermeiro exige."
a
Talvez seja um bom mote para uma nova, merecida e justa carreira de Enfermagem (que ainda aguardamos...), ainda que 60 anos nos separem desta afirmação!


Comments:
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
 
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
 
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
 
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
 
Caros colegas,
infelizmente alguns comentários a este post foram apagados, porque alguns comentadores que se "denominam" farmacêuticos, não sabem "ser" nem "estar".
 
Caro coleega doutorenfermeiro,
Uma vez mais um bem haja pela sua pesquisa tenaz.
Quanto aos outros, nem séculos ou milénios de história lhes serão suficientes para aprenderem o básico em sociedade: a serem educados.
Formação (dúbia, por sinal) não é (claramente) sinónimo de educação.
Que fiquem lá com o mundinho deles...e sejam felizes!
Bom Ano!
 
Foi assim mesmo, nos anos 40.
Diziam os da época que quando no HGSA os enfermeiros foram contemplados pela Mesa da Misericórdia do Porto, com 50% do vencimento passando a 600$00 mensais, foi um caso sério com os médicos que ainda labutavam na prestação quase gratuita dos hospitais das misericórdias.
Muita coisa mudou desde então, menos a mentalidade dos médicos que ainda continua parada no tempo, pensando que estão a trabalhar para misericórdias e obras de caridade.
Não são os únicos culpados, pois nos hospitais das seguradoras já não pensam assim.
Por que será?
Responda quem souber.
 
O hugo roque dá os parabéns pela "pesquisa tenaz" mas a imagem foi apenas tirada a outro blogue... Eu agradeço ter-me levado até lá, pelas páginas da história que encontrei.

Joaquim
 
Infelizmente, muitos enfermeiros, especialmente os recém formados, não fogem dos hospitais. A razão é simples:
Não conseguem lá entrar !

Quanto aos salários...por onde andam os Sindicatos?!
 
O dia mais feliz do "Dr." Enfermeiro (uau! E em apenas 3 anitos, que prodígio!) e das suas focas:

-O dia das colocações na Faculdade!

Há testemunhos fidedignos que asseguram que o mesmo foi para casa a correr, as lágrimas a escorrerem-lhe pela face, e terá dito alto e bom som:
-Mamã, papá, consegui, entrei numa Faculdade (ou lá onde aprendem "enfermagem"...) de Enfermegem, a minha 1ª opção, o meu sonho de criança tornou-se realidade, vou ser Doutor, andar de helicóptero e de ambulância, vou ser Ministro da Saúde, Presidente da República, enfim, o céu é o limite, este é o dia mais feliz da minha vida!

...
Verdadeiro ou Falso?
lolll
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

AmazingCounters.comVisitas ao blog Doutor Enfermeiro


tracker visitantes online


.

Novo grupo para reflexão de Enfermagem (a promessa é: o que quer que ali se escreva, chegará a "quem de direito")! 

Para que a opinião de cada um tenha uma consequência positiva! Contribuição efectiva!