sexta-feira, outubro 31, 2008

Hospital vende motas?


O Centro Hospitalar Cova da Beira (CHCB) não tem dinheiro para pagar aos Enfermeiros.
.
O CHCB fomenta o clima do medo entre os profissionais de Enfermagem.

O CHCB vai comprar motas (!) para vender aos seus funcionários, servindo de intermediário(!), com o objectivo de lucrar uns euros.

O CHCB vende lugares de estacionamento a 10 euros!

O CHCB coloca Enfermeiros a coordenar serviços e não lhes confere uma retribuição remuneratória, nem providencia concursos para Enfermeiro-Chefe!

O CHCB deixa alguns serviços sofrer as agruras do frio de Inverno e do calor de Verão - não providencia sistemas de arrefecimento/refrigeração!

O nosso "colega" (será legítimo tratá-lo assim?), actual Enfermeiro-Director do CHCB (ver foto), responde pelo nome de João José Carvalhão Ramalhinho. É tido como uma das "inserções profissionais de sucesso" da Escola Superior de Saúde Dr Lopes Dias (Castelo Branco). É secretário da Mesa da Assembleia Regional da Secção Regional do Centro da Ordem dos Enfermeiros (irónico não? - comete atrocidades contra a sua própria classe e depois... pertence à entidade que supostamente deveria regular e zelar pela respectiva dignidade profissional). At last but not the least, deixa os Enfermeiros serem explorados!

Para que saibam, enquanto deixa os Enfermeiros do CHCB serem "roubados", o Enf. JJ Carvalhão Ramalhinho auferiu, em 2007, o seguinte salário:

Salário Base - 3.719,08 euros + Despesas representação - 1.115,72 euros = 4.834,80 euros mensais, o que representa um redimento anual de mais de 65 mil euros!
.
P.s. - Nota: não será, certamente, exagerado o salário do Enfermeiro-Director, os restantes profissionais de Enfermagem é que são muito mal remunerados (muitas vezes com a cumplicidade da respectiva Direcção de Enfermagem). A título de exemplo, a Enf. Cristina Sales Gomes (Enf-Directora do Centro Hospitalar do Alto Minho - CHAM), auferiu, em 2007, mais de 65 mil euros anuais... ou então o Enf-Director do Hospital Santa Marta (Enf. José Guerrinha), quase 75 mil euros/ano. Dois exemplos. Haverá muitos outros...

Comments:
São isto as EPEs, meus caros Srs. E desconfio que não serão diferentes as suas congéneres espalhadas pelo país.

Grande Enfermagem!! Sempre a crescer!
 
Apanha que é ladrão
 
O problema é quem nos representa está para encher os bolsos e não para nos efender...
desassossego
 
Eu tenho dito.... Se os enfermeiros estiverem a beira do abismo não precisamos que alguem empurre....entre nos a coisa faz-se mais depressa!
 
quando a nossa ordem emitiu um comunicado proibitivo para os enfermeiros exercerem acupuntura, na semana seguinte a ordem dos médicos afirmou ser uma mais valia para a excelência do exercício profissional médico (e de facto é, óptimo para todos os profissionais de saúde, o utente agradece).

na mesma ordem de ideias, está a questão dsa vagas de acesso a enfermagem, o número exagerado de escolas e afins. professores sem qualidade (tanto os profs enfermeiros como médicos e pseudo psicólogos, etc)

Será isto negócio?!

A nossa OE, parece comprada, pela corja de políticos que subsiste no nosso país, não para estagnar a enfermagem, mas principalmente, para fortalecer as outras Ordens/classes/profissões...
 
O DE disse: "O CHCB deixa alguns serviços sofrer as agruras do frio de Inverno e do calor de Verão - não providencia sistemas de arrefecimento/refrigeração!"

No Centro Hospitalar do Alto Minho, mais precisamente no serviço de Urgência do Hospital de Ponte de Lima, passa-se exactamente a mesma coisa.
 
Este é o hospital em que ate ao 2º piso existe ar condicionado (administração fica no 0).
Os enfermeiros de alguns serviços (sim so de alguns) não podem fazer tarde noite.
Com politicas assimetricas de serviço para serviço, dependendo do responsavel do serviço.
Existe sistema informatico de registos de enfermagem mas não existem PC para todos os profissionais, mas esta a ser pensado em destribuir pc para os doentes internados!!!!
Isto é o interior profundos nas mentalidades dos gestores de topo e dos seus compinchas.


mas menos mal vai haver motas para todos pagas pelo vencimento de cada um.

Estaremos a falar de um centro Hospitalar ou de uma empresa de revenda.

Não percam as proximas vendas, capacetes e fatos de agua, by CHCB
 
ULSM, EPE
Caros colegas, é assim como já se referiu as EPE no seu mais puro...
Na UNIDADE LOCAL DE SAÚDE DE MATOSINHOS, EPE, também a nova administração comprou uma frota nova de automóveis para a administração... Quando digo frota leia-se, pelo menos (ou melhor que se vejam)5 carros. A saber 3 Citroen C5, e 2 Passat. Agora façam as contas meus amigos...
Quando digo que são pelo menos 5 carros, estes são os que são vistos no parque da administração, eles bem tentaram não dar nas vistas. Mudaram os lugares de estacionamento de junto da entrada do pessoal para uma zona coberta, para não dfar muito nas vistas os novos carros com matriculas seguidas..
Mas há mais...
Aguardem que vai haver mais...
 
São as entradas veladas, são os salários milionários, dá a sensação que aquele hospital é um feudo absolutista! Pelo amor de Deus....quanta corrupção aguenta este país!?

Nesse hospital é política a política do encoberto. Das entradas sem mérito, basta ver este ano, já vamos com duas entradas de protegidos e protegidas.Enfim, vidas de miséria.
 
Ola!
Já que se está a falar deste assunto, eu tambem tenho algo para dizer...há muita gente que tem muito para dizer de esse enfermeiro de quem se fala no blog.
Havia um grande grupo de enfermeiras (e medicos) provenientes de outros países que, de um dia para o outro, desapareceram. Muita gente ainda deve estar a pensar no que é se passou com elas. Foram embora? Mas por que?
Basta apenas ser um bocado observador para dar conta que a mudança do Chefe de Enfermagem teve muito que ver. Parece que a xenofobia contagiou alguns grupos específicos desse hospital.
Quando o Senhor Ramalhinho entrou, impôs-se a dictadura do medo. Mas tanto tanto medo que começaram os castigos e as ameaças, por exemplo, levar a uma colega nossa da cardiología (uma espanhola) a uma das enfermarias de medicina interna e ser ameaçada com o seu transferência acusando-a por não conseguir ter a boca calada (com termos como "sentes este cheirinho? Pois ou te calas ou vais sentir isto todos os dias"). E os castigos. O mesmo castigo para um alcoólico, bêbedo nas horas de serviço (tanto que ate teve de ser levado à urgência, por várias vezes, pelos seu colegas durante o seu turno); como para uma cleptomaníaca apanhada e flagrante, como para uma enfermeira espanhola cujo único crime foi deixar-se dormir uma manha e chegar 2 horas tarde a trabalhar. Uma Injustiça.
E isso não é tudo, tenho a certeza que se perguntamos a qualquer enfermeiro,e não só, perguntando a qualquer trabalhador do hospital, teria uma queixa para dizer sobre a direcção, isso sim, sempre que não tivesse medo das represálias.
 
Parabens Sr Ramalhinho e amigos (familia directa incluida que estão a ser alimentadas pelo dinheiro dos contribuintes, uma vez que este Hospital feudal da guarida ha familia). Sera que ainda recorda os tempos de sindicalista???!!!

devem de ter sido memorias ja recalcadas com €€€€€€€€....

Com pessoas assim a saude caminha a passos largos para o seu velorio.
 
Saudações cordiais,
Meus amigos isto realmente deixa-me um pouco, como dizer, irado, ou talvez, enervado? Descompensado é mais "in", certo? Não isto deixa-me mesmo fudi...
Mas que porra é esta? Meia dúzia de lacaios a mamar à grande e à portuguesa (porque na frança, mais cedo ou mais tarde as cabeças rolam...) enquanto a grande maioria mama na teta seca da vaca enfezada?
Como é? A maleita vem de onde menos se espera? Ou será que não?
Conheço algumas das caras que fazem parte da mesa da assembleia mas, esse Ramalho não conheço (e ainda bem - a julgar pelo que aqui se escreve). Então e os sindicatos não apertam os calos aos meninos? Não? Então e um "movimento cívico" de revolta pelas injustiças cometidas? E quem avalia esse e outros directores? E que tal um pouco de democracia, pelo voto anónimo?
A revisão da carreira? Meus caros, por "essa elite" nem uma palha.
Continuarei atento às ofertas. Por acso até estou a precisar de uma coisita: QUE ME PAGUEM COMO LICENCIADO, PORRA.
 
com gente desta como directores como responsáveis da ordem ,colegas estes é que são os nossos amigos que vendem a profissão ao diabo não há quem nos defenda e olhem que somos atacados de todos os lados.

mais uma vez o dr enf está de parabens .

No passado o enfer. director tinha "PESO" era respeitado pois era um membro do conselho de administração.Hoje é um lambe botas.onde está o prestigio do chefe do supervisor?como conseguem resolver problemas nesta cadeia hierarquica .FLOR
 
sinceramente este é o nosso País.....
 
Os enfermeiros são sem dúvida uma classe profissional muito unida!
 
Kum Katano...
Gato escondido com o rabo de fora!!!
 
fico muito contente com estas informações. afinal há esperança de num hipotético futuro eu ocupar um lugar semelhante
 
Não é meu costume entrar neste clima de crítica fácil e maledicência...mas na verdade não resisto, porque conheço bem a realidade e o Sr Enfermeiro em causa...não convém pormenores...pois claro! neste caso é-me absolutamente necessário o anonimato, porque todos conhecem as represálias e o efeito 'borboleta'.
Quanto ao vencimento do Sr, não teria nada a opor, pela responsabilidade que tal cargo significa e obriga, seria dinheiro muito bem empregue se existisse verticalidade, principios e valores de protecção da Enfermagem. Mas não...pertença ou não àquele hospital, percebi muito cedo o clima de medo, de exercício de uma espécie de ditadura sem 'jeito' porque nem se percebem quais são as ordens ditadas, é exercício puro e duro do poder, pelo prazer que ele dá, pelo egocentrismo e etnocentrismo em que sempre se enquadrou; a falta de valores, de substância e de conhecimento do que é verdadeiramente a enfermagem é constrangedora, é pobre de ideias e tem mau interior, é vingativo; Intelectualmente é muito fraquinho, valha-nos Deus!
Quantos exemplos de gente magoada e silenciada, e de tantas histórias mal conduzidas, os protegidos saiem sempre bem, o resto é ruído que ele abafa. Faz admissões de recém-licenciados medíocres, e rejeita os que se distinguiram...
Já agora...existe na Beira Interior um grupo de ex-sindicalistas, a que ele pertence, agora todos da Ordem, e que bem mal a representam, é por causa deles que muitos estão contra a OE, se os subsituissem tb seria uma excelente ideia!!!
Não gosto de dizer mal de outrem, mas neste caso, tenho de o fazer, para bem da comunidade e da classe. Oxalá quem dirige aquela casa (CHCB) tão acolhedoramente situada no sopé da grandiosa Serra da Estrela perceba, de uma vez por todas, que a Enfermagem precisa de outro representante e dirigente.
Bastava sentir este descontentamento para, se estivesse no lugar dele, para me demitir de imediato, por coerência e por respeito em relação a quem representa.
A história das 'motas' só pode ser a brincar, mas é dia 1 de Abril ou de Novembro??!! e qual é a sua cilindrada?
 
Motas?
Eu propunha que comprassem uma mula para as deslocações da vossa bastonária. Ou talvez um camelo, para ela se sentir mais segura entre as bossas.
Os ordenados dos membros dos CA há muito que causam prurido atrás da orelha a muita gente. Os dos enfermeiros directores não são excepção. Diz-se que são adequados ao cargo...
Não brinquem com o povo! Que fazem eles a mais que as pessoas que todos os dias lidam com os doentes?
Outra coisa que me intriga bastante são os enfermeiros supervisores. Alguém me explica para que servem? Será que vocês precisam de ser “supervisionados” por alguém? Ou será que é mais um tacho?

Saudações médicas,
Ex.mo Digníssimo Senhor Doutor Cirurgião da Naifa





P.S.: Se bem me lembro, o apelido do Enf. Director do H. Santa Marta é “GUENRINHA”. Certo?
 
Estes casos deveriam ser denunciados á imprensa e meios e TV´s.

O mais grave, é que são elementos da OE, que preconizam esses maus tratos. Concordo com o DE.

Sugiro todos que leiam este post, que enviem o mesmo para o mail da OE e Secção Regional do Centro da Ordem dos Enfermeiros.

Mais casos há de enfermeiros que ocupam cargos na OE e que tomam uma postura enquanto elementos da OE, mas quando ocupam lugares de chefia nos hospitais EPE´s, adoptam medidas antagónicas, massacrando os próprios colegas.

Para darem a uns, tem de tirar a Outros...

Para o seu quinhão ser maior, o dos outros tem de ser o menor....

PS: o Cirurgião da Naifa cada vez está mais afiado para a nossa bastão.
 
Parabéns Sr. Enfermeiro Director Ramalhinho!
Algum dia se ía acabar por descobrir... Não sei se vai continuar a conseguir fugir com o rabo á seringa!
E qual vir falar aqui um bocadinho sobre o concurso (outubro/2008) para admissão de Enfermeiros no CHCB?
A corrupção é tanta que se dão ao luxo de preencher as vagas do concurso, mesmo antes de este acabar.
A próxima vez que quiser fomentar a sua politica de medo no hospital pense duas vezes... usar palavras como "direitos", "honestidade" ou "cuidados de excelência" não fazem sentido vindas de si.

