quinta-feira, abril 10, 2008

O mundo está a ficar demasiado pequeno (The World is not Enough!)...


Lembram-se de quando diziam que havia uma carência acentuada de Enfermeiros em todo o mundo? Sirvam-se:

Os Enfermeiros recém-formados no Reino Unido trabalham com uma remuneração inferior ao salário mínimo! Alguns, por menos de 3 euros/hora!

80% dos novos Enfermeiros no Reino Unido estão desempregados!
a
Enfermeiros Finlandeses severamente afectados pelo desemprego!

Canadá: um país sem tradição de desemprego em Enfermagem e com uma profissão evoluída, foi atingida velozmente pelo desemprego! Neste momento só 54% dos Enfermeiros Canadianos têm emprego a tempo inteiro!

Enfermeiros Suecos, com remunerações baixíssimas, estão a desistir da profissão a um ritmo sem precedentes. Os empregadores reconhecem que os salários muito baixos, mas argumentam que classe de Enfermagem tem muitos profissionais e os custos finais de um possível aumento são altíssimos!

Desemprego cresce rapidamente entre os Enfermeiros Americanos! A falta de Enfermeiros nos EUA é um "mito" organizado por alguns, para fazer reduzir as remunerações dos profissionais de Enfermagem!!

Enfermeiros Americanos são mal remunerados comparativamente a outras classes. Muitos desistem, outros são substituídos por não-Enfermeiros que apenas executam técnicas básicas, aumentando vertiginosamente a morbilidade e mortalidade nos hospitais.

Todos os anos 18 mil Enfermeiros abandonam a profissão em França (maus salários e mau reconhecimento). 66% dos Enfermeiros Australianos pensam em desistir da profissão logo no primeiro ano como profissionais. 41% dos Enfermeiros nos EUA, Reino Unido, Escócia e Alemanha estão insatisfeitos com a profissão - 22% pensam seriamente em desistir da mesma no prazo de um ano!

Já diz o povo "não há fome que não dê em fartura". Perguntam alguns colegas: mas porque é que alguns desses países continuam a contratar Enfermeiros estrangeiros? Fácil. Porque oferecem condições tão miseráveis que só têm "vantagens" para profissionais oriundos de países mais pobres...

Comments:
Impressionante!
Este dr end sabe tudo!
Gostei do post... abre olhos!!
 
Pois é! Dá para reflectir...

Eu confesso que sou um dos que tem vindo a equacionar uma eventual saída da Enfermagem.

E brevemente terei reunido as condições necessárias (académicas) para o fazer se esse momento chegar... por muito que me custe.

Os Ventos não são favoráveis à Enfermagem, e quer se queira, quer não, a CULPA É DA ACTUAL BASTONÁRIA.

Foi neste BLOG que encontrei colegas, que tal como eu não concordam com o actual estado em que a enfermagem está.

Talvez tenha sido por isso que para já adiei decisão da minha saída desta NOBRE profissão.

Penso Dr. Enfermeiro que você fará toda a diferença...

Dr. Enfermeiro a ENFERMAGEM PORTUGUESA CONTA CONSIGO.

FORÇA!! CONTINUAÇÃO DE UM BOM TRABALHO.

NEL.
 
Será que não estaremos a passar por uma fase normal no desenvolvimento duma profissão?

Muitas vezes podemos pensar que já devia estar tudo feito na enfermagem, mas não, somos uma profissão com cariz superior desde há relativamente pouco tempo.

Não poderá haver um lado positivo(à custa de muita coisa e certo) neste excesso?

Alguma vez se questionou tanto a nossa prática, as nossas estratégias, o desenvolvimento da profissão como agora?

É em tempos de guerra que a civilização mais avança em todos os aspectos, não será esta a nossa guerra e a nossa oportunidade de realmente de progredirmos?

O comodismo sempre levou à estagnação e por fim à recessão. Não terá sido isso que se passou nos últimos anos?

A história não se contabiliza em dias ou anos mas em gerações ou vidas.

Vamos ser pessimistas ou aprender algo com a fase má que estamos a passar?
 
A OE mantém a sua política de terra queimada, de conquista de Portugal pelo número de enfermrios, mas a realizar-se será pelo seu poder económico, pelos cargos políticos que ocupa e pelo reconhecimento digno que ainda não tem.
Desassossego
 
Tambêm equaciono uma eventual saída da Enfermagem, as politicas da OE colocaram a enfermagem de rastos, mas
prevejo que o pior estará para vir!
Com esta politica de produção industrial de Enfermeiros, não tardará que estaremos a substituir os auxiliares.
 
"Desemprego cresce rapidamente entre os Enfermeiros Americanos! A falta de Enfermeiros nos EUA é um "mito" organizado por alguns, para fazer reduzir as remunerações dos profissionais de Enfermagem!!"

Quê?
Então a alegada falta de enfermeiros não faria subir os salários?
Que incoerência sr enfermeiro.
 
Anónimo das 6:57

Será que você não consegue entender o que quer dizer a frase que você citou?

Então não percebe que esta é uma forma de se conseguir, através da imigração em massa de enfermeiros estrangeiros que vão em busca de salários de sonho, baixar o custo do trabalho de Enfermagem por hora quando houver excesso de oferta.
 
Não vejo incoerência nenhuma porque os empregadores sabem que há Enfermeiros para " dar e vender " ; os alunos das Escolas Superiores de Enfermagem é que são aldrabados com essa falsa informação de que " faltam Enfermeiros " , vai daí ingressam na Formação para colmatar a falsa falta...Lá como cá ..os vampiros rondam

MB
 
"Anónimo das 6:57

Será que você não consegue entender o que quer dizer a frase que você citou?

Então não percebe que esta é uma forma de se conseguir, através da imigração em massa de enfermeiros estrangeiros que vão em busca de salários de sonho, baixar o custo do trabalho de Enfermagem por hora quando houver excesso de oferta."

Não, até porque se há excesso de enfermeiros os próprios desempregados americanos acabam por trabalhar por tuta e meia à semelhança dos portugueses.
Sinceramente duvido muito desse tipo de teorias da conspiração..good God.
 
devo dizer que apesar de ser verdade, li os artigos e há um que já tem quase 10 anos.Deveremos falar nas coisas, mas actualizando-nos.peço desculpa pelo reparo, mas tinha de o fazer . No entanto acho que crise maior é a nossa, que continuamos atolhados de enfermeiros e alunos de enfermagem à pazada.
 
"Então não percebe que esta é uma forma de se conseguir, através da imigração em massa de enfermeiros estrangeiros que vão em busca de salários de sonho, baixar o custo do trabalho de Enfermagem por hora quando houver excesso de oferta."

"Não, até porque se há excesso de enfermeiros os próprios desempregados americanos acabam por trabalhar por tuta e meia à semelhança dos portugueses.
Sinceramente duvido muito desse tipo de teorias da conspiração..good God."


Acho que ambos dissemos praticamente o mesmo. A diferença é que eu não duvido tanto das "teorias da conspiração".
 
Isotretinoin 20 mgtablet is used to treat cystic acne. Clindamycin is applied to the skin or tetracycline or minocycline took orally. It belongs to the class of drugs known as retinoids. Severe acne is very difficult to treat and can cause scarring if left untreated. Online pharmacy in the USA provides the best offers and 24 hours online support.
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

AmazingCounters.comVisitas ao blog Doutor Enfermeiro


tracker visitantes online


.

Novo grupo para reflexão de Enfermagem (a promessa é: o que quer que ali se escreva, chegará a "quem de direito")! 

Para que a opinião de cada um tenha uma consequência positiva! Contribuição efectiva!