domingo, dezembro 28, 2014

Ordem dos Enfermeiros: eleições anuladas, eleições antecipadas?!


.
Não! - obviamente que isto não tem correspondência à verdade! Hoje já li sobre esta matéria e ainda não constatei muita sensatez e fidelidade aos factos. Relembrando: a “Lista B”, simpatia da Ana Rita Cavaco, protestou, alegando que sucederam supostas irregularidades eleitorais relativas à Secção Regional do Sul, onde foi eleito o Enf. Alexandre Tomás, como Presidente do Conselho Directivo Regional da respectiva Secção.
.
Este processo arrasta-se há quase 3 anos. Tal é referido no site da Ordem dos Enfermeiros, em primeira instância ganhou a Ordem, agora, em segunda instância, a juíza deu razão à “Lista B”. Porém, é preciso saber interpretar as noticiais (mesmo as encomendadas). Além disso, é fundamental saber qual o real enquadramento deste processo.
.
A saber:
.
1Não está em causa a eleição do Bastonário (eleito por maioria absoluta, com mais votos do que todos os outros candidatos somados);
.
2 – O processo circunscreve-se apenas à Secção Regional do Sul;
.
3 – A Ana Rita Cavaco não foi derrotada nas eleições – tal como já li - uma vez que esta nem sequer se candidatou para o lugar de Bastonária, impedida pelos critérios definidos pelo Estatuto da Ordem dos Enfermeiros publicado através da Lei n.º 111/2009. Este processo não tem qualquer relação com esse assunto. Note-se que a acção interposta pelos Enfermeiros Carlos Alberto Gonçalves Alves Francisco e Maria da Conceição Silva Farinha, não envolve a Ana Rita Cavaco;
.
4 - Existem duas decisões judiciais: uma a favor da Ordem, outra a favor da "Lista B". Segue-se, certamente, um recurso por parte da Ordem e, como tal, tudo continua adiado e em aberto, sem um veredicto final e superior quanto ao apuramento da verdade e responsabilidade;
.
Nota pessoal: independentemente da direcção da actual decisão do tribunal, existindo ainda possibilidade de se interpor recurso, o mais importante é perceber que o Bastonário, Enf. Germano Couto (à altura era candidato, sem qualquer relação com as comissões eleitorais - responsabilidade das Enfs. Maria Augusta de Sousa e Ana Sara Alves de Brito!), não tem qualquer responsabilidade nos factos ocorridos e manter-se-á no desempenho do seu cargo, assim como os restantes órgãos da Ordem, em defesa dos cidadãos e da Enfermagem através do Enfermeiros .
É lamentável a especulação, o show de praça pública em torno desta questão, sob a égide da "vingança" pela derrota infligida, tentem o saque da nossa estrutura reguladora... 
Contudo, nestas coisas, a verdade vem sempre ao de cima…

Comments:
É lamentável que um grupo de enfermeiros sujeite a própria OE a esta publicidade péssima, numa altura em recomeçamos a ter alguma imagem...

Se estão tão convictos que são a opção maioritária dos enfermeiros do sul, concorrem na próxima eleição e logo se vê...

Para não falar dos custos que isto trouxe e trará para os cofres da OE, e por consequência para todos os enfermeiros... E querem diminuição das quotas?
 
É engraçado referir no ponto 2 que "O processo circunscreve-se apenas à Secção Regional do Sul". Quando o resultado de uma mesa eleitoral é anulado não se reprecute em todos os órgãos em eleição nessa mesa eleitoral?

Engraçada é também a dualidade de critérios quando escrever que as "supostas irregularidades eleitorais relativas à Secção Regional do Sul, onde foi eleito o Enf. Alexandre Tomás" e refere no fim que o "bastonário não tem qualquer responsabilidade nos factos ocorridos". Foi só lapso não incluir o nome do Enf. Alexandre Tomás ou foi para deixar no ar a possibilidade de que o Enf. Alexandre Tomás poderia ter?

De qualquer das formas este circo é vergonhoso para a profissão. Nenhum dos atuais órgãos eleitos têm o que quer que seja a ver com a forma como decorreram as eleições.
A demagogia destrutiva dos ex-candidatos da lista B é ridícula.
Não nos esqueçamos enfermeiros que os que agora apareceram não participaram nas decisões da profissão numa das piores fazes da mesma dos últimos anos. A Enf. Ana Rita Cavaco não aparece há 3 anos em assembleias da ordem para dar contributos, pertence ao conselho nacional de um dos partidos do governo e não foi por isso que conseguiu influenciar positivamente a profissão.
Tenham vergonha e dignifiquem a profissão...inimigos já temos muitos fora da profissão.
 
Esta malta meteu-se num buraco nos últimos 3 anos, a RENOVAÇÃO da Ordem - nunca ninguém os viu numa assembleia, geral ou regional!!! - aparecem sempre quando há oportunidade para o espalhafato, agora já andam a encomendar as noticias à maneira deles, a afiar as facas para o próximo «combate», o que interessa é ganhar para mandar! ou dizer que mandam...

esta enfermagem está condenada pelo tipo de enfermeiros que só têm energia e engenho para se destruírem uns aos outros, vale tudo para se conseguir um lugar ao sol... ou pelo menos deve ser assim que essa gente pensa, que estar à frente da OE é um lugarzinho ao sol para se pavonear pelas TV´s e congressos e Tailandias e afins...
ide para lá ide, depois verão...
o pior é que quem perde é a Classe...

.....triste.......
 
É preciso baixar as quotas da OE ou determinar uma % do vencimento (<0,5%), para "quem ganha mais desconta mais". Atualmente, a maioria dos enfermeiros até 16 anos de profissão (que estão na base da caareira - 1201 euros) tem uma penosidade desproprocional no pagamento das quotas relativos aos demais colegas dos últimos 15 anos de carreira. Equidade, precisa-se!
 
Sr. Bastonário sabe o que o seu "colega" Presidente da MCEESMO diz sobre essa norma? Pergunte-lhe e espante-se. Mande lá a "sodona" Barradas assinar pareceres que não escreveu (e desconhece a sua autoria) e propor ao Conselho de Administração que transfira de serviço as de "enfermeiras problemáticas" (designação por ela utilizada) que denunciaram situação graves de carência de enfermeiros no bloco de partos do hospital de setúbal, assim como atacar as colegas que não têm direito ao pleno gozo do seu horário de amamentação, porque ela também não teve. Tenho pena que não conheça de facto quem consigo tem na OE. Descrédito total. LAMENTÁVEL. Fora!
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

AmazingCounters.comVisitas ao blog Doutor Enfermeiro


tracker visitantes online


.

Novo grupo para reflexão de Enfermagem (a promessa é: o que quer que ali se escreva, chegará a "quem de direito")! 

Para que a opinião de cada um tenha uma consequência positiva! Contribuição efectiva!