Uma mensagem para os Enfermeiros/as do CHCB: falar nas costas não chega... abram os olhos!
 
Concurso? Qual concurso? Esses lugares foram ocupados por duas enfermeiras medíocres. Uma delas recém licenciada....vamos investigar? Não vale a pena, é um mar de ilegalidades.
 
Trabalho no CHCBeira e de facto o ambiente é de medo, receio. Soube à pouco que, depois do SEP lançar ontem uma nota à Comunicação Social (e muito bem, só diz verdades: www.sep.org)o Sr. Enf.º Ramalhinho e o Director do Hospital telefonaram aos Dirigentes e Delegados Sindicais do SEP na Instituição ... independentemente do conteúdo da conversa ... só o acto em si, visa COAGIR, AMEDRONTAR os nossos colegas do Sindicato...Não me identifico aqui, agora, mas só por enquanto. O nosso Enf.º Director é capaz de tudo. Mas Ó COLEGAS DO CHCBEIRA ISTO TEM QUE ACABAR. ISTO NÃO PODE CONTINUAR. Os mais novos que estamos em CIT Sem Termo (e os que são funcionários públicos), não nos podem despedir. O enf Ramalhinho ajudou-me agora a decidir sindicalizar-me no SEP. Ao "amedrontar" os colegas mais ligados ao sindicato o que pretende? não será para lhes dar força. Quer que eles desanimem e se desliguem ...não quer colegas activos do SEP cá dentro ...ele, que já foi, segundo dizem e quando era enf. graduado,dirigente do SEP nos finais de 80.
Tudo isto e o que estamos cá a viver fez-me "clic" sobre a importância de termos colegas do sindicato no hospital. TEMOS DE DAR FORÇA A ESTES COLEGAS...ELES NÃO PODEM DESISTIR. Isso é o que ele quer. Vou-me sindicalizar e vou ajudar estes colegas, o sindicato ... tou farto da merda deste ambiente que todos comentam à "chucha calada". Vamos começar a falar alto...somos mais de 400 ... isto não funciona sem nós.
 
quanto mais se baixarem mas no rabo levam este amigo de cima tem razao sem os enf isso nao anda nem as motas
 
sera que o os homens fortes do governo nao vem em isto no magalhaes e sera q o o dr joao sabe disto tudo?????????????????
 
ela e ele sao donos disso tudo ele o ditador e ela a BURRA com as orelhas bem grandes so da valor a quem faz merda a tras de merda quem ganha com isto

os homens da gracha vendem muito
 
ÁI TO JOÃO TO JOÃO
 
O TO JOAO MEU MAROTO TU GANHAVAS TAMTO E NUMCA ME DISSESTE NADA MAROTO
 
Divulguem esta pagina e vao ver este e o jornal do futuro se divulgarem sabem os homens do poder nao a ve em isso so la vai com mao pesada
 
alertaram-me para este tema neste blog e vim cá. Sou médico do CHCB e os vossos colegas têm toda a razão. Nós médicos, também os mais novos, sentimos esse ambiente de medo ... mas isto é uma complicação fruto do amiguismo ...desde que nós continuemos a fazer muitas intervenções e consultas ...os indicadores do hospital são bons. é o que interessa ao MS. depois há esta coisa da polítiquisse em que o presidente joão casteleiro e o sócrates são de cá da covilhã tal como o lambe botas do vosso enf director...é pouco, mas tou solidário com os enfermeiros...não se deixem ir abaixo ...até porque têm um sindicato muito forte
 
Sou Enfº do CHCB já há um bom par de anos e nunca vi um Enfº Director tão incompetente, esse senhor já se esqueceu que quando era dirgente sindical não era recebido pela direcção de enfermagem e o que ele se revoltava, agora está a fazer bem pior.
Já se esqueceu que a sua profissão é ENFERMAGEM, e não director, não se esqueça que esse tacho um dia vai acabar, e a ENFERMAGEM continuará.
Colegas proponho um baixo assinado para demissão dos incompetentes.
Saudações
 
Permitam-me lançar mais 'achas' para a fogueira do debate...
O problema é que existem muitíssimos enfº Ramalhinho's pelo país fora; desde que a direcção clínica e a direcção de enfermagem passaram a ser feitas por nomeação política e deixaram de ser eleitos pelos seus pares; se assim fosse, tudo voltaria a ser mais representativo, cada um defenderia a sua classe e a sua área de actuação.
Neste blogue tem-se atacado muito as escolas sobre a qualidade dos enfermeiros, mas existe uma outra parte da formação que cabe à gestões intermédias e de topo, definir uma politica de exigência e de qualidade;
Com estas nomeações politicas, onde está a cientificidade, a politica de formação, de investigação, de inovação? Pois sim...balelas...só interessam números, sem a respectiva qualidade...os enfermeiros chefes saiem do serviço à badalada, e os enfermeiros congratulam-se com isso, porque têm urgência em saltar para o seu 2º ou 3º emprego tb à badalada, com os vencimentos que têm, não lhes sobra outra possibilidade para garantirem a sua qualidade de vida e a dos seus filhos; e, mais, isso da inovação, da investigação ou da formação só interessa se der 'certificado' para o currículo e se para tal lhes forem dadas horas para o fazer...Oh! quão longe estamos da europa, nem imaginam quanto...
Há muito podres a somar a esse Enfº Ramalhinho, o que é bastante lamentável; é muito pertinente a questão do Dr Cirurgiâo da Naifa, para que servem os Supervisores? Não seria essa uma das suas áreas de intervenção? a politica de formação, de investigação e de inovação? mas estão 'tolhidos', porque não são politicos, são-no só de carreira
Temos uma profissão e uma carreira estranhas, não acham?
Os mais novos que se cheguem à frente e mostrem pensamento divergente, a sua cientificidade, façam a diferença e não mais do mesmo, assim sim, seria um passo em frente.
Não repliquem estes tristes modelos aqui em debate, e já a arder!
 
Não conheço a situação que está a ser denunciada, mas, a avaliar pelos pontos que têm sido mencionados, deve ser muito revoltante. Porque não se juntam os enfermeiros e fazem uma exposição à Srª Ministra da Saúde, com conhecimento de todas as entidades onde pudessem eventualmente provocar um impacto com estas denúncias?

VV
 
É de lamentar que a enfermagem tão digna e nobre como eu a aprendi esteja a ser devassada e posta na lama por enfermeiros escolhidos na merda! Há enfermeiros a qurerem aposentar-se e uma chefe já o fez por não suprtar injustiças ainda hoje poderia dar muito à profissão e não aguentou a pressão!Denunciem as imcopetências e ponham a liderar quem sabe fazê-lo e percebe de enfermagem .Há enfermeiros muito competentes no chcb como Paulo e Marrucho que de certeza cumprem a lei que é isso que não interessa .ENVERGONHE_SE SR: RAMALHINHO e saia depressa desta cidade!
 
Denunciem isto à ordem esta desordem que nem no tempo do Salazar isto acontecia não bastando a filha do Sr. Ramalhoso também anda a aproveitar a deixa e carrega nos colegas armada em directora é uma bicha como a mãe tal mãe tal filha! infelizmente o clima de medo impera naquele hospital! É pena que Dr. João não saiba o género de pessoas de que se rodeia!!!Coitada daquela gente que nunca andou assim tão descontente e se são bons profissionais!
 
E ainda dizem que os Enfermeiros ganham mal?`´E por essas mulas , Enfermeiros directores,supervisores,chefes fora dos poleiros, e admitam mais enfermeiros para a prestação de cuidados, para prestar bons e melhores cuidados aos utentes, esses é que estao a ser precisos nas instituiçoes.
Os ditos donos dos enfermeiros, e nao é so nesse Centro Hospitalar, contem tambem que essas maleitas tambem se passam no Norte , sao os que tem a Enfermagem nesta miséria.

Revolta Enfermeiral, todos para a rua
 
Noutros tempos e com outro director no CHCB a distrital do sindicato nãolhe dava descanso, agora são cumplices do actual director a quem já defederam com unhas e dentes.
 
O Dr. João Casteleiro e Dr/Enfº. João Ramalhinho estão para as Motas como o Sr. Primeiro Ministro está para o Magalhães (ou será Tim-Tim). Médicos e Enfermeiros a Vender Motas e o o 1º Ministro a vender Computadores (HiHiHi...)Isto é que vai uma Crise.
 
Naifas,
a proposta de carreira para o futuro da enfermagem, é, entre outras, acabar com os "supervisas" que conhecimento cientifico da nossa ciêcia não detêm!
mas concordo contigo, é um tacho (de acordo com os trâmites actuais de enfermagem não há espaço para aquelas funções)

caso nº 2:
Enfª Chefe Amália, do serviço de Medicina B do Hospital São João.
Um caos total. uma inércia nunca antes vista. conhecimentos de nada.
não defende enfermeiros, não defende sequer a Enfermagem. admite perante a classe médica, que os enfermeiros não têm competências para efectuar tratamentos de pensos, quando são os únicos que naquele serviço dominam esse saber...
* leva para casa, roupa das utentes para lavar!
* questionou os enfermeiros, (anedótico agora) se sabiam a diferença entre SAV e SBV
* numa formação em serviço, fica a questionar a equipa como é possível administrar insulina acção rápida e acção intermédia concomitantemente
* impingiu as nebulizações com O2, porque não entende o efeito com "ar"
* quando algumas AAM passam manhãs a fazerem camas, só e apenas, não colaborando com a enfermagem, esta responde que as AAM não têm que colaborar (diz que não são empregadas....)
* uma utente ficou com pijama danificada com mancha de lixivia que foi aplicada no WC, impropriamente. quando foi fazer queixa à dita Enfª Chefe, esta +ergunta à doente "E o que foi fazer ao WC?" doente ficou incrédula, e fez queixa à administração...

como esta, muitos mais colegas trabalham num "state-of.the-art" que não se coaduna com a aprendizagem de licenciados.

por estas e por outras percebo, o porquê de não sermos reconhecidos como licenciados.
mas o governo também deve perceber, que os novos não são chefes!!!!
como já afirmaram, temos que aguardar que esta corja passe para a reforma, e assim poderá ser que enfermagem (re)nasça


coragem
 
Quando leio (exaustiva e atentamente) todos estes posts, só me ocorre uma coisa: quando será que estes ou outros enfermeiros se unem para pararem de conversar, bisbilhotar, maldizer, comizerar-se, lamentar-se... etc, e de uma vez por todas, TOMAM UMA ATITUDE?
Como um colega atrás dizia, são mais de 400!
Será que de 400 cabeças não pode nascer uma iniciativa?
Duas ou três dicas básicas: comunicação social (ai se eles têm apetite por estes temas); abaixo assinado (é claro que nem todos vão assinar); pressão junto dos sindicatos; cartinha "discreta" ao ministério (c\ cópia aos media)....entre outras.

É caso pra dizer: falam, falam mas não os vejo a fazer nada.

Não sou da covilhã, mas gostava de ver aqueles que muitas vezes são tomados por torpes, serranos ou provincianos (sim meus amigos. há muito e bom lisboeta que pensa assim)levarem a cabo uma qualquer iniciativa. Era um exemplo pra todo o país.
E lembrem-se: em hospitais mais pequenos, como o vosso, ainda é mais fácil.

Cumps
 
facam chegar isto a camara da covilha o sr pr carlos pinto nem sabe da missa a metade
 
Tal como um anterior comentador disse, voçês são mais de 400, se pelo menos 300 estiverem unidos e se se fizerem ouvir, decerto que o sistema abanará.
Como sugestão, porque não "invadem" os mails do sindicato, ordem e ministério da saude com mensagens de desagrado em relação à situação em causa.
Porque não convidam todas estas entidades a visitarem este blog para lerem estes comentários?
Façam o que fizerem não desistam. Manifestem a vossa opinião, não irá cair em saco roto, muita gente já vos "ouviu" e muita mais vos irá ouvir.
A Enfermagem é mais que apenas as más gerências de um qualquer "enfermeiro" director...

BOA SORTE
 
E muito triste quem de direito nada ter feito ate a data nada,
o sr ramalho o rico sabem.. vai ver passar os turnos aus serv para enxovalhar os colegas sim os colegas quele tambem e enf,
um enf que quando era prof na psiq os "criados" como lhes chamava ele ate lhe faziam a cama quando fazia noites por eram mesmo noites.
entao era assim.
jarbas esta a minha caminha feita sim meu lorde ............
e neste mundo que ele vive agora porq lhe sai o euromilhoes todos os meses
 
a direcção regional do SEP tá apar de tudo e tem denunciado várias coisas. o conselho de administração não quer reunir com o SEP, que lhes pediu uma reunião há 2 anos...2 anos...e depois de muitas insistencias, denuncias, etc, eles não marcam a reunião. os colegas do SEP têm passado por cá nos serviços com os colegas de cá (delegados) e já fizeram reuniões com os colegas ...só que aparecemos sempre poucos...de facto, sem a nossa participação o SEP pouco mais pode fazer...talvez agora a malta se revolte mais, perca o receio, apareça e decidamos fazer algumas coias...já aqui disseram e concordo: quanto mais nos baixarmos e não reagirmos organizadamente com o sindicato, mais levamos na cabeça...e isto tem limites. Por mim, vou falar com colegas sobre isto. obrigado a todos.
 
