segunda-feira, abril 03, 2017

Enfermadoxos!

.
Os Enfermeiros querem ser reconhecidos como licenciados e auferir uma remuneração compatível, mas não querem ter funções (e responsabilidades) de licenciado!

Comments:
DE, estás a falar de quem??
 
Exacto, de quem e de quê?
 
... conclusão...somos iguais aos outros todos
 
Deve andar mal informado.
Greve nos Centros de Saúde, Blocos Operaórios e Serviços de Urgência por tempo indeterminado.
Vamos ver como os "verdadeiros licenciados", que se assumem, se safam!
E o ideal, para se compreender e sentir na pele esse comentário, desejava que não existissem serviços mínimos.
Aí sim, o país compreendia a nossa dita incapacidade.

 
ENFERMEIROS: Apoiem o Projeto de Lei 496/XIII - Alterações ao regime jurídico-laboral e alargamento da proteção social do trabalho por turnos e noturno.
Em apreciação pública de 2017.04.27 a 2017.05.27 - Envie o seu contributo SFF.
 
Cada vez mais a enfermagem irá ter dificuldade em afirmar-se e encontrar um rumo. De licenciados alguns enfermeiros só têm mesmo o titulo. Erros de ortografia são mais que muitos. Os registos de cuidados,uma lástima! E não fazem nada para melhorar. Nesta matéria as escolas de enfermagem têm muita culpa pelos modelos de ensino que implementaram. No meio de tantos medíocres, os melhores nem sempre conseguem sobressair.
Que dizer de uma classe onde alguns bajuladores,infelizmente em número elevado,para atingirem os seus objetivos e conseguirem privilégios rondam os gabinetes dos
enfermeiros diretores,seus adjuntos, supervisores e afins? Estes bajuladores são habitualmente os mais medíocres que pretendem ganhar bem e trabalhar pouco.
Que dizer ainda de uma classe onde os enfermeiros diretores podem dar-se ao luxo de nomear cinco adjuntos? De preferência da mesma cor politica ou amigo ou familiar de alguém da mesma cor politica. Que ridículo!
É lamentável mas estes licenciados, que fazem tanta questão em dizer que são licenciados,não vão longe! Não vão seguramente ajudar a dignificar a classe de enfermagem.



 

Olhe colega concordo com o que escreveu e digo-lhe mais conheço um muito recém enfermeiro-diretor, que se fartou de suar para ser nomeado mas, enfim, coitado, lá conseguiu e, agora anda a nomear a sua corte ou melhor, os tais CINCO ADJUNTOS. Sim, porque enfermeiro diretor que se preze não faz a coisa por menos. É preciso demonstrar que tem prestigio e poder. Esses tais iluminados adjuntos são todos ligados ao seu partido ou melhor, familiares e amigos dos compadres políticos deste enfermeiro diretor. E nós a pagar impostos para esta gente! Por estas e por outras é que as instituições do SNS não evoluem
 

CINCO ADJUNTOS? TRÊS NÃO CHEGAM? OS ADJUNTOS RECEBEM UMA PERCENTAGEM SOBRE O ORDENADO PARA ALÉM DE VALORIZAÇÃO DO CURRICULO. É INACREDITÁVEL!
 

Se existem nos hospitais tantos enfºs supervisores, enfºs chefes e ainda alguns enfºs em funções de chefia e enfºs em funções de direção, para quê a necessidade de nomear adjuntos do enfermeiro-diretor?
Não há dinheiro para pagar horas de qualidade por trabalho noturno mas há dinheiro para gratificar um número exagerado de adjuntos. Quem foi a ave rara que fez a lei que permite este tipo de situações?

 

Quem havia de ser? os sindicatos esquerdistas SEP e companhia
 

Atualmente a lei não prevê a nomeação de quaisquer adjuntos do enfermeiro diretor. Os enfermeiros diretores que o fazem só demonstram desconhecimento e ignorância. Os adjuntos servem para quê? Legalmente não existem e não lhe estão atribuídas quaisquer competências. Alguns enfermeiros diretores estão convencidos que têm o mesmo estatuto que os ministros, que esses sim podem nomear adjuntos. Haja bom senso!

 

Estes indivíduos do PS sempre protegeram os seus boys da área da saúde. Não fazem concursos, nomeiam quem querem, independentemente da competência, que na maior parte dos casos é muito escassa, Criam cargos e tachos para alguns enfermeiros que de licenciados só têm mesmo o nome.
Depois admirem-se dos resultado nas próximas eleições autárquicas e legislativas
 

Existem enfermeiros que não sabem nadar e o mais grave é que não querem aprender. EXEMPLO: enfermeiros-diretores, que uma das primeiras medidas que tomam, após a sua nomeação, acompanhados dos tais adjuntos (que não existem na lei) reúnem com diretores de serviço médicos!
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

AmazingCounters.comVisitas ao blog Doutor Enfermeiro


tracker visitantes online


.

Novo grupo para reflexão de Enfermagem (a promessa é: o que quer que ali se escreva, chegará a "quem de direito")! 

Para que a opinião de cada um tenha uma consequência positiva! Contribuição efectiva!