domingo, julho 20, 2008

Abílio, o malabarista pouco imaginativo....


O Dr. Abílio Gomes, actual presidente do INEM, é amante da diplomacia mentirosa e da demagogia. Depois de ter afirmado, numa reunião com a Ordem dos Enfermeiros (OE), que a classe de Enfermagem é "uma parceira fundamental numa área em que é fundamental", vem a público debitar anormalidades: é contra a aquisição de mais meios de emergência e prefere pessoal de qualificação inferior (tradução: barato)...

Nesse mesmo encontro, a OE "sublinhou, junto do Presidente do INEM, que zelará pelo escrupuloso cumprimento dos princípios defendidos" na Tomada de Posição sobre a actuação dos Enfermeiros na Emergência Pré-hospitalar.
Agora, o Sr. presidente, esquivo e malabarista, deu uma volta de 180º, tal como se constatou numa entrevista à Antena 1.
A saber:
O três helicópteros tripulados apenas por Enfermeiros prometidos pelo ex-Ministro da Saúde, Dr. Correia de Campos, afinal... devem ficar sem efeito (ao contrário das promessas da actual Ministra!). Estão dependentes de um "estudo" que ainda não chegou, mas já apresenta conclusões óbvias. Aparentemente irreversíveis. Portugal é dos únicos países onde os resultados precedem os "estudos"...
Continuando...
As Ambulâncias SIV. O projecto está a demorar algum tempo a ser implementado a 100%. Das 42 viaturas previstas, apenas 24 estão em funcionamento... Porquê? Não é muito difícil de imaginar...
Por fim...
A jóia da coroa - os paramédicos. Totalmente desnecessários em Portugal e apenas subsistentes noutros países porque, tal como afirma a Associação de Enfermeiros de Emergência Pré-Hospitalar (APEEPH) no seu mais recente comunicado, foram criados numa conjuntura de falta de médicos e Enfermeiros (ex. EUA), o que não se verifica em Portugal...

Mas o Dr. Abílio explica melhor...

"Para tentar combater a falta de meios humanos, o responsável defende a criação de uma carreira profissional semelhante à dos paramédicos"...

"Criar uma carreira profissional que valorize a intervenção dos actuais tripulantes das ambulâncias de socorro e de emergência. Valorizá-los até que pudessem ter capacidade de actuação semelhante à dos paramédicos"...

Na presença de honestidade e brio qualitativo, os Enfermeiros são e serão sempre a melhor opção. Nem o argumento da "falta de profissionais" é válido, Dr. Abílio!
Quer a OE que a Ordem dos Médicos são contra os paramédicos. Simplesmente, não acarretam mais-valias... Para quê formar e treinar alguém a partir do zero (leigo em saúde) para determinada abrangência profissional, quando existem Enfermeiros disponíveis e com competências preferíveis? (Mesmo que os Enfermeiros recém-chegados ao mercado não desejem enveredar pela referida carreira, poderia dar-se uma migração vantajosa de Enfermeiros com experiência relevante na área, deixando lugares para o devido preenchimento no local de origem e/ou continuando, em simultâneo, com o regime de acumulação nos casos preferenciais, com a respectiva supressão da necessidade de cuidados nos respectivos)
Até dá vontade de rir...


Numa suposição, cabendo ao INEM fornecer o respectivo refresh e upgrade formativo (que vai assentar na formação base) aos Enfermeiros interessados, qual a vantagem (além da orçamental...) em criar paramédicos?


Comments:
Os paramédicos são anedota...


JCN
 
Para quê formar médicos a partir do zero se temos enfermeiros no desemprego? Para quê formar farmacêuticos a partir do zero se temos enfermeiros no desemprego? Para quê formar técnicos de diagnostico e terapêutica a partir do zero se temos enfermeiros no desemprego? Para quê formarmos dentistas a partir do zero se temos enfermeiros no desemprego? Para que formarmos TAE a partir do zero se temos enfermeiros no desemprego? Para quê formarmos paramédicos a partir do zero se temos enfermeiros no desemprego? Para quê formarmos enfermeiros a partir do zero se temos enfermeiros no desemprego?