Fico estupefacto quando um Enfº Dr. obriga a fazer projectos e dar-lhes cumprimento a fazer sistema de classificação de doentes sem utilidade para os doentes ficando estes ao abandono nas camas por falta de cuidados ! Sim porque um enfermeiro também é humano e inteligente para ver o que está errado! Será que os Enfermeiros da Covilhã são todos Tótós? a inteligência só sobrou para um casal iluminado?Valha-me Santa Engrácia abram os olhos e vamos unir-nos. Chega denunciem isto à ordem!
 
O caro amigo ele e a ordem........

POR FAVOR SERA QUE NAO ALGUEM QUE DIGA BEM DO ENF DIRETOR O TAO TODOS MAL E ELE E QUE ESTA BEM...

DE VEM DE SER OS ENF QUE ESTAO MAL
 
Não sou enf mas tinha vergonha de trabalhar no chcb da minha querida cidade,
Do bem que conheco o dr joão carteleiro e do seu irmão Dr..Prof..Diretor..Carlos Casteleiro eles não devem de saber disso que se passa ai nesse hospital porque se sabem e uma vergonha pessoas de tão bem deixarem que esse ramo e essa pétala vermelha façam e desfacam no chcb se calhar tem em medo deles os 2
 
O SEP não faz nada? A OE não faz nada?
 
Façam barulho, envergonhem os profissionais envolvidos nesta cabala!
 
com profundo desalento leio estas noticias,ser enfermeiro já não é o que era...quando o €€€€ fala mais alto
 
não defendam os casteleiros porque o ramalinho não toma atitudes sozinho é um lambe botas dos casteleiros
 
Não defendo essa gente apenas santa egnorancia deles
 
Vamos sanearas todos os enfermeiros e gestores das administrações dos Centros Hospitalares.
No Centro Hospitalar do Nordeste, passam-se coisas muito identicas a essas.Nao tenho conhecimento que se vendam motas.
Colegas, vamos á luta.
 
colegas.
Muito se tem criticado neste blog, aliaz o enfermeiro é por si um critico.
Há um colega do CHCB que quando se junta com outros colegas a palavra de ordem é:"Vamos dizer mal de quem?"
Esta é a escola dos nossos chefes.
esses que deviam ser os motivadores e os primeiros a dignificar a classe,não, quanto mais formação menos competencias.
Aliaz as chefias pouco ou nada tem feito pela qualidade de enfermagem,apenas se limitam a tarefas administrativas são raros os que sabem e querem prestar cuidados, gostam é de estar no seu gabinete aos bufos uns com os outros.
Quando são nomeados para cargos de direcção não sabem desempenhar o papel com humildade, sinseridade e dignidade.
E ai a palavra de ordem é:
Eu quero posso e mando.

lamento.
 
É uma pouca vergonha o que se passa com os srs enfermeiros directores de alguns C.Hospitalares, é so medo e panicos nos profissionais de Enfermagem.
Isto sem contar com o que se passa com os pobres dos Enfermeiros contractados.É só ameaças de despedimentos, logo no dia seguinte, por a senhora enfermeira chefe da UCIP do CHTMAD, caso os enfermeiros contratados, aderissem á última greve de Enfermagem. Lamentavel.
 
ai tanto erro ortográfico...têm de ler mais um bocadinho... ou é linguagem cifrada, como no MSN...LOL
 
Enfermeiros , velhos ou novos , chefes ou não devemos unirnos , nao vemos médicos dizer mal uns dos outros ...o Enfº em questão seja Ele ou outro ,é bom que pensem que o cargo é político e aí sim reside o erro , porque como dizia este ou outro se não for conivente não sobrevive . penso que o poder tem que existir , mas a dignidade não se aprende na politica. quanto ao facto de pertencer a Ordem começo a pensar que deve ser condiçao essencial de ingresso por no C. de saude temos um colega da ordem que o que tem feito e denegrir a enfermagem .
devemos sim unir-nos defender a farda , e pensar positivo , porque afinal acima de tudo somos Enfermeiros , somos nos que permanecemos 24 horas com o doente , somos nos que enchemos auditorios , e como ja foi dito somos muitos ... e como tal dificeis de derrubar .
força e uniao
 
Notícia de última hora:
O senhor Ramalhete, paga a carta (pronto, ok, nao paga..."oferece"... é um "acordo" que tem com o senhor da escola de condução...) às primeiras 100 aquisições. Se for por volta da época natalicia, oferece igualmente um lacinho azul para os meninos e um rosinha para as meninas, a envolver a motoreta.
Depois do "El Major" (pronunciar em Castelhano) Valentim Loureiro "oferecer" micro-ondas na sua campanha, "El Menor" Carvalhinho Ramalhete... oferece zingas em troca de uma caridade(Permanencia no posto da esquadra). É bonito, é bonito! (A tentativa de preocupação...sublinhe-se!!)
Vai Ramalho!Tu dá-lhe pá, que um dia pode ser que sejas grande!
 
União, defender a farda,dignidade de classe, com quem?
enfºs directores, supervisores, chefes?
Sim só se for pelos euros( incentivos)

Não têm sido eles que têm estado a afundar os Enfermeiros que estao as 24h com os utentes?

Era polos a todos a trabalhar nas Medicinas.
Porque se algum foi prestador de cuidados-foi rapidinho a sofrer de amnésia.
Coitadinhos, tão sacrificados que eles são.
 
Depois do Magalhães do Primeiro Ministro, ... Carvalhinho Ramalhete contra-ataca com motoretas! Espere-mos é que pare por aqui (ou não)... se começa a seguir os passos do seu mestre de partido(o Primeiro Ministro), ainda se lhe dá mais uma ideia "maravilhosa" na cabeça e ainda vemos o homem de calções de licra e camisola toda suada, a correr pelas ruas da Covilhã.E com os pelinhos do peito de fora...ui... era lindo era! Era da maneira que só parava do outro lado da fronteira, e era albarroado por algum Ramón Espanhuelo a convida-lo para jantar...lol
 
ó meus amigos penso que certas atitudes que foram tomadas pelo director e eu acredito, são de lamentar, não há Ordem (ela existe? só para pagar quota), nem sindicato nem nada para controlar estas situações por serem bastante pessoais, mas que eu me lembre, o director que por lá passou também tem culpa no cartório desde que entrou na S.A.
O Prof...Dr... Pres da junta, enfermeiro, não foi um dos primeiros enfermeiros a iniciar a destruição da carreira de enfermagem em benefício próprio?
Já agora apesar do mal que existe não será melhor certas situações referidas serem discutidas em sede própria?
Verifica-se que alguns leitores intervenientes neste blog não são enfermeiros outros leram mas não comentaram, ora isto implica mau juizo desta nobre classe cujo bom nome tanto tem custado a concretizar e de um momento para o outro volta desilusão.
Não pode ser...
Os maus tratos do colega, a falta da Ordem, dos sindicatos e o desejo de protagonismo e de poder dos actuais directores políticos faz que estes esqueçam as bases e cumpram ordens caso contrário são depostos.
Aos actuais directores são pagos ordenados chorudos, mas ainda bem que a lei incorpora um representante enfermeiro nas administrações mas que isto tem de levar volta tem...
Voltemos então à eleição do nosso representante.
Um abraço
 
Os actuais representantes da OE na Beira Interior foram todos ex-sindicalistas, daqueles que mais pareciam lembrar o MRPP, incluindo o visado neste blog;
Mas importa dizer que é por causa deles que muitos de nós, aquando das eleições para os órgãos da OE não vamos votar, pois... votar em quem? nestas pessoas, cuja dignidade e qualidade está à vista...não votamos, pois claro!
A OE também devia apreciar esta realidade e estas nuances, para poderem interpretar os resultados com todas as variáveis que deles fazem parte.
 
Pois ir trabalhar de trotinete deve ser giro deve, entao com o frio de inverno, ui maravilha!! ja agora, a carta dessa coisa sai no bolicao ou no nestum? ah, e não se esqueçam, tem de haver oferta de rodinhas laterais, temos de pensar que só nos vamos reformar aos 65 anos, e se não for pedir muito um adaptador para pendurar o saco da algália (com 65 anos nem todos seguramos as urinas, LOL) e mais, ja agora, qualquer tipo de suporte para colocarmos a bengala, é que uma vida de trabalho a cuidar dos outros, enfim, não sabemos quantos ossinhos vao ficar direitos!! agora a sério, isto é ridiculo!!! vivemos uma época em que o enfermeiro tem direitos e deveres, mas é só na teoria, porque na prática é o que se ve... como disse um caro colega acima, e que é um exemplo simples, uns podem fazer tarde noite, outros não!! não deveria ser o enfermeiro a decidir quais os horários que o beneficiam fisica e psicologicamente? não, até aí o ramalhinho tinha de meter o bedelho!! deixem-nos sossegados a trabalhar e não nos apertem os calos, realmente as coisas corriam incomparavelmente melhor quando podiamos eleger o nosso director, e isso deve ser um direito nosso, resta saber como lutar por ele!! quando elegemos um primeiro ministro não temos de levar com um cromo qualquer para director de bónus!! enfim, o ambiente geral é de descontentamento e de receio de represálias, e a prova disso é a quantidade e o tipo de comentários deste espaço, se não houvesse medo, ninguem fazia comentários anónimos (e por mim também falo).. só mudamos o rumo deste barco se nos unirmos e o puxarmos para a meta que desejamos
 
É triste observar pessoas que só conseguem fazer valer as suas ideias e vontades pela imposição e nunca pela razão.
É triste observar pessoas que só sabem agrilhoar os que, por alguma razão, estão numa posição de fragilidade, quando nem sequer conseguem levantar os olhos na hora de contrariar os detentores do “dom” de falar mais alto ou de fazer nomeações.

Mas mais triste ainda é observar o estado a que isto chegou:
Com o argumento da “confiança política” generalizaram-se as nomeações para os cargos de direcção em detrimento do mais elementar acto de democracia – a eleição. Assim, fazem-se subir a cargos de algum (suposto) poder pessoas sem qualquer capacidade de liderança, que apenas sabem cumprir ordens e, de uma forma muito torpe, tentar passar a imagem de que são eles quem realmente manda.
Os ex-eleitores, esses resignam-se e limitam-se a assistir ao “determino e mando publicar”… “a bem da nação”

Mas não menos triste é observar como todas as pessoas que têm o dever de contrariar este estado de coisas continuam passivos, e não falo de governos, ministérios ou dirigentes partidário, mas sim de todos os que de alguma forma não gostam do que têm visto, e sentem este clima de terror! Uns porque se sentem encurralados, outros porque estão confortavelmente instalados e não se querem expor (talvez por acreditarem que há coisas que apenas acontecem aos outros…)

Mas este estado de coisas nunca é sustentável por muito tempo. Algum dia, talvez mais cedo do que todos pensamos, o copo vai transbordar… porque ele já está cheio há algum tempo!
 
já agora os carros novos do CHCB serem para alguem passear pela cidade ou para ir ao aeroporto levar e buscar a elementos da administração quando vão de férias.
As pobres das colegas dos serviços domiciliários desta instituição andm com as velharias que avariam todos os dias podem aproveitar a campanha das motas pode ser que lhes ofereçam umas capas porque nas velharias em dia de chuva é como se fossem de descapotavel.
Sr Enf Director tenha a dignidade e a coragem de se demitir ou será necessario tratar mais assuntos á baila.
 
Boa tarde.
Julgo que a insatisfação é notória,e que pode ser facilmente diagnosticada após a leitura destes comentarios, no entanto gostaria de dizer duas coisas: a primeira é a de que o JJ não voz activa no CA; toda a gente sabe que ele é apenas um "cão de fila" dos Casteleiros, e que está ali só para ladrar à voz dos donos.
Constacta-se ainda, basta ler o relatorio e contas de 2007, que como sempre os enfermeiros são e serão sempre os mais poupados neste sistemas de quintas particulares que é o Hospital da Covilhã. Vejam o exemplo dos gastos em telemóvel: o enfº gastou cerca de 200 € contra 500/600 dos restantes membros. E vejam os mais de 50.000€ do director clinico em horas extraordinárias. Os enfermeiros são em paralelo com os médicos um dos principais pilares destas instituíções e acho que devem ser adequadamente remunerado e não explorados como actualmente lhes fazem, sendo que o JJ é um dos principais ajudentas dessa exploração. Não sei se a filha dele e do DClinico, recentemente contratadas sem qq concurso, estão neste regime de exploração.Se calhar não estão...
 
Sou funcionario no CHCB há muitos anos e nunca vi Direção Hospitalar como esta. Compadrio, trafico de influências, jobs for the boys...é o que há mais cá. Não são só os enfermeiros que se queixam...o Salazarismo que aqui existe afecta todas as classes por igual!Arrogância no trato,incompetência manifesta, aproveitamento dos cargos em beneficio próprio...são as caracteristicas principais destes Casteleiros e amigos!Salvem-nos Senhores!
 
AAAAAAAAAAA
 
é uma vergonha!!!
 
Deixem-se de motas e motinhas e paguem é o trabalho extraordinário aos funcionarios!!!!!
Os AAM tambem têm uma palavra a dizer.Não deixem so os grandes ganhar "RIOS" de dinheiro, sim porque eles é que chulam o estado. Não ao trabalho extraordinário não remunerado pra esses chulos ganharem mais de 4000 euros.
 
Esse Sr. Enfermeiro ???? (ou será melhor dizer assim )Sr. Deputado em funções no CHCB, tinha a coragem de a troco de alguns pequenos favores ( ex.: uma simples marcação de consulta ) que fazia a determinadas pessoas, no exercício das suas funções como chefe de de serviço, dirigia-se depois a essas pessoas no intuito de que estas lhe dessem " boas prendas".
 
