quinta-feira, maio 01, 2008

Enfermeiros envolvidos em erro médico mediático!


O Cedars-Sinai Medical Center, um dos melhores hospitais dos EUA, está a lançar neste momento uma campanha gigantesca para atrair Enfermeiros para os seus quadros.

O actor norte-americano Dennis Quaid, de 53 anos, e a esposa, Kimberly Buffington, de 35 anos estão envolvidos num dos erros médicos mais mediáticos dos EUA.


.
Os gémeos recém-nascidos do casal estiveram internados em estado grave, "depois de terem sido medicados, por erro de dois enfermeiros, com uma overdose de um agente anticoagulante, Heparina, que lhes foi ministrado numa dose mil vezes superior à prescrita".

"O estado da Califórnia condenou o Cedars-Sinai Medical Center a pagar cerca de 16 mil euros a Dennis e Kimberly. Depois de investigado o caso, o hospital foi considerado culpado por ter administrado uma dose excessiva de medicamentos nos gémeos recém-nascidos".

"Dennis Quaid terá decidido processar a empresa farmacêutica para evitar eventuais futuros erros na administração do medicamento. Ainda segundo o advogado do casal, “a Baxter está a agir de forma negligente por que um frasco de 10 miligramas é exactamente igual ao frasco de 10 mil miligramas”. Três crianças em Indiana morreram recentemente vítimas do mesmo erro".
.
Podem ver aqui a entrevista que Dennis Quaid e a esposa deram à CBS, onde afirmam que apesar toda a gente ter a percepção que "Médicos e Enfermeiros sabem o que fazem", erros acontecem e devem ser evitados.
O casal lançou uma das maiores "campanhas anti-erro médico" de sempre nos EUA!

Comments:
aqui desculpem-me mas é erro da enfermagem...

por exemplo os frascos de soro fisiológico e cloreto de potássio da Braun são bastante parecidas só mudando a cor do rotulo... no entanto ha outras marcas que a cor do rotulo é igual, e se nao estivermos realmente com a atençao que nos é exigida acontece isto...

temos o caso do lovenox (20, 40 etc) que muda a cor... amarelo, laranja, etc... e se nao mudasse? temos que estar atentos ao que administramos!
 
Pois, mas a heparina pode não ser tão linear... Em Portugal colaca-se a questão de equipas reduzidas, desmotivadas, sob stress, podendo, apesar de todo o esforço e profissionalismo, acontecer erros. E convenhamos, também outros profissionais de saúde erram, muitas vezes os enfermeiros encobrem os erros desses profissionais.
Desassossego
 
Daí que seja suficiente pagar 2,50 euros/hora a gente tão desatenta.
 
Um dia uma enfermeira chefe guardou a medicação mas cometeu um erro..colocou ampolas de bicarbonato de sódio na caixa da água destilada.
No fim de um turno da noite imensamente trabalhoso , as duas enfermeiras de serviço , preparavam a medicação às 5,30 da manhã e usaram a " água destilada " na preparação de antibióticos para 9 doentes. De repente uma delas apercebeu-se de um pormenor: as ampolas de " água destilada " tinham , contra o que era habitual , a ranhura para facilitar o quebrar da ampola...após verificação , as enfermeiras aperceberam-se a tempo que tinham feito as diluições não com água destilada mas com bicarbonato de sódio...as consequências poderiam ter sido catastróficas ... mas corrigiu-se o erro a tempo repreparando nova medicação.
De quem seria a culpa , se algo mais grave tivesse acontecido ? Se a enfermeira que guardou a medicação o fez de " ânimo " leve , as enfermeiras de serviço passaram a ter extrema atenção para evitar erros ...
É esse o busilis da questão : atenção redobrada à designação do fármaco...mesmo porque os há com rótulos idênticos e não estamos também livres de erros no acondicionamento ....
Nunca facilitar e quando surgirem dúvida mesmo na prescrição que o médico faz , não descurar e exigir o esclarecimento e a prescrição correcta e de modo inequívoco..até porque , como diz alguém : " letra de médico pode matar "
 
Para quem quiser conhecer um pouco mais do "fabuloso" sistema judicial "amaricano" e as suas incríveis decisões consultem:






http://www.stellaawards.com

Até é possível processar Deus...
 
Pois é Magistral Estratega..mas neste País a corrupção é lei e os crimes de colarinho branco , apesar da divulgação nos orgãos de comunicação social , vão ficando esquecidos e impunes..
 
Pois é os médicos vão ficando impunes, porque se encobrem e os ajudam a encobrir.
Desassossego
 
"mas neste País a corrupção é lei e os crimes de colarinho branco , apesar da divulgação nos orgãos de comunicação social , vão ficando esquecidos e impunes..." (MARGARIDA:2008)

O sque cometem esses crimes ainda são considerados de "role model"...
Os tais "homens de sucesso". Tipo: como é que x, y ou z construíram um império - aprenda com os mestres.
E há bastantes "mestres" com impérios construídos na base de muitas lágrimas, suor e talvez algum sangue... que não o deles.
 
Os médicos cometem muitos erros mas os enfermeiros também. Os nossos erros não são regra geral tão danosos como os dos médicos pois a nossa autonomia técnica é reduzida. è de prever que com uma hipotética ampliação do espectro de actos autónomos de enfermagem que se assista a um aumento de erros fatais por parte dos Enfermeiros.
 
Por isso é que não se alarga o espectro de competências. Tendo em conta a qualidade de formação em algumas se não quase todas as escolas de enfermagem, os erros seriam catastróficos para a saúde do doente.
 
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
 
É por isso que quem tem medo compra um cão.
Se não era responsabilidade que queria nunca deveria ter vindo para a Enfermagem ou para a saúde.
Vá, vamos mas é estudar mais um pouquinho. Por falar nisso, vou ter exame porra...
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

AmazingCounters.comVisitas ao blog Doutor Enfermeiro


tracker visitantes online


.

Novo grupo para reflexão de Enfermagem (a promessa é: o que quer que ali se escreva, chegará a "quem de direito")! 

Para que a opinião de cada um tenha uma consequência positiva! Contribuição efectiva!