Acho o argumento estúpido, mas nada invalida que possamos aceder ao dito curso para paramédico...
 
Eh colega, são argumentos diferentes.
É que a formaçao de paramédico tem cabimento dentro da carreira de enfermagem, os dentistas não, os farmacêuticos não...

A bem dizer, e penso que está beme xplícito no post, os paramédicos são uma alternativa barata e pouco qualificada aos enfermeiros....

A américa têm-nos pois a falta de enfermeiros não permite que estejam muitos na "rua"....
 
Se analisarmos o problema a fundo, não há uma ÚNICA vantagem!
 
Claro que há, é dar competências médicas a paramédicos. A meu ver, segundo alguns interesses, podia haver alguns distúrbios se fossem dadas competências mais médicas a enfermeiros.
 
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
 
"Claro que há, é dar competências médicas a paramédicos. A meu ver, segundo alguns interesses, podia haver alguns distúrbios se fossem dadas competências mais médicas a enfermeiros."


??????
Não vejo vantagens!
 
A vantagem é de não ver enfermeiros a usurpar os merdicos.
 
Como se disse, a grande vantagem é colocar nas mãos de inábeis (os TAE) competências médicas sem que isso constitua uma ameaça para estes. Já viram o que seria munir os enfermeiros de certas competências tradicionalmente detidas pelos médicos e constatar que os primeiros as executavam de uma forma mais eficaz do que os seus habituais detentores? Pra impedir essa hipotética situação vexatória para os médicos mais vale entregar esse papel a quem certamente nunca irá tirar o brilho doutoral a certos caciques da saúde.
 
uma palhaçada é o que eu digo disto tudo! mas é bom que se pense nisto, porque com a meia duzia de enfermeiros, e alunos de enfermagem junto ao ministério, é porque até não estamos tão mal!

E é uma ideia que se os paramédicos forem para avançar porque não tirar o curso de paramédico? enfermeiro-paramédico é complicado este embroglio

E afinal não estamos tão mal de emprego visto que tenho um colega que mal acabou o curso teve logo propostas de vários sitios (e nem se tinha inscrito na ordem! e foi ganhar 2000 euros para espanha!) por isso prevejo um bom futuro para mim...e se alguem disser o contrário, esse alguem é um destruidor de sonhos! hehehehe
 
uma pergunta ao Dr. Enfermeiro

é Enfermeiro na VMER ou SIV? pergunto apenas por mera curiosidade... 2 posts consecutivos relacionados com o pré-hospitalar com tantos outros problemas para falar...
 
;)
 
se for de borla voçes fazem pré-hospitalar????????

Como sempre foi e nunca vi a ordem dos enfermeiros ou sindicatos a defender a entrada de enferemiros nas ambulâncias, há já me esquecia, éra de BORLA, mas agora que dá dinheiro ai estão eles os verdadeiros e muito sapientes enfermeiros.

LOLOLOLOLOL
 
Com a apetência que as escolas de enfermagem têm por questões económicas, leia-se lucro sem olhar a meios, já estou a imaginar a abertura de cursos de paramédicos em tudo o que é escola e a opoiarem esta tes do Abílio.
Não é isso que estão a fazer defendendo a saída pelo 1º ciclo, para ganharem mais algum com os mestrados?
Vamos a ver como é fica!
 
Ao colega das 5:46 pm...
terminei o curso no dia 3 de julho d 2008... fui à manifestação a Lx lutar pelos meus direitos e sabem k mais vou começar a trabalhar dia 16 na minha área de residência... Coimbra! os colegas k tão no desemprego lamentam-se... e eu pergunto, foram lutar pelos vossos direitos a lisboa? não! eu fui e tenho emprego... coincidência!
 