Vamos unir forças e deitar esta ditadura abaixo!!!
Os ex pide foram presos e os actuais do CHCB???
 
Ramalinhos ha muitos! seu palerma..

Não é o unico por ai.. mas é dos piores sem duvida alguma
 
Desde que sou enfermeiro nunca vi tanto clima de insatisfação e de desanimo na nossa classe, por parte dos Enfermeiros do CHCB.
Apregoa-se aos sete ventos a necessidade de humanizar os cuidados, mas cada vez mais se esquecem os prestadores desses mesmos cuidados.
Exige-se tudo em troca de nada.
Será possivel prestar bons cuidados quando as pessoas se sentem coagidas, amedrontadas e principalmente desmotivadas?
Será que o mal está nos profissionais, ou será que está naquele que os dirige? A ver por todos estes comentários, não será dificil de chegar a uma conclusão.

Para além de todos nós que penamos com toda esta prepotência, penso que quem mais tarde ou mais cedo sofrerá serão os doentes.

Pense nisso Sr. Enfermeiro Director Ramalhinho
 
Isto é uma vergonha o que se passa aqui neste CHCB. O ministério e o poder politico deviam por mão nisto.
O J.Casteleiro dá-se ao luxo de ir de férias para a Republica Checa e manda o motorista do hospital ir buscá-lo ao aeroporto de lisboa no carro do hospital. A ele e à familia dele. O irmão que é Director do Hospital do Fundão viola toda a correspondeência que lá chega. Uma ditatura e ninguém abre a boca com medo!
 
Mas até parece que essas pessoas querem saber dos doentes, quanto mais dos profissionais. Como "abusadores" nada lhes pesa na consciência, caso contrário não o seriam... agora querem lá saber dos doentes... querem saber dos bolsos deles, fundos por sianl, e que entrem muitos euros.
Sei que por norma, são os enfermeiros, mas naturalmente não os únicos, os que mais se preocupam com os doentes.
É bom que estas situações que lesam os contribuintes venham a público, o que por vezes não é suficiente para alterar nada...
Os enfermeiros também não deviam ser tão acomodados, nem que seja em denúncias anónimas para as entidades competentes...
desassossego
 
O que as pessoas sabem....

Mas esta é de Mestre....aproveitar o motorista do hospital para transportar a familia casteleiro ao aeroporto para ferias...Será um exemplo a seguir,( pois é sempre complicado o transporte para o aeroporto, temos que abandonar o carro no parque de estacionamento sujeito a ser roubado e a parar).... já agora, sabem onde me devo dirigir para solicitar este transporte....caros colegas nem tudo é mau nesta administração....como se pode ler no relatorio de contas no ponto 3.1(passo a transcrever)
"
3.1 Missão, objectivos e politicas da empresa
......................
Princípios

Legalidade,igualdade proporcionalidade, colaboração eda boa Fé.........."

como vêem temos direito á IGUALDADE BONITO
 
Extensos telhados de vidro os que tem este Sr Ramalhote...
Pena não ter isto presente em cada conversa que tem,ou melhor,em cada monologo, sim pq este Sr faz questão de em cada palavra mostrar que é muito bom, eu fiz, eu faço, se não fosse eu, eu, eu, eu...i'm de best...bem, intragavel, dificil de ouvir, dificil de responder!
Ja chegava o dia em que pensava nos doentes e não nas suas alucinaçoes!!
 
Colegas não se esqueçam que para o ano há eleições. Se votarmos nos mesmos ditadores que estão no poder, estes que se encontam no CHCB também irão continuar no poleiro.
 
Parece que tou a ouvir os protegidos a tremer...será frio?
 
Sr enfermeiro director, já que se diz com um QI acima da média ponha a mão nas consciencia e faça as malas para as Caraíbas, requisite o transpote do CHCB para o ir levar ao aeroporto (parece que está na moda). Não se esqueça que esse lugar é temporário, e depois???? Fica a questão no ar......
 
A verdade é que no CHCB existem muitas pessoas vergonhosas. Realmente essa familia Casteleiro é uma grande vergonha! São eles vendem motas, vendem lugares de estacionamento do parque... vão e vêm do aeroporto (em férias particulares) com motorista e carro pertencentes ao hospital... parece que praticam medicina particular dentro de uma instituição pública... ocupam cargos directivos que deveriam ser em exclusividade mas ninguém percebe muito bem como é... mantêm consultórios e doentes que vão saltando do consultorio para o hospital e vice versa...

Enfim, caros colegas, prestigiem o código deontológico da ordem dos médicos! Eu empresto-o para consulta!
 
Sr Enfermeiro Ramalhete (de flores murchas), ainda consegue dormir durante a noite? Como se sente quando passa (com esse ar altivo) nos corredores do CHCB? Eu teria tanta vergonha que nem sequer saía à rua!
 
Surpreendente!!!
A noticia do Blog já vai em 80 comentários e todos eles revelam a péssima imagem deste Enfermeiro Director!... dá que pensar, não é Ramalhinho?!... ou será que pensar não é o seu forte!
A minha avó já dizia "...quanto mais alto, maior é a queda!" e também "quanto mais se abaixa mais se vê o rabo".
Se por um lado "lambe botas" pelo outro puxa dos galões e não vá ser o caso de algum enfermeiro não saber, "quem manda sou eu"!
Este é exactamente o elemento ideal de uma organização: Agacha-se aos que estão por cima e espézinha os que estão por baixo...e pelos lados ainda vão pertencendo a umas associações de bem feitores(?)para se sentirem protegidos!
Pois é, são 80 comentários, anónimos é certo, mas a que também eu me associo!
 
Já alguém lhe enviou o link do pos, para ele o ler, assim como os respectivos comentários?
 
Já alguém lhe enviou o link do post, para ele o ler, assim como os respectivos comentários?
 
Atenção, não metam os enf. chefes todos no mesmo saco. Ainda há enfermeiros chefes que defendem a classe, não têm problemas em calçar luvas e trabalhar com os respectivos colegas (graças a Deus) prestigiando assim esta tão digna e nobre profissão.
 
O Sr. Enfermeiro Director, quando sair desse cargo pode orgulhar-se de:
»ter destruido a motivação de uma classe inteira, algo que custa a construir e que é prioridade manter por parte de todos os gestores competentes;
»ter criado amizades que julga fieis e sinceras (coitado, que ingénuo!), mas que quando não interessar, depressa lhe dão um pontapé no cu;
»ter defendido outras classes em detrimento da classe que representa (ou devia representar);
»ter roubado os enfermeiros da instituição quando, em vez de autorizar o trablho estraordinário quando ele se justifica, impõe que se fiquem a dever folgas!;
»ter criado um clima de terror, a ponto de quando existe qualquer problema num serviço, a sua primeira medida ser perguntar quem são os enfermeiros contratados;
»...
»por fim uma coisa boa: ter arranjado tantas inimizades (como se vê por este blog), que se vão lembrar de si quando voltar a ser Enfermeiro (se é que isso é possível!).
 
Eu já enviei para jramalhinho@chcbeira.min-saude.pt... Só para ele saber o que pensam dele.
 
Grande bronca!!!!!!!!!
 
Que fixe!
 
Enf(VENDIDO)Ramalhino só tens o que mereces...!
Ser enfermeiro é ter caracter e personalidade!
 
Eh carapau!... Será que o homem é mesmo assim tão mau!... Será que em mais de 400 colegas não há ninguém que diga qualquer coisa de positivo? Não sou do CHCB, mas a ser verdade o que aqui se diz, o homem é mesmo um grande sacana. E com todo um histórico sindical ligado ao SEP e os órgãos dirigentes da Ordem, onde é que estas Instituições encaixam?
 
E também já foi enviado para a TVI...
 
Quanto ao envio já foi feito logo no início dos posts. Então achavam que não havia alguém com tomates para o fazer? Mas agora acho que chegou a altura de lhe oferecer grátis um pequeno update. O que acham?
 
Sim, sim!
 
As ditaduras criam isto: uma revolução em surdina, neste caso na blogosfera!
E não há história dos ditadores terem emenda, são incorrigíveis...
Só resta uma atitude digna, pedir desculpa a todos quantos prejudicou e ofendeu... mas também não há história, nessa versão!
Então que preservem a Dignidade os que estão deste lado. Não ofendam mais e deixem o homem, que já sucumbiu, profissionalmente.
Que seja Digno e saia dali.
 
Deixar o homen? Acham que merece? Eu acho que nao.
 
Cheira-me que há aqui gente desejosa para saltar para a cadeira do Ramalhinho, pró ano há eliçoes nao é???... tenham vergonha, um blog de Enfermagem parece a noite da má lingua... realmente a enfermagem está a bater no fundo e a culpa não é de um enf director é de milhares de enfermeiros q nao dignificam a classe no dia a dia que só criticam e quando é preciso lutar e trabalhar pela Enfermagem ninguem os vê. criticar é facil... e fazer? O Enf director em causa não é perfeito, longe disso... mas estes comentarios sao de muito baixo nivel...
 
Es tu? Ramalhinho? Boa defesa!!
 
Coitadinho do Ramalhito, que ainda precisa de mama do anónimo das 12.41.

deixem o inocente, esta tao indefeso e tem ajudado tanto os coleguitas dele. Não têns amor?
Ele até divide o naquito de pao pelos enfermeiros, que nem ganham para comer.Não é Ramalhito.
Tão boa pessoa que ele era.
Olha o que se lembram de falar dele.Tadiiinho.
 
Este comentário foi removido pelo autor.
 
Ex.mos colegas,
em primeiro lugar pedia, uma vez mais, alguma contenção nos comentários.

Em em segundo lugar, se algum colega do CHCB me estiver a ler, e desejar denunciar e pôr cobro a esta situação vergonhosa, serão tomadas medidas para marcar uma entrevista com a Vice-Presidente da Comissão Parlamentar de Saúde (Ana Manso), se assim os colegas o entenderem.
 
Anonimo das 1:14... aqui o unico q parece coitadinho es tu.... q n tens intelegencia pra respeitar os comentarios dos outros... eu tb acho q sou mal pago, mas a culpa é da politica de saude que tem vindo a ser feita e a falta de força do sindicato e enfermeiros para mudar essa politica e ai tb por interesses de alguns. mas ja agora espero que sigam o conselho do dr enfermeiro... sigam pra frente com isto e provem tudo o que ja acusaram o homem...
 
Sou a enfermeira que ficou de castigo por deixar-se dormir. Muita gente sabe quem sou. Se precisam de mim como testemunha, podem contar cmgo.
 
Ainda bem que temos um fórum de enfermagem para falar daquilo que realmente interessa aos enfermeiros, lavagem de roupa suja, comentários inapropriados feitos no abrigo do anonimato, pessoas que gostariam de ter o cargo mas nem nos seus melhores sonhos o conseguem alcançar. Eu como enfermeiro penso que temos problemas muito mais graves que este. Não digo que seja uma administração boa nem má, porque todas as administrações têm boas e más opiniões, não interessa que cor politica esteja no governo (por exemplo) é sempre contestada, e ainda bem que assim o é, só quer dizer que estamos no pós 25 de Abril. Mas como já deu para ver este ordenado é perfeitamente normal pelos outros profissionais que executam o mesmo cargo, se o querem oferir trabalhem e cheguem para tal, não andem a perder tempo talvez ate das horas de expediente a fazer comentários como este, o que eu infelizmente acho triste. E se dizem que a nossa classe está mal, não é só culpa dos dirigentes mas também dos que a exercem todos os dias, e eu assumo essa culpa.
 
Pois eu nao sou enfermeiro e sinto exactamente aquilo que voces sentem. Isto so me leva a uma obvia conclusao. O Sr. Ramalhinho não é o responsavel directo por toda esta situaçao mas sim "La Famiglia" Casteleiro. Eles sim sao os responsaveis pela desmotivaçao geral que tomou conta de todos os funcionarios do hospital. O Sr. Ramalhinho é apenas um "fantoche" nas maos destes senhores. Neste momento no CHCB quem nao pertence ao "sistema" espera apenas uma oportunidade para se por a milhas. Esta instituiçao e estas pessoas nao interessam a ninguem e é triste q no periodo de 4 anos em que trabalho neste hospital tenha visto desaparecer o ambiente saudavel e motivante que existia. Sentiamo-nos uteis e sentiamo-nos motivados a trabalhar pela qualidade de vida do doente. Neste momento so quero cumprir o meu horariozinho de trabalho e ganhar o mísero vencimento a que dizem que tenho direito e que nem sequer condizente é com o meu grau academico tal como voces enfermeiros. Sinto-me no entanto um bocado perdido no meio disto tudo... A quem podemos nós trabalhadores recorrer sem esperar represálias? Todos temos encargos financeiros e é essa a maior condicionante de todas. É no entanto necessário fazer algo pela dignidade das nossas profissões pois todos temos direito pelo menos a ser respeitados. Nos dias que correm este respeito já desapareceu...
Quanto tempo mais vamos ter que levar com esta gente???...
 
Que triste pobreza, pensam estes pobres que o "anónimo xx:xx" é o ramalhinho a cada comentário menos mau que aparece. Não ele provavelmente não tem tempo para estar a ler este tipo de coisas, e provavelmente também não tem que se justificar para vocês, porque apesar de não falarem, há quem pense como eu que está a ser desenvolvido um bom trabalho. Depois aparecem pessoas orgulhosas por isto "Sou a enfermeira que ficou de castigo por deixar-se dormir." parabéns! é para isso que te pagam? Não achas que mereces-te, ou pagam-te para isso? Se trabalhasses na minha empresa não era só castigo que levavas. Vocês tem é sorte por não trabalharem no privado em que ai sim têm um patrão duro e ganham uma miséria.
 
