quinta-feira, agosto 21, 2008

O "doente" que ensinou Enfermeiros e Médicos...

"Para o homem, apenas há três acontecimentos: nascer, viver e morrer. Ele não sente o nascer, sofre ao morrer e esquece-se de viver"

- Jean de La Bruyère -
.
Randy Pausch era professor na Carnegie Mellon University. Foi-lhe diagnosticado um cancro no pâncreas, sem possibilidades de tratamento ou recuperação, com metastização generalizada - fase terminal.
A equipa médica deu-lhe, de forma inequívoca, a aterradora notícia - teria 3 a 6 meses de "boa saúde" até iniciar "a linha descendente". Rumo: morte. A forma como este professor encarou o desenrolar dos acontecimentos surpreendeu os profissionais de saúde.
Randy Pausch encarou o cenário de uma forma imprevista - aproveitou o tempo remanescente para viver a vida. Mas não só. Quis deixar o seu testemunho e ensinar quem quis aprender, como é que a morte ensina a viver a vida. A sua "última lição" na universidade (fez questão de mostrar a TAC a todos os presentes) é um dos vídeos mais vistos do youtube com mais de 6,5 milhões de visionamentos .
Faleceu a 25 de Julho de 2008. Sempre feliz e de sorriso nos lábios.
Um case study para Enfermeiros e Médicos. Uma lição de vida para todos nós.
O seguinte vídeo dura cerca de um hora. Um investimento temporal que vale bem a pena. Sem dúvida.


Comments:
Comovente. Uma VERDADEIRA lição de vida!
 
Há pessoas com muita força interior...
 
Ao CIRURGIAO DA NAIFA, nao deve ter ensinado, nem inspirado coisa alguma... Pois, com o seu pequeno cerebro, toldado pelo modelo biomédico, nao tem alcançe nem sensibilidade para estas grandes liçoes... é natural... não é um Sr Enfermeiro...
 
A morte é efectivamente um fenómeno que excede os limites biológicos da vida, implicando considerar uma problemática muito mais vasta em que os aspectos psicológicos, sociais, culturais e espirituais fazem com que cada narrativa se inscreva numa biografia de vida única e com sentidos especiais para cada pessoa. Um verdadeiro desafio para quem acompanha a pessoa em fim de vida, seja familiar ou seja profissional, como nós, enfermeiros.

A mensagem do video é reveladora da grande preocupação com os que ficam e pena de não os continuar a acompanhar - pessoalmente é também o que mais me preocupa.
O video revela também algo que valorizo muito e que é a possibilidade de manter o controle emocionalmente equilibrado sobre a vida até ao fim, conhecendo a situação e podendo optar por utilizar o tempo remanescente como se entender, sem que sejam os outros a decidir.


Vanda

PS
Já agora sugiro outra das muitas palestras de Randy Pausch que é sobre a gestão do tempo (time management).
 
Quem presta cuidados a doentes em fase terminal tem que compreender as várias fases por que o doente passa.
Numa fase inicial a RECUSA e a REVOLTA é normal, mas diáriamente deparo-me com profissionais de saúde que, perante determinados comportamentos, rotulam esses doentes de arrogantes e mal educados.
Não culpo esses Colegas...Os verdadeiros culpados são as entidades formadoras, as nossas "escolinhas".

Na vossa formação académica esta temática foi abordada? Quantas aulas foram dedicadas para este tema?

PlanetaM
 
Quem vem para enfermagem deve ser prevenido que esta é uma profissão cuja especificidade faz com que a formação ao longo da vida seja, não uma escolha, mas um dever moral do enfermeiro. Penso que isto é consensual.

O título profissional não devería sequer se vitalício, visto que, se a pessoa não for demonstrando que vai estando apta para o desempenho conforme as exigências vão sendo diferentes, pois não deveria poder continuar a exercer a profissão.

A actualização de conhecimentos não deve ser uma opção e nem sequer é responsabilidade de entidades formadoras.

Quero com isto dizer que, sim, a formação académica é importante mas, nem é tudo o que faz de nós bons profissionais, nem é o único recurso (formativo) que temos. Há formação pós-graduada de qualidade em muitas áreas, há recursos na internet praticamente ilimitados, há imensa literatura "obrigatória" que pode ser adquirida ou consultada em qualquer biblioteca, enfim...

Penso que devemos fazer um "mea culpa" em muitos casos e não é aceitável continuarmos a atribuir, sistemáticamente, as nossas insuficiências aos outros.


Vanda
 
Espectacular.
Alguem que soube viver valorizando qualidades.
 
Uma grande lição de vida!

Fantástico... fez-me pensar sobre o rumo da minha própria vida...
 
Breves considerações:
Para espanto de muitos, já conhecia esta história há algum tempo... (programa da Oprah – Sic Mulher). E não se iludam: em Portugal, nem profissionais (médicos, enfermeiros...) nem utentes, estão perto de atingir este nível de “controle emocionalmente equilibrado sobre a vida até ao fim”.
A Universidade em questão é a Carnegie Mellon (só um “g”), e o paciente fez uma “Whipple Operation“.
O Dr. Enf. fala em imagens de TAC... Quem visitar o site de Randy Pausch (http://download.srv.cs.cmu.edu/~pausch/) vai ouvir falar em PET scan (tomografia por emissão de positrões)! Em Portugal não há muitos aparelhinhos destes...
Duvido que a maioria das pessoas que visitam este espaço tenham visualizado o vídeo até ao final. No YouTube há versões bem mais curtas e sem prejuízo da mensagem que se pretende divulgar.