Ao colega lá de cima (ao que escreveu que não é preciso istyo porque afinal existe aquilo e não sei quê...),
Quem acha o seu argumento um NÃO ARGUMENTO sou eu (e não serei o único certamente...).
Eu atrever-me-ia a escrever: para quê "paramédicos" se temos advogados, engenheiros, tae, tas, bombeiros, pedreiros, canalizadores, assistentes sociais, sociólogos, professores disto e daquilo, etc coisa e tal...

Afinal, TEMOS A SOLUÇÃO para as maleitas.
 
ANONIMO DAS 11:51..... ISSO É CUNHA....
 
Grande cunha aliás!

Tendo em conta que não abriu nenhum concurso aqui por Coimbra!
 
saó demasiado caros par o que fazem
 
O problema é que lá fora os enfermeiros não tem metade das competencias que o enfermeiro em Portugal tem.Talvez por isso criar uma licenciatura em Paramédico para o pré-hospitalar não seja uma prioridade para Portugal.
NO ENTANTO, ressalvo que para isso o curso de enfermagem deve ser tambem alterado e incluir areas tão simples quanto SBV, e claro tambem SAV.Porque existem cadeiras que estão desactualizadas para o enfermeiro no intra-hospitalar, e NÃO EXISTEM cadeiras vocacionadas para o pré-hospitalar.
E na minha óptica o Enfermeiro deveria ter formação especifica para poder operar em ambulancia, vmer,siv e CODU.AÍ teriamos um profissional dedicado em exclusivo ao pré-hospitalar com competencias adquiridas que iriam fazer a diferença, porqu no actual estado das coisas, da forma como estão a aproveitar os enfermeiros no pré-hospitalar mais vale ficarem em casa a fazer croché.Nas vmer's apenas um restrito grupo de enfermeiros é que entra lá, nos codus tambem os próprios enfermeiros siv, são colocados á margem pelos proprios colegas de classe e isso acaba por se reflectir no seu rendimento.O Enfermeiro siv deveria ter a possibilidade de fazer codu, mas isso nao se ve, deveria ter a possibilidade de ganhar experiaencia, mas como o enfermeiro que está no codu ganha 15€ á hora, é apenas lugar para os enfermeiros que fazem vmer e que tem as cunhas todas...
Isto é o panorama geral do pré-hospitalar...
Se calhar com um paramédico não tinhamos o problema das cunhas 4 amigos a funcionar e toda a gente já fazia tudo com claros beneficios para a população
 
o enf que faz vmer recebe cerca de 74€ ao dia... enquanto que um simples TAS ou Operador do codu nao tira mais que 37 ou 34€ por dia!!

Paramedicos nao sao necessarios quando se tem uma instituição como o INEM que corta os "pés" a quem quer fazer emergencia medica...

Em relaçao as disciplinas estarem desactualizadas, creio que agora com bolonha, irá existir uma maior uniformização dos conteudos leccionados em todas as universidades para melhoria do ensino, contudo "remato" com...

nem todos somos enfermeiros de excelencia, cada 1 de nos tem as suas aptidoes!
 
Depende da VMER. Há enfermeiros que tiram 160-200 euros por turno.
 
Lamento tamanha estupidez, srs. enfermeiros rercordam alguns ano atrás em que quem formava medico e enfermeiros no INEM eram Paramedicos portugueses formados nos EUA, e recordam que foram TAEM que formaram medicos e enfermeiros?
Mais, o lugar do enfermeirame é mesmo no hospital! A lavar doentes, e posiciona-los... deixem de ser "chulos" do sistema, os TA´s fazem o vosse serviço, de borla e melhor, aliás em nenhum pais se vê "VMER`S", com enfermeiros...
Deixem os TA´s fazer o que amam, ocupem os vossos lugares no intrahospitalar, todos querem fazer VMER, se for preciso transferir um doente os sr´s enfermeiros enjoam de andar de ambulancia!!!! tenham vergonha!
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

AmazingCounters.comVisitas ao blog Doutor Enfermeiro


tracker visitantes online


.

Novo grupo para reflexão de Enfermagem (a promessa é: o que quer que ali se escreva, chegará a "quem de direito")! 

Para que a opinião de cada um tenha uma consequência positiva! Contribuição efectiva!