Isto é tudo fruto de um grupinho de enfermeiros que não vêem mais do que o seu limitadissimo campo de visaõ permite. Vejam a realidade de outros hospitais e confrontem com a do CHCB. Avaliem o rácio enfermeiro/doente, pensem nas horas de qualidade, no código do trabalho proposto em que as horas de trabalho podem chegar às 50 semanais. Noutros hospitais as enfermeiras em licença de maternidade nem sequer são substituidas. Mais se têm algo a dizer façam-no de forma pública, dentro da instituição, porque é muito fácil lançar a calunia. Há pessoal aí q está a mandar bitaites mas q no dia-a-dia se cala a tudo e só diz que sim a tudo. Apetece-me dizer-vos, cresçam e APAREÇAM... COITADOOOOS...
 
Andamos a trabalhar há anos sem termos sequer subido de escalao e o nosso sindicato n faz nada e porq? porque n lhes interessa e n os benificia a eles... n conseguem negociar nada com o diferentes governos e porq? porq so lutam pelos seus interesses... e quem paga para esses colegas para andarem a passear sem ver resultados estes ultimos anos? todos os Enfermeiros dao dinheiro directamente do ordenado, ai sim sinto-me roubado!!! lutem pela enfermagem e nao contra meia duzia de pessoas... os problemas de Enfermagem sao mais complexos que isso e não sao regionais mas sim nacionais!! Precisamos de uma carreira definida em termos actuais e temos de lutar por ela e so unidos conseguimos, mas como cada um olha pro seu umbigo e ninguem ajuda ninguem continuamos estagnados. so unidos conseguimos mas se continuamos com estas mesquinhices e com esta estrategia de sindicatos como ate aqui nao conseguimos nada ,temos enorme importancia no SNS mas nao conseguimos regalias porque cada um luta por si! e depois vemos outros profissionais e outras classes passar-nos a frente...porq será??
 
óh cara enfermeira q se atrasou: deita-te mais cedo!!!
 
Ora até que enfim que as verdades começam a ser postas a cru
è verdade que existe um conluio dentro da instituição cuja norma é " quem não é comigo é contra mim"
quando as pessoas se julgam donas da verdade e têm de o demonstrar agarram-se a qualquer coisa para o fazer e não veêm que assim a unica coisa que arranjam é inimizades
Só quem não quer é que não vê que a coisa dentro da instituição anda sob ameaço e coação
Nunca se viram tantas conversas em segredo a falar disto porque se algum dos lacaios ouve ...
parace o tempo do outro senhor, em que vinha o lapis azul e riscava o que não interessava.
O maior lamento é que um " senhor" que angariava socios para o SEP e dizia mal das chefias agora é o que se vê!!!! ( À, e também se deixava dormir... até a trabalhar.)
Em qualquer País com um minimo de diginidade se este senhor não se demitir depois disto, no minimo era dimitido...mas aqui nesta republica das bananas anda tudo a mamar...
Só espero que isto tiver proporções gravosas o Sr. ramalhete
não caia sozinho que isto de ser pau mandado às vezes tem destas coisas
Colegas não se calem, é agora ou nunca...
 
Ao anónimo das 9;06

Está na hora de o colega fazer alguma coisa , chega ao Ministério, fala com secretario e obriga-o a negociar a carreira de enfermagem.
Chegou a sua vez de tomar uma atituide, já que os outros nao conseguiram aquilo que todos anseiam, e so se passeiam.

Vá lá colega é a sua vez.
Que tenha muito sucesso para bem de todos nós.
 
Deixem trabalhar o nosso director.

O sr. enf. director.só esta a fazer o seu papel, um bom gestor de recursos humanos,só que por vezes ultrapassa os limites, pondo em causa a qualidade dos cuidados.
 
colegas o que interessa é exprimir a revolta qe pelo que se escreve é muita. Será que a noite da má lingua
não é um programa de interesse para o país feito por bons profissionais? Será que este descontentamento e a forma como as pessoas se exprimem denota o que vai na alma de milhões de Portugueses? È de lamentar que este estado de direito esteja como sabemos ,como enfermeiro sinto-me frustrado porque quando vim para a Covilhã repirava-se democracia e respeito pelas classes e estes Drs de que se fala também
se sentiam bem! Fico triste e impedido de exercer a minha actividade como a aprendi e não poder por os meus conhecimentos à mercê do doente que tanto respeito e é o objecto do meu trabalho. a revolta está instalada meus colegas pode não ser exterirorizada no dia a dia mas está nos espiritos de todos!
 
anonimo das 10:05:

és tao burrinho... tiras as palas da cabeça...
 
Estou a favor de alguns colegas isto é a nivel nacional mas temos de começar por algum lado podemos ser os 1º.
Quanto aos sindicatos são como a ordem servem para pagar cotas e nada fazem emitem comunicados.
Quem trabalha no CHCB sabe do que se fala a não ser que sejam do mesmo compadrio.
Já agora alguem me sabe dizer qual o motivo da troca de enfermeiro responsavel da VMER e o porque desta estar na rua ás amarguras do tempo será para ter mais INOPS quando os vidros tiverem gelados (já não chega os que há com tantos médicos habilitados para exercer funcões, sai mais barato estar INOP pode ser que um dia precise) ou para ter problemas mecanicos com as temperaturas baixas que se fazem sentir na região, é que as depesas se reparação são pagas por todos nós contribuintes, assim como os ordenados e as horas extraordinarias e as prevenções que quando são precisas não aparece ninguem.
Como exemplo um médico (anestesista) que se dava ao luxo de estar internado e estava de serviço no BO são casualidades.
Eapero que areunião de chefes esta tarde traga novidades.
 
olha inda bem q se fala da vmer... ja q tb se fala em compadrio... no tempo de outro enf director quem teve oportunidade de tirar o curso para a vmer? n foi os amiguinhos desse enfº? os outros enfermeiros do hospital n tiraram tb o curso de enfermagem, esta situaçao tb foi praticamente exclusiva neste hospital, disso ninguem fala, e onde estava o sindicato pra defender os restantes colegas que ficaram sem uma oportunidade para enriquecer conhecimentos, onde? ... como se acabou a mama dessa altura agora critica-se este enfº director!!! tenham vergonha custa n é ter de entrar e sair a horas do hospital e por isso chegar tarde ao duplo ou triplo!!!
 
Zeca Afonso - Vampiros

«No céu cinzento sob o astro mudo
Batendo as asas Pela noite calada
Vêm em bandos Com pés veludo
Chupar o sangue Fresco da manada

Se alguém se engana com seu ar sisudo
E lhes franqueia As portas à chegada
Eles comem tudo Eles comem tudo
Eles comem tudo E não deixam nada.

A toda a parte Chegam os vampiros
Poisam nos prédios Poisam nas calçadas
Trazem no ventre Despojos antigos
Mas nada os prende Às vidas acabadas

São os mordomos Do universo todo
Senhores à força Mandadores sem lei
Enchem as tulhas Bebem vinho novo
Dançam a ronda No pinhal do rei

Eles comem tudo Eles comem tudo
Eles comem tudo E não deixam nada

No chão do medo Tombam os vencidos
Ouvem-se os gritos Na noite abafada
Jazem nos fossos Vítimas dum credo
E não se esgota O sangue da manada

Se alguém se engana Com seu ar sisudo
E lhe franqueia As portas à chegada
Eles comem tudo Eles comem tudo
Eles comem tudo E não deixam nada »

Como podes estar tão actual?...Impressionante.
 
Este ultimo post tem alguma coisa a ver com a situação do BPN??
 
Em complemento ao anónimo das 3:33 pm:

José Afonso - Os Meninos Nazis

«O país vai de carrinho
Vai de carrinho o país
Os falcóes das avenidas
São os meninos nazis

Blusão de cabedal preto
Sapato de bico ou bota
Barulho de escape aberto
Lá vai o menino-mota

Gosta de passeio em grupo
No mercedes que o papá
Trouxe da Europa connosco
Até à Europa de cá

Despreza a ralé inteira
Como qualquer plutocrata
Às vezes sai para a rua
De corrente e de matraca

Se o Adolfo pudesse
Ressuscitar em Abril
Dançava a dança macabra
Com os meninos nazis

Depois mandava-os a todos
Com treze anos ou menos
Entrar na ordem teutónica
Combater os sarracenos

Os pretos, os comunistas
Os Índios, os turcomanos
Morram todos os hirsutos!
Fiquem só os arianos !

Chame-se o Bufallo Bill
Chegue aqui o Jaime Neves
Para recordar Wiriamu,
Mocumbura e Marracuene

Que a cruz gamada reclama
e novo o Grão-Capitão
Só os meninos nazis
Podem levar o pendão

Mas não se esquecam do tacho
Que o papá vos garantiu
Ao fazer voto perpétuo
De ir prà puta que o pariu»

É também dedicado aos protegidos que agora tremem.
 
Não caro anónimo das 3:44, tem a ver com o facto de uns ganharem 1000 e os outros ganharem apenas 10.

Tem a ver com o facto de, num país onde se o ordenado mínimo não passa dos 450 euros, existirem fulanos que auferem salários milionários.

Tem a ver com as entradas sem mérito.

Tem a ver com a criação de exércitos silenciados.

Tem a ver com a injustiça que lhe tira o pão da boca para empanturrar o nobre feudal.
 
Estamos a chegar a uma conclusão óbvia:

Os enfermeiros directores, e os enfermeiros professores arruinaram a profissão. Estes senhores não são efectivamente enfermeiros, são "coisas" que parasitam os verdadeiros enfermeiros...
Reparem nos directores clínicos! continuam a ser médicos...
Reparem nos directores de serviço! continuam a ser médicos e a defender os médicos ...
Reparem nos professores que estão na direcção das escolas! continuam a defender os seus colegas professores ...

Há pouco tempo estive a ler a circular da DGS: Medidas preventivas de comportamentos agressivos/violentos de doentes - contenção física em que é obrigatória a PRESCRIÇÃO MÉDICA para a contenção física !!! ... mas o que fizeram os nossos superiores???
NADA ! Acham normal ...Em conversa com um médico ele achou a medida completamente rídicula ...só os nossos superiores "colegas" é que nos ridicularizam como profissão...bem tenho que ir andando, pedir ao SR.DR. se posso imobilizar um doente desorientado que está a tentar retirar a Máscara de O2, está a ficar mais desorientado e pode entrar em hipóxia!!! E eu apesar de ser licenciado em enfermagem, ter uma pós graduação na área da psicologia do envelhecimento , ter 20 anos de experiência profissional, estar a tirar a especialidade de reabilitação ...não tenho autonomia para imobilizar um doente ... já expliquei à família (que concordou com a imbobilização) mas ela não percebeu, até porque no lar as "funcionárias" já fizeram isso algumas vezes, com o consentimento da família, e não precisaram de pedir ao Sr. Dr. ...

Mas se calhar deveriam era pedir ao Sr. Enfº (digo eu ...) ...

Isto só na saúde e na enfermagem!!
 
Caro colega podes ir imobilizar o doente q eu deixo...
Realmente ha coisas... eu vivo na "ditadura" (segundo alguns) do CHCB e isso n me acontece... no teu caso imobilizo o doente e depois de ele estar em segurança informo o medico daquilo q se esta a passar... e olha inda n me pressionaram nem enforcaram nem nada disso...realmente sou um sortudo! é preciso é haver confiança entre profissionais, digo eu q n tenho 20 anos de serviço n penho pos graduaçao nenhuma nem especialidade...mas tenho opiniao e competencia pra decidir!!!
 
se o Sr Enfº Ramalhito soubesse o que ca anda a fazer nunca tinha aceite o lugar que lhe foi proposto, nomeadamante por quem lho propos, sabendo o que ja tinha passado qundo foi Enfº Chefe num serviço onde nunca desempenhou o papel, apenas foi figura decorativa ou talvez mesmo capacho do seu Director de Serviço
 
Ao colega que pôs em causa os sindicatos:
Por acaso, desde quando é que todos os enfermeiros são obrigados a descontar para o sindicato? O que é q já fez ou está disposto a fazer pela enfernagem e pela sua carreira? Tem propostas? Apresente-as!!! Faça-as chegar aos sindicatos. A culpa da inércia dos sindicatos reflecte a passividade com que a grande maioria dos enfermeiros encara a participação e a colaboração nos pojectos que são desenvolvidos para a profissão...A FORÇA DOS SINDICATOS É A FORÇA QUE TODOS LHES QUISERMOS ATRIBUIR. Já agora, porque não fazem chegar as queixas e situações especificas aos mail's dos sindicatos(SEP,SIPE e SEN). Talvez assim se possa por cobro a estas aberrações... Saudações a todos os colegas...
 
Não consigo compreender como é que alguém pode vir em defesa de quem já, praticamente, destruiu toda a motivação dos enfermeiros dessa nobre instituição, onde já se trabalhou tão bem....
 
Oi colega das 6:08.
No seu caso, foi a cunha que funcionou.
Sortudo
 
Colegas. Após ter lido os comentários referentes a este post, conclui-se porque óbvio que os enfermeiros e não só têm sido vítimas de ASSÉDIO MORAL, peço desculpa pelas maiúsculas.
Existe uma resolução da comunidade europeia de integração obrigatória no regime jurídico português que foca o problema deste tipo.

Por isso peço que consultem:
http://www.assediomoral.org/spip.php?rubrique23

Lerão não só o texto sobre o tema bem como um projecto de lei que penso, não passou disso...mas que já deveria estar em vigor desde 2001.