Saudações,
Sr. Dr. Cirurgião da Naifa.
(Dr. Enf. rumo ao milhão de visitas)
(http://blogoperatorio.blogsome.com/)
 
Bom post.
 
"Para espanto de muitos, já conhecia esta história há algum tempo... (programa da Oprah – Sic Mulher)".

Para seu espanto, eu também. Nem precisei de recorrer à SIC Mulher, bastou a Revista Sábado.


"E não se iludam: em Portugal, nem profissionais (médicos, enfermeiros...) nem utentes, estão perto de atingir este nível de “controle emocionalmente equilibrado sobre a vida até ao fim”."

Portanto, é um "controlo" made in USA, certo? Sem posssibilidade de ser reproduzido por um português, certo?
Sabe, eu até conheço e conheci alguns, embora e infelizmente, não proferiam qualquer "lecture".


"O Dr. Enf. fala em imagens de TAC... Quem visitar o site de Randy Pausch (http://download.srv.cs.cmu.edu/~pausch/) vai ouvir falar em PET scan"

Pelos vistos nem o senhor. Se vir o vídeo "Last Lecture", verá que a imagiologia apresentada provém de um CAT-Scan (Computerized Axial Tomography), ou seja, uma TAC. Provavelmente terá feito uma PET como MAD, mas também não foi isso que escrevi, pois não?



"Duvido que a maioria das pessoas que visitam este espaço tenham visualizado o vídeo até ao final"

Pelos vistos nem o senhor.


"No YouTube há versões bem mais curtas e sem prejuízo da mensagem que se pretende divulgar

Como desejar. Eu também poderia ler apenas um dos seus comentários, ao invés de ler vários, sem qualquer prejuízo da mensagem. Aliás, mesmo não lendo nenhum.
 
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
 
Este enfermeiro que é dr, criou um espaço público de discussão e profere opiniões dado ao direito à liberdade de expressão proclamado na Declaração Universal dos Direitos do Homem, de 10 Dezembro de 1948.

Nao sendo enfermeira e muito menos médica, acompaho o blog porque, pessoalmente, admiro a forma literária aqui expressa para opinar sobre os mais variados assuntos alguns, inclusivé, de cariz científico.

Gostei do filme. Numa outra circustância em que por aqui passei, pude assistir até ao fim. Aquilo que o sr professor universitário quis ensinar é o que falta na nossa sociedade: valorizar e aproveitar qualidades humanas de outrém é uma forma eficaz de convivência humana e relevante para a eficiência de qualquer processo laboral.
 
Também gosto muito do estilo literário do autor do blog, prende a leitura dos artigos.
 
Olá. Muito teria para escrever sobre o acompanhamento no fim de vida, estou a fazer investigação sobre este assunto...mas hoje não o posso fazer, ficará para uma altura que este seja o tema central!
Aproveito para informar que algumas "escolinhas" já fazem formação sobre Cuidados Paliativos, sim!!!...E desde 1999. Este é nome da filosofia de cuidados a prestar ao doente em fim de vida e sua família.Infelizmente são poucas as escolas. Investem na formação pós-graduada (que dá mais dinheiro), mas ao nível pré-graduado ainda são poucas, oxalá este meu post tenha consequências futuras a esse nível.
Sobre Randy Pausch, do qual recebemos uma lição sobre espiritualidade e sentido na vida e muito mais, o que é dificil explicar em 2 ou 3 frases, gostaria de vos sugerir o livro que vou levar para férias «A última aula» do próprio Randy Pausch (ed Presença)
Um abraço. PS
 
Depois de ver este vídeo (até ao final), as lágrimas corriam-me pela face.
Mais uma vez, parabéns ao Dr. Enfermeiro, por nos ter brindado com este delicioso tema.
Gostei da resposta ao Cirurgião da Naifa.
Há muito tempo que ele vem cá meter a colherzinha, que já merecia um raspanete.
Só me pergunto: porquê tanta demora Doutor Enfermeiro?
Àh, e o “g” já está devidamente corrigido, Senhor Naifas.

ENFERMAGEM: sem dúvida a melhor profissão do mundo!
 
Caro Colega PS, no meu Post quando me referi às "escolinhas" não era no sentido depreciativo.
O que pretendia era alertar os directores(as)das Escolas de Enfermagem, que porventura se digam a consultar este blog,para a necessidade de desenvolver um bom plano de estudos no ensino pré-graduado sobre a temática "Fim de Vida" e "Cuidados Paliativos/Continuados".

Referiu que estava a desenvolver um trabalho de investigação nesta área; Será que pode disponibilizar o seu trabalho?
O Dr. Enfermeiro poderia colocar um Link no Blog com o seu trabalho.

Seria útil e pertinente para todos nós...UMA FORMA DE DEMONSTRAR A NOSSA UNIÃO É ATRAVÉS DA PARTILHA DO «SABER»...Pense nisso.

PlanetaM
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

AmazingCounters.comVisitas ao blog Doutor Enfermeiro


tracker visitantes online


.

Novo grupo para reflexão de Enfermagem (a promessa é: o que quer que ali se escreva, chegará a "quem de direito")! 

Para que a opinião de cada um tenha uma consequência positiva! Contribuição efectiva!