As situações laborais que afectam a dignidade de quem trabalha, sejam resultado da autocracia, do factor cunha, ou do desprezo pela condição da humanização das relações de trabalho, devem e têm de ser denunciadas.
 
Finalmente está a discutir-se enfermagem aqui. É que estava farto de ver a ser discutido tudo menos isso. Gostaria só de perguntar uma questão? As pessoas estavam contentes com os outros enfermeiros directores que estavam antes no cargo, ou é dizer mal só por dizer. Eu não queria mostrar aqui a minha posição mas conheço casos de descontentamento como o contrário em relação a esta direcção, assim como todas as outras que por la passaram. Talvez se houvesse uma preocupação por parte dos profissionais em exercer a profissão com gosto e tentar melhorar os cuidados prestados, não haveria tanta discussão e sem duvida seria um esforço que valeria muito mais a pena.
 
Anonimo das 10:03PM

Antes com os outros directores não existiam estas pressões e opressões.
Só neste ultimo mandato.
 
Boa noite. Permitam-me que aqui deixe a minha opinião, que de facto não passa disso mesmo: uma opinião.
Este problema que se passa no CHCB, tem a ver com uma não cultura, que por aqui grassou e, que tem como expoente máximo Carlos Casteleiro, o mastodonte - onde passa tudo parte. JJ, embuído deste espirito de mastodonte, veio para o CA, sem opinião (nunca a teve... apenas e sempre foi um Yes man do CC), foi convidado pelo Boss, e resume-se a um enfº director, que gosta de agradar o Chefe e não está minimamente interessado em lutar ou defender os interesses da classe, dos enfermeiros e muito menos dos doentes.
sempre foi um aproveitador, já o era no tempo de SEP - foi dirigente até posicionar a mulher, onde entendia que devia posicioná-la (perguntem aos colegas daquele tempo...)e logo que o conseguiu, abandonou o sindicato. agora esta na Ordem, para seu usufruto e poder - julga-se ainda mais intimidatório, o panaca! Vai para casa JJ, deixa trabalhar aqueles que apenas isso sabem fazer, suprimindo tardes, noites e fins de semana,à sua familia, para que os doentes possam ter alguem que os defenda e cuide - os enfermeiro
 
A enfermagem é uma profissão de relação,por isso tudo o que anda à volta disto são ompetências que todos os enfermeiros, obrigatóriamente, deveriam ter.Neste caso concreto de que tanto se fala, não foi o que aconteceu.O conceito de relação esteve completamente baralhado!O "diálogo" era só feito de cima para baixo com muita arrogância e poder absoluto.Esqueceu-se da profissão que supostamente deveria representar!Tudo o que foi conquistado pelos enfermeiros ao longo de tantos anos é para ser defendido, Sr Enfº!
Foi isto essencialmente que correu muito mal.Um conselho para todos nós:façamos os nossos comentários com seriedade,sem leviandades ou brejeirice.
 
Em resposta ao anónimo das 10:03, digo-lhe que nunca até hoje vi reacções tão negativas ao desempenho de um Enfermeiro director; e já sou Enfermeiro neste hospital desde que o Enfermeiro Director era o Enfermeiro Silvio.
Julgo que ninguém exerce a profissão com falta de gosto, exerce-a sim com POUCA motivação, POUCO incentivo, MUITA represão, MUITA ameaça.
A autocracia e a tentativa de vencer o outro pelo medo e subjugação não são, e nunca serão a melhor forma de ter uma classe unida.
Espero que no final de tudo isto que quem vença seja a ENFERMAGEM
 
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
 
tanta leviandade!

OS "ANÓNIMOS DISSE" ganharam.

Também o Sporting ganhou.


PERDEU A ENFERMAGEM
 
A enfermagem nada tem a perder ao denunciar estas prepotencias de quem esquece qual a sua profissão!!! e em vez de defendeer a classe quando têm cargos directivos apenas se defende a eles e o seu tacho!!!
Fora os YES MAN!!!!!!!
 
anonimo 8:11:
nao foi isso n.... em vez de falar, actuo...
 
E dizem-se de esquerda apoiam os Socialistas????????
 
anonimo das 11:37

Qualquer dia temos-te como Enfermeiro Director.

Cuidado com a revolta dessa gente dessa instituição.

Estao mesmo para dar forte e feio.

Admiro a coragem.

Situaçoes identicas ou parecidas, deviam ser denunciadas também.

Mas essa gente revela-se gente de tomates carago.

Pra frente é que se caminha.

Força.Limpar quem destroi e nao tem respeito pelos enfermeiros, nem pelos doentes.
 
bem fala -se aqui dos casteleiros, dos ramalhetes ... mas nao nos podemos esquecer de uma fatia deste BOLO onde estao incluidos alguns enfermeiros Chefes ou Responsaveis de Serviço. É uma vergonha o que se passa nessa instituiçao. Ai de quem abrir a boca para falar de alguma coisa. È logo ameaçado com o OLHO DA RUA ou não podendo ir fica de castigo . . . mas pronto..isto não e novidade para ninguem. Falem com os motoristas dos Bombeiros Voluntarios da Covilhã, eles sabem de coisas muitoooo interessantes, que pressenciam diariamente, quando são solicitados os seus serviços pelo CHCB.
 
ao anónimo 4:27
Se este senhor(a)lesse melhor veria que o enfermeiro(a) que se deixou dormir não acha injusto o castigo, acha injusto é a protecção de toxicodependentes, alcoolatras e cleptomaniacos e a sua comparação a isso. No que diz respeito aos superiores, a isenção de horário reflecte a legalidade de se poder deixar dormir e não ser castigado. Quanto ao bom trabalho, não duvido, tirar dinheiro a uns para poucos ficarem com ele, parece de facto estar a resultar. Bom trabalho.
 
Aos que vieram defender o "coitado" do ramalhete murxo... também gostam assim tanto de lamber?? Que se dignam a lamber o que melhor lambe?? Ou têm lugar cativo na ACAPO??? (desculpem-me os srs desta nobre instituição!)
Por amor de deus....abram os olhos!!!
Outros enf directores nao foram assim!!! Sei-o eu...
Este escravo que gosta de escravizar os dele para receber o chorudo ordenado apenas tira qualidade a quem tem vontade e capacidades para fazer muito pela Enfermagem!! E por isso, isto também é Enfermagem...o que se está a falar aqui... Infelizmente é isto o dia-a-dia...
A célebre Enf. Ana Lebre é que faz cá falta!!!E informo que ela não está ou esteve neste suposto prestigioso lugar de director porque "não se calava" e defendia os dela, a sua classe...porque ela acima de tudo era (É) Enfermeira!!
Assim, temos lá alguém com uma língua ávida por lamber os superiores e uma mão cega em castigar indiscriminadamente os "dele"... é muito triste...
Também me pergunto como é que esta triste personagem tem coragem e cara para andar a passear nos corredores do CHCB...
Outro triste assunto a acompanhar são os extraordinários para enfs e aux... não há ou então é necessário saber pedir... há que cortar!! Seja doença, baixa, licenças, luto... a todo o custo não se chama ninguém...
Ainda esta história da classificação de dts é para q?P os enf perderem o ja tao escasso tempo?? Para quando da horas positivas nao ser necesario enf mas quando da milhentas horas negativas não se fazer nada???
"Aguentem", "façam o q puderem", o que é isto????
S querem qualidade...
 
QUEREM SABER O NOME DE QUEM DEFEND AI O SR ENF NAO E DIFICIL O TE CALAS O TODA A GENTE FICA A SEBER QUEM ES ......................
 
trabalho a ALGUNS ANOS neste Hoaspital,chcb, e Nunca senti qualquer tipo de represálias ao medo e acreditem que não faço parte de nenhum "projecto..." do sr. enfº mas sempre trabalhei com dignidade e primo pela excelencia dos cuidados que presto, POR ISSO NÃO TENHO MEDO DE NADA...
Quanto a estes comentários fico espantada com tanto mal dizer.O que pretendem com isso? Quantas vezes tiveram coragem para dizer o que pensam... ao serà melhor dizer "ele vem ai...vamos correr pelos corredores e mostramos que estamos a trbalhar... Não estavam habituados não é?
alguma vez contribuiste com a tua opinião para melhorar alguma coisa?
DUVIDO, COM ESSSAS LINGUAS AFIADAS O VOSSO LEMA É CRITICAR TUDO E TODOS... Parabens estão a conseguir...
 
Ao último anónimo:
Das duas uma...ou tens muita sorte e nenhum companheirismo pelos teus colegas alienando-te do mal q p ai vai... ou fazes parte da comitiva e vens aqui vestir a pele de ovelha para dizer que o lobo é bom!!
Se ainda nunca te aconteceu, certamente já deves ter ouvido, a não ser que trabalhes e "prestes cuidados" numa despensa com a porta fechada. Mas não podes dizer que aqui se está a falar mal só por falar... o assunto é sério...!!
 
Prestar bons cuidados não serve de nada junto desta figura... ele apenas pretende serventismo e submissão!!
Perdoem-me!!Não é apenas isto... quer também e principalmente colegas para tramar, para tirar dinheiro, a fim de mostrar a sua "boa gestão" aos que se encontram acima dele para levar o biscoito e uma palmadinha nas costas!!
Que VERGONHA!!!!!!
 
Vergonhoso...Este hospital está podre. Situações escandalosas surgem a toda a hora.Ilegalidades é nota dominante e injustiça ali é regra...Pena pelos bons funcionários que ali trabalham, uma minoria é facto, mas valem muito, mas como não andam no rebanho obviamente que não são vistos com bons olhos....
 
anonimo das 4:59:
huummm pelos vistos tu eq andas a ameaçar as pessoas q teem opiniao diferente da tua... pra quem se queixa de ser pressionado, pelos vistos tb gostas de pressionar... se calhar n tens grande moral para te queixares disso, já agora quando disseres os nomes de quem n tem a mesma opiniao q tu, aproveita e diz tb o teu... ficava-te bem.. ahh e pra terminar tou cheio de medo das tuas ameaças!
 
"Caro colega podes ir imobilizar o doente q eu deixo...
Realmente ha coisas... eu vivo na "ditadura" (segundo alguns) do CHCB e isso n me acontece... no teu caso imobilizo o doente e depois de ele estar em segurança informo o medico daquilo q se esta a passar... e olha inda n me pressionaram nem enforcaram nem nada disso...realmente sou um sortudo! é preciso é haver confiança entre profissionais, digo eu q n tenho 20 anos de serviço n penho pos graduaçao nenhuma nem especialidade...mas tenho opiniao e competencia pra decidir!!!"

Caro colega:

Não deve ter percebido nada do que escrevi!

A história que coloquei é naturalmente pura ironia...

O colega afirmou que "... tenho opiniao e competencia pra decidir!!!", pis eu acho que se ler a circular da DGS verá que o que lá está escrito é diferente do que afirma e não me recordo de ter sido contestada por ninguém (OE, sindicatos, ...)...

A circular aceite que possa iniciar a contenção física e que depois "peça autorização" ao médico (uma vez que ele tem que a prescrever)!!!

E se ele disser que não precreve porque não acha necessário?

E se o médico prescrever contenção física e doente não necessitar, vou imobilizá-lo na mesma? Vou novamente telefonar ao médico?

E se tiver prescrito contenção física, o enfermeiro não imobilizar o doente e este cair fazendo um TCE, vai sobrar para ...

Meu amigo: "confiança entre rofissionais" é preciso, mas ... boa sorte !!

Já agora depois de reler a circular verifiquei uma coisa espantosa:

Qualquer médico pode prescrever a dita imobilização mas nenhum enfermeiro o pode, por isso se necessitar peça a um ginecologista ou oftalmologista ...é que os enfermeiros nem isso podem fazer autónomamente.

Os médicos devem ter coisas mais importantes do que passar o tempo com estas idiotices de prescrições ...

O que é importante na nossa articulação com o médico é informá-lo da necessidade da contenção física para que se possa encontrar alternativas (nomeadamente as farmacológicas - que são da respnsabilidade directa do médico).

E eu neste momento trabalho num CS e não tenho que lidar muito com esta treta, presto é muita atenção ao que vem da DGS e não "durmo" em serviço c/o muitos colegas o fazem!
 
Espero q consigas dormir em casa entao...senao pede ao medico para prescrever algo...
 
Ó pessoal...então...
Tão a esquecer a base disto tudo??
Agora sim, estamo-nos a atacar uns aos outros, entre pares...
Isso não!!

Há coisas bem mais graves e importantes (pela negativa) acerca do mister!!
Como aquela que disse ao chefe da medicina que não queria voltar a ver o nosso colega de canadiana no bar!!
O nosso colega continua a desempenhar as suas funções, com a mesma qualidade apenas precisa(va) de um apoio...
Onde pára a humanidade desta criatura???
 
O que o colega das 6:23 fala é de algo já mencionado num antigo post deste blog e que só vem destacar o progressivo esvair de competências dos enfermeiros.

Claro que um enfermeiro deve poder decidir, tendo em consideração os seus conhecimentos e competências, quando deve imobilizar um doente agitado. Claro que deverá informar OPORTUNAMENTE o médico, claro que deverá esgotar alternativas, claro que deverá falar com a família ...mas isso são as boas práticas ...

Enfermeiros!!!

YES WE CAN ...(era um bom título para um post Doutor Enfermeiro!!)
 
Essa história da circular passou pelo meu Hospital e todos achámos a história da prescrição médica uma anedota de mau gosto!

Qualquer dia se um enfermeiro for ao WC tem que pedir para o médico prescrever, será que a DGS não tem mais coisas para se preocupar?
 
Eu penso que os tipos da DGS e mesmo da OE e do MS julgam que os enfermeiros são sádicos, burros, ignorantes e estúpidos e gostam de amarrar os doentes só porque lhes apetece?
 
eu já vi doentes imobilizados ou melhor "amarrados" à cama, e cujas pulseiras eram pensos higiénicos, não riam, é verdade e foi rotina; hoje chamam-lhe os 'swatch'; além disso, nada como amarrar para ter um turno calmo, ou melhor uma noite calma, porque a seguir vão fazer turno noutro lado; à custa disso, muitos doentes tinham queimaduras por fricção, edemas, hematomas, outras vezes isquémias que acabavam mal...
A culpa dessa Circular é nossa, porque não sabemos avaliar e decidir pelo melhor, ainda que seja pelo caminho mais dificil; o médico não tem que decidir pela prescrição de uma manobra tão indigna, com certeza, existem formas de sedar o doente, aí sim, ele faz falta.
Ou seja, chamem o médico para resolver a agitação psico-motora, mas não para a agravar. Recusem a imobilização dos doentes, É aí que podem fazer a diferença!!!
Já agora..."amarrar" doentes em fim de vida com agitação devida ao medo, à angústia e à dor, devia ser considerado (e para mim é) um crime grave. Vejo isto com muita frequência, tentem projectar-se no lugar do doente...inimaginável!
A Dignidade exigida é a mesma para mim ou para outro Ser doente.
Colega DE, aqui está um bom tema para um debate sério.
 
Que comentarios tão fora de texto.

O tema é:

Hostital vende motas?
 
Há uma enorme diferença entre o "amarrar" e o "imobilizar". O caro colega deve saber que a sedação também não resolve todos os problemas, ou nunca lhe aconteceu, um doente sedado sofrer uma queda e fazer um TCE, por exemplo? Será que podemos admitir que colegas "amarrem" doentes? Isso, não é para nós. Isso, não faz parte das nossas competÊncia, mas somos responsáveis pela segurança e integridade fisica dos nossos doentes. Mas já estou como o outro...Isso é outra discussão...Aqui discutem-se as situações graves ocorridas no CHCB, com a permissividade dos nossos responsáveis...
 
A circular da DGS é uma lástima e é humilhante para os enfermeiros, mas também concordo com o anónimo das 10:04
 
será impressão minha ou ninguem da ordem aparece e diz qualquer coisa
 
Boa noite a todos...
Apesar de não ser profissional de enfermagem acabo por apoderar-me deste espaço para poder manifestar a minha opinião.
Sou técnica de diagnóstico e terapêutica igualmente insatisfeita com muitas das medidas levadas a cabo neste hospital das "quintas"... Por todos os anos de experiência profissional que carrego nunca presenciei a tão vergonhoso clima de insatisfação, desmotivação, desorganização,desigualdade, repressão, a que aqui se assiste!!! Fico sempre com a sensação de que nesta instituição alguns (poucos) são doutores e todos os restantes serão meros servidores! Não seremos todos profissionais de saúde??? Não deveria o objectivo ser todo o mesmo??? E o Doente???
É de arrepiar que aqueles que, na realidade, estão dispostos a trabalhar e que manifestam iniciativas benéficas em prol do DOENTE continuem a ser desprezados, ridicularizados e ouso ainda dizer penalizados pelas chefias de serviço!!! Relembro que um hospital é muito mais que numerologia e estatísticas...
Basta de Imperialismo Casteleirense e afins!

P.S - Parabéns ao blogue, nem que não seja, pela capacidade de nos por todos a comunicar, algo que, actualmente, no CHCB não é permitido!
 
Caros colegas e demais leitores:

Tanto que haveria a dizer sobre os últimos 3 anos de governação no chcbeira...Mudanças compulsivas de serviço; falta de respeito com colegas que tiveram problemas de saúde e, não bastasse isso, ainda tiveram que lidar com as pressões dos ditos; atitudes de mera prepotencia e afirmamento pela imposição, sempre feitas em privado e sem deixar provas, sem assumir o que quer que seja; a preocupação permanente com as fardas mal passadas, com os cartões de identificação, com a cor dos sapatos, etc; a persuasão para poupar nas pomadas e material afim, quando se desperdiça milhões em antibioticos administrados, muitas vezes sem critério; a tentativa constante de reduzir enfermeiros em quase todos os serviços; os protegidos/defensores; a desersão dos colegas espanhóis que nunca ficou clara para aqueles que não os conheciam........................
Enfim, tanta coisa que passaria horas a enumerar... E o que se conseguiu? Desmotivar praticamente todos os enfermeiros e não só. Hoje, temos uma quinta em que poucos mandam e muitos obdecem...Assim, ninguém vai trabalhar com gosto...Afinal somos profissionais de saúde ao serviço dos portugueses e portuguesas e não empregados de nenhuma organização privada, como alguns pensam...Mudam as direcções, mas não mudam os profissionais....Já não seriam os primeiros a precisar. E, penso que as pessoas não terão memória curta...
Abraços...
 
é por isso que a enfermagem está cada vez melhor ... são sempre os mesmos a mamar... mama na ordem ... mama no hospital... entre outros. os enfermeiros directores haviam de ter vergonha e serem honestos. Expliquem-me lá como é possível um enfermeiro director ganhar mais que o meu ordenado só em representação??? ando eu a trabalhar todo o mês a fazer 40 horas por semana, a fazer noites e fim de semanas, a trabalhar no natal e no fim de ano ... e sua excelência passa o dia todo sentado sabe-se lá a fazer o quê ... chega ás 17 horas vai para o recanto da sua casa, passa os fim de semana descansado, passa o natal e o fim de ano em casa descansado ... e ganha mais em representação do que eu.
Acho isto escandaloso e uma vergonha. os nossos sindicatos e a própria ordem haviam de por termo a isto.
Como é que o governo quer sair da crise com pessoas a mamar estes ordenados??? Não existe orçamento que resista.
 
É deveras desolador o panorama no centro hospitalar da cova da beira. Se por um lado abundam as noticias de uma suposta modernidade a reboque de ideias vanguardistas propagandeadas pelos também eles mediocres média, que não noticiam o que realmente interessa, temos o doente e os profissionais relegados para segundo plano, ou terceiro e quarto consoante a categria profissional.
É constrangedor não ter motivação para além do dever ético moral e humano inerente à profissão tão intimamente ligada à vida...
Existe vontade real por parte do conselho de administração na pessoa do seu enfermeiro director que os enfermeiros por si tutelados procurem actualização de conhecimentos pela formaçao continua num leque variadíssimo de temas, que deixem de ser leais "vassalos" da classe médica e partam para outro paradigma bem mais digno da condição académica e intelectual dos mesmos para o bem não só da classe mas do proprio sistema de saúde que vezes demais tem areia na engrenagem por excesso de competencias médicas que deviam há muito ter sido delegadas? Existe vontade de mudar? Não creio... Porque enquanto o apetite do poder for voraz nunca conseguirá ver para além do seu automovel , casa ou bem estar familiar. E este todos sabemos tem o seu custo.
Mas a reflexão tem de ser feita pois o novo código e trabalho, e possivelmente não o sabe o próprio socrates, tem tido um uso mais que experimental por aqui, em que bancos de horas são constituidos sob a capa da impossibilidade de pagamento de horas extraordinárias...Motiva alguem trabalhar pelo bem comum de uma mesma instutição com regras tão dispares para cada classe profissional, motiva alguem trabalhar com afinco sabendo que do outro lado há alguem que ganha extraordinários de forma programada e que com uma noite (quantas delas dormindo)receba mais q outro num mes? Motiva? a mim sinceramente não...Correia de campos deu-se conta da situação..infelizmente tinha de ser saneado...fechar blocos não produtivos, SAP´s sem doentes, limitar horas extraordinários..é demais...o dinheiro fácil onde se ia ganhar depois?
Por mais que custe admitir o reconhecimento vem tambem ele da remuneração auferida e enquanto a nossa for baixa resumir-nos-emos ao miserabilismo...

P.S.
pobres "boy´s" que julgam que irão ganhar com o compadrio... as SS à moda da cova da beira...Ridiculo..
 
Um bom general forma um bom exercito com as piores tropas..um mau general consegur fazer o pior exercito com as melhores tropas...
 
Não falem mal das motas...ora em termos globais os serviços de urgencia, UCI, ortopedia e cirurgia vão ter muitos mais "clientes" porque duas rodas não dão a mesma segurança que quarto, os serviços de medicina e pneumologia tambem que andar de motas no inverno tem que se lhe diga..os médicos e administrativos não vão ter mãos a medir para passar baixas.tal será a taxa de abssentismo..no fundo é uma pena os " clientes" serem funcionários pois caso contrario a produtividae subiria em flecha!
 
Isto das motas é uma anedota de todo tamanho!!!
São para quem? Para a administração? Para os senhores dos cargos xpto?
NÃO!!! Vêm com a bandeira do "ambiente" mas a ideia é livrar o estacionamento para os cargos xpto enquanto o povinho vem "de mota", ao frio, à chuva, sujeito a uma ou duas pernas partidas...

Administração xpto!!!
 
Este post gerou muita polémica. No CHCB fala-se muito deste blog!
 
Meus caros amigos sem nada saber do referido personagem "Ramalhinho",quero apenas referir ao Sr(a) do comentário das 4:27 que no privado pagam melhor do que no público.Eu trabalho no privado e até ao dia de hoje sempre fui muito bem tratado. O problema dos hospitais actuais não é o facto de serem privados,mas sim, o facto de ser dinheiro público gerido por e para um grupo reduzido de amigos. Portanto não venham por as instituições privadas como a ovelha negra. O problema de todas as instituições públicas nacionais é a nomeação politica ( que mais deveria chamar-se "atribuição de tachos aos amigos"). Bons tempos em que tudo era democrático e havia listas votadas por todas as partes interessadas. Uma vez que estamos num momento histórico da nomeação de um presidente de raça negra, vamos então seguir o seu discurso e juntos ( não apenas Enfermeiros, mas todos) pedir para se acabar com a nomeação politica em todas as instituições públicas. Isso sim seria um Grande passo para Portugal. Porque este personagem "Ramalhino" é apenas mais um entre um milhar de amigos que foram corrompidos pelo Poder... e porquê???Porque o poder corrompe, cria ambição desmesurada e retira a humildade às pessoas, razão pela qual nunca deveria haver poder absoluto, sem discussão, sem controle!
 
Ei ... motoristas dos BV Covilhã e anexas... afinal o que é que voces sabem? ou é o jogo do gato e do RATO?
 
Tanto chorrilho de asneiras, tanta roupa suja lavada em praça pública! afinal o pobre homem é assim tão mau! Foi ele que por acaso levou um grupo de amigos e compadres a irem para o VMER! criando 1ª, 2ª 3ª classes de enfermeiros, como nos comboios da antiga senhora? foi ele que promoveu as pupílas, com traves de elitismo em género, a apregoar aos quatro ventos saberes e sabores, que na prática pouco conhecia ? Será que o seu vencimento causa assim tanto prurido enquanto inúmeros manetas ganham o triplo e o quadrúpluo sem fazer nada?. Meus amigos o cargo é político, e deve benção ao patrão. Gostava de ver se os delatores deixavam o cargo se para tal fossem convidados. Deixem pois vir as motas ( cuja figura nada tem a ver com elas ) e já agora que venham com o pacote internet
 
Vocês falam muito. putos licenciados, bloguistas e grafiteres de parede.
Quando tiverem filhos em idade de procurar emprego sejam eles doutores, licenciados ou lacaios, se tambem não andarão a lember as botas aos casteleiros da altura.
 
Olhem como consigo escrever no blog.
No hospital tenho acesso vedado à net por ser empregado de 2ª?
Gostaria de visitar sites, como os senhores doutores, da porche, BMW, bentleys e mercedes.
Mota, isso sim vou ter! e já agora como o meu concidadão bloguista, com pacote NET.
 
Como disseram, qual o vencimento em horas extraordinárias do director clínico ?
Nâ, voçes estão enganados
O homem assim não teria tempo para trabalhar em horário normal.
E já agora o cargo não tem isenção de horário? então... estou confuso, onde diabo foi ele ver dos extraordinários.
Isso hospitalocolegas, malhem neles.
 
Qual gato e RATO.....
 
Viva o OBAMA. É ele que vos vai salvar... Será ele o D. Sebastião que os Enfermeiros querem para sair do meio do nevoeiro????
 
“Há uma enorme diferença entre o "amarrar" e o "imobilizar".”
Caro colega (se quer jogar com os conceitos…) o termo correcto é contenção física, a imobilização é para os polícias, que para já ainda não necessitam da receita médica!!!
Por vezes (infelizmente) a contenção física é necessária.
Em relação ao enfermeiro director do CHCB, faz um papel semelhante a inúmeros outros que pululam por aí…são nomeados políticos e vendem-se, estando-se “borrifando” para a classe que deviam representar!

O problema é que o director clínico continua a ser médico e a trabalhar como médico e o enfermeiro director passa a um outro “paradigma profissional”: A LAMBE BOTICE CANINA

Ass: Serrano
 
AO AMIGO TINTIN EU RESPONDO, QUANDO TIVER UM FILHO LICENCIADO, BLOGUISTA OU GRAFITER, ESPERO QUE SEJA TRATADO COM A DIGNIDADE E RESPEITO QUE MERECE, E QUE CONSIGA O SEU EMPREGO SEM ANDAR A LAMBER AS BOTAS AOS CASTELEIROS DA ALTURA, POR ISSO EU HOJE PUTO BLOGUISTA, LICENCIADO EM ENFERMAGEM, E GRAFITER E NÃO GRAGITERE DE PAREDE, FAÇO HOUVIR A MINHA INDIGNAÇÃO ASSIM COMO DEVERIAM TODOS
 
HÁ E JÁ AGORA, NÃO SABIA QUE SER LICENCIADO ERA CRIME
 
O QUE MAIS ME DÁ CABO DO JUÍZO É A FALTA DE RESPEITO PELO DOENTE, A AUSSÊNCIA DE TRATAMENTO COM DIGNIDADE, A FRIEZA COM QUE É TRATADO, COMO SE FOSSE MAIS UM MEIO PARA ATINGIR UM FIM, DAR LUCRO AOS SENHORES MÉDICOS QUE ENCAMINHA OS UTENTES PARA O SEU CONSULTÓRIO PRIVADO. COMO ENFERMEIRO MAIS DO QUE PENSAR EM MIM PENSO NO UTENTE QUE SOFRE NUMA CAMA SEM VER A SUA DOR ALIVIADA TUDO DEVIDO AOS INTERESSES DE QUEM SE JULGA PROFISSIONAL DE SAÚDE . SÓ GOSTARIA QUE ESSE ALGUEM QUANDO CHEGASSE A SUA ALTURA FOSSE TRATADO DA MESMA MANEIRA, A SAÚDE NÃO É UM NEGÓCIO, NÃO É, UMA FONTE DE DINHEIRO, QUEM TRABALHA NA AREA DEVE DE O FAZER A PENSAR NO UTENTE, NÃO NO SEU BOLSO, ISTO AINDA É MAIS ESCANDALOSO DO QUE A FALTA DE RESPEITO QUE EXISTE EM RELAÇÃO A QUEM PASSA 24H POR DIA 7 DIAS DE SEMANA A CUIDAR DE UM SER HUMANO O MAIS MARAVILHOSO QUE EXISTE Á FACE DA TERRA, JÁ ALGUMA VEZ PAROU PARA PENSAR. E SE FOSSE EU?
 
anónimo das 9:45.
Se fosse o sr. perguntava oa srs casteleiros, porque há tantos enfermeiros no desemprego que lhe podiam estar a prestar cuidados de qualidade e com a dignidade que merece.
 
Lamentável... com tanto para ser feito .... assim se gastam as energias...
Pobre Portugal
 
deixem o Ramalhão em paz , continuo a dizer quem destrói a enfermagem são os próprios enfermeiros.Estes ramalhinhos e ramalhetes têm sempre cargos importantes (como vimos agora com este ramalhão que esteve como dirigente no SEP ocupa um cargo na ordem e ... é filiado no partido... )ém quanto isto for assim pobre PAÍS O MEU.flor
 
Não pude deixar de ler este blog, sem que não fica-se tentado em participar, concordo com muito do que aí está a ser dito, embora por vezes não concorde com a linguagem usada. Relativamente ás EPE deve ser situação generalizada, onde cada vez se veêm mais Administrativos, Motoristas, Técnicos de oficinas e Engenheiros do que própriamente Técnicos de Saúde que trabalham com e para o DOENTE/UTENTE, sem falar que maioria das vezes estes trabalhadores são contratados por afinidades de parentesco ou favorecimento.
Relativamente a dois comentários aos quais não poderia ficar indiferente e aos quais aqui vou tentar esclarecer as dúvidas, são os dos colegas ou colega (caso tenha sido o mesmo a faze-lo) que tem um relativo ou generalizado prúrido para com os Enfermeiros que fazem VMER, pois tanto quanto sei aí no CHCB os critérios usados para selecionar os colegas foram baseados em iguais ou identicos a tantos outros Hospitais do nosso País e passo a citá-los:
1º Experiencia em anos de serviço;
2º Essa Experiencia em anos de serviço deveria ter sido adquirida em serviços que lidam diáriamente com Doentes Urgentes/Emergentes ou em situação critica, nos quais estão incluidos Urgências, UCI´s Médicas e Cirúrgicas e Blocos;
3º A idade do Enfermeiro (superior a 45 anos) e a possibilidade de existirem Enfermeiros(as) casados com Médicos(as) a realizarem VMER na mesma equipa, são por vezes critérios de exclusão de concorrentes.
Por isso caro colega, não sei em qual deste ou destes critérios não estaria incluido, pois tanto quanto sei os colegas aí da Covilhã não foram escolhidos pelos seus lindos olhos, muitos até e infelizmente ficaram pelo caminho na sua formação e até devido a requisitos impostos pelo próprio INEM (que puderão ser ou não contestados), daquilo que é um curso muito a sério, exigente e que nada tem a ver com sortes, favorecimentos ou com o ser amigo ou escolhido pelo Sr. Director. Podendo perguntar isso caso esteja interessado a qualquer dos colegas que o frequentou com ou sem exito da VMER, quer desse Hospital quer de todas as outras deste País.
Um abraço a todos e faço votos que no meio desta "ditadura" toda se recordem os ideais de Abril, que tão defendidos foram por quem agora se esquece deles e se encontra em lugares de Chefia, responsabilidade e poder de decisão.
 
Ramalhinho para a Rua!... Paulo ao "poder"! Este último sim, defende os enfermeiros!
 
Plenamente de acordo com este colega! A questão que se coloca, é como podemos lutar pelo nosso direito de eleger o nosso representante!
 
Caro(a) tintin, apresento-lhe desde já os meus pesames pela falta de sucesso para com a educação e crescimento pessoal, social e cultural de seu filho(a) doutourado, licenciado, grafiter ou até mesmo bloguista!
Se ele(a) tivesse uma educação semelhante à que os meus paizinhos me deram, não deixava a dignidade em casa quando procurava na rua atingir qualquer objectivo que pretendesse na sua vida! Nós enfermeiros, quantos colegas vemos a trabalhar em caixas de hipermercados, lojas de roupa, ou pizzarias?? já são tantos.... são menos dignos por isso?? NÃO!!! E são licenciados! espantoso! Simplesmente, optaram por ser pessoas de principios, e fizeram-se à vida sem vergonha, continuando a lutar todos os dias por um emprego como enfermeiros, por mérito, e não por lambidelas! Orgulho-me deles, e de todos os enfermeiros que lutam todos os dias pelo bem estar dos doentes que cuidam, porque uma coisa é certa, quando um emprego surge "do nada = lambidelas" o cuidador nunca dará valor aos cuidados que presta todos os dias, porque nunca lutou dignamente para poder prestar esses cuidados!

E... Sim, lutemos pela eleição do nosso director!
 
Esse Enf director já leu este post?
 
Colega da Vmer (anonimo 11:53):
deves pensar q os outros andam ca a dormir... esse criterios entraram em vigor quando?? hoj??
ve em hospitais do alentejo e algarve quais os criterios... ja n devem pertencer a Portugal... só acho q todos os Enfermeiros deviam ter essa oportunidade se quisessem e os melhores eram seleccionados... e no caso do CHCB n foi dada essa possibilidade e porq? o tal compadrio do passado...
 
Enquanto tantos discutem, Ramalhinho e seus pares, não terão já apagado milhentas pontas soltas? Pessoal que entrou à frente de outros... Concursos abertos nos jornais como entidade desconhecidas para regularizar pessoas que entraram meses antes??? E Investigar isto? Não?
 
O que verifico?
1º - Pouco ou nenhum sumo tem surgido que possa aproveitar-se para tornar a enfermagem mais didna de respeito.
2º Uma grande parte dos que acima afinam ainda não conseguiram delinear bem o que está mal na enfermagem
3º Há uma falta de coragem, direi mesmo cobardia, para assumir as deficiências que nos tolhem para nos impormos como LICENCIADOS.
Isso depreende~se da frustração que emerge duma grande parte dos "desabafos".
Culpa de quem?
- Dos sindicatos porque não conseguem fazer aprovar vencimentos para todos, não direi como o dos enfermeiros directores, mas que não seja muito longe disso, pelo que vi referenciado atrás.
- Da OE porque ainda não conseguiu fazer valer que os cuidados em segurança se fazem com dotações seguras, logo com muitos mais enfermeiros nos serviços.
- E de nós enfermeiros porque para a OE e os Sindicatos se imporem precisam do nosso contributo. Contributo que dê aos sindicatos a força que precisa para reivindicar que o que fazemos na prática corresponde às responsabilidades de um LICENCIADO. Contributo que transmita à OE que estamos a cumprir com o mandato social que nos foi autorgado.
- De mim, de ti que pouco mais fazemos que o que está rotinizado nos nossos serviços.
Não era pedir de mais se pelo menos conseguissemos REFLECTIR nas nossas práticas e, já que tou numa de apelar ao interior de cada um, DEMANHÂ; À TARDE,À NOITE quande iniciássemos o turno organizássemos o nosso trabalho a pensar apenas nisto: O que posso eu resolver(DECISAO minha) ou ajudar a resolver dos problemas que os meus doentes têm? e daí, de certo surgirá outra ATITUDE
 
muito se diz mas pouco se faz .caros amigos dediquem-se á pastoricia e pensem que nem tudo o que se diz é verdade .Nós os enfermeiros ficamos os politicos mudam e nem sempre tem poder,mais tarde ou mais cedo os manos metralhas e seus cumplices vão cair e nessa altura veremos então se vieram para ficar como os toyotas
 
Precisamos de enfs directores por eleição!
 
Precisamos é de Homens e Mulheres, não de ratos cobardes. Precisamos é de não ter medos. Precisamos é de lhes mostrar o peito. precisamos é de dignidade e verticalidade. Para rastejante, basta o sr enf director do chcb
 
Colega da VMER gostava de te esclarecer um a um os critérios referidos:
1º -Experiência anos de serviço - A VMER da Covilhã tem Enfermeiros com experiência profissional, igual á de tantos outros da instituição,quer em anos, quer nas competências em urgência emergência que apresentam, nomeadamente: Cardiologia e Medicina. Não se esqueçam da mais valia que representa para os outros hospitais o facto de terem enfermeiros com competências acrescidas nesta área, distribuida pelos dieferentes serviços do Hospital. Mais ainda têm a ideia de criar um serviço de emergência interna, limitando-o aos seres pensantes e ideólogos da emergência, que pensam saber mais do que um enfermeiro de cabeceira que atende aos aspectos psicossociais e emocionais. Nuncam esqueçam que a supremacia da técnica em detrimento da relação é o primeiro passo para a substituição de enfermeiros por outros profisssionais.
2º - Vejam os exemplos ao vosso lado: Guarda e Castelo-Branco, onde como sabem existem
enfermeiros de todos os serviços a trabalhar na VMER.
Já agora é de valorizar que a discussão está a ser muito mais proveitosa neste momento.
 
"...enfermeiro de cabeceira que atende aos aspectos psicossociais e emocionais."
Desculpem a minha ignorância mas isto é uma especialidade nova?
Para mim há ENFERMEIROS no seu todo e ponto, deixem-se de ataques aos vossos próprios pés e se querem discutir, que seja algo que possa interessar a toda a Classe
 
Acabo de terminar a Licenciatura em Enfermagem e vejo aqui MUITO MUITO MUITO pessoal que se rendeu ao sistema instituído. Ou porque não falam por medo, ou porque aproveitaram as CUNHAS para estarem onde estão!
Posso dizer que não tenho cunha alguma e acumulo 2 empregos nocturnos para poder pagar as propinas.
Depois venho aqui e vejo pessoas a dizer que a culpa é deste e daquele! Não será de todos? Não será de todos os que são apologistas de duplo ou triplo, que tiram lugarem a novos enfermeiros como eu? Têm que nos dar uma oportunidade senão quem irá cuidar de vós quando de alguma maleita padecerem?
O curioso nisto é ver Hospitais a pagarem milhares de horas extraordinárias ao invés de colocar mais enfermeiros... Não estarão enfermeiros à frente das direcções dos hospitais que Vejam a NECESSIDADE DE MAIS CORPO DE ENFERMAGEM?
Pensem nisso...
 
Já agora alguém sabe o preço e a marca das lambretas?
 
"Posso dizer que não tenho cunha alguma e acumulo 2 empregos nocturnos para poder pagar as propinas."

Há colegas que acumulam para pagar outras coisas, tais como cursos de pós-formação e outras coisas
 
Qual a diferença entre um enfermeiro e um clinico geral, farmaceutico,scretário,técnico,segurança...ou outra profissão qualquer. Em 1º lugar: a formação. E já é o suficiente para explicar pq se fala em "cada macaco no seu galho". Se hover necessidade para que uns passem a desempenhar a função de outros ex: enfermeiros que prescrevem ou médicos que fzem cuidados de enfermagem,não haverá problema..simplesmente façam os enfermeiros estudar outras áreas para as quais não têm competência actualmente. Idem para os médicos. ou para qualquer outra profissão, não? Parece uma verdade de Jacques de la Palice.
Talvez a questão seja..há essa necessidade? E havendo, serão possíveis as reconversões? Interesses à parte!uma discussão fundamentada e desinteressada por favor, que já vai chegando de opinadores sentimentais e interesseiros prepotentes!

Só mesmo quem não conhece as profundezas da formação médica ou de enfermagem, as especificidades de ambas, é q pode sugerir tal sobreposição de funções sem justificar minimamente..
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

AmazingCounters.comVisitas ao blog Doutor Enfermeiro


tracker visitantes online


.

Novo grupo para reflexão de Enfermagem (a promessa é: o que quer que ali se escreva, chegará a "quem de direito")! 

Para que a opinião de cada um tenha uma consequência positiva! Contribuição efectiva!