sábado, outubro 31, 2009

Saber "falar" na polémica da vacinação dos Enfermeiros: Enf. Maria Augusta de Sousa (Bastonária da OE) vs Enf. Germano Couto (Presidente da SRN-OE)

A diferença entre...

video

(Enf. Maria Augusta de Sousa - Bastonária da OE)
.
.... não dizer nada: subjectiva, difusa no conteúdo, mecanizada, contornando as questões com um discurso pouco flexível, demasiadamente defensivo, asténico e receoso.


video

(Enf. Germano Couto - Presidente da Secção Regional do Norte da OE)
.
...saber o que se diz: objectivo, frontal, directo, com um discurso sólido e dinâmico voltado para a defesa dos interesses da classe, sem receios ou constragimentos.

Parabéns ao Enf. André Novo.






Parabéns ao Enfermeiro André Novo que, com a apresentação da sua tese intitulada "Evaluación funcional y efectos de un entrenamiento aeróbico en pacientes hemodializados con insuficiencia renal cronica", obteve o título de Doutor pela Universidade de Léon no passado dia 26 de Outubro.

sexta-feira, outubro 30, 2009

A ponta de um iceberg...


(Clicar para ampliar e ler... as entrelinhas)
.
... de um autêntico mar de favores, interesses e mentiras! O INEM está severamente doente... e isto é só uma "pontinha".

terça-feira, outubro 27, 2009

Enfermeiros de Reabilitação - imprescindíveis, obviamente!



Há algum tempo atrás, a Direcção Geral da Saúde (DGS) emitiu uma Circular Informativa (ler post) relativa às "Orientações Técnicas sobre Reabilitação Respiratória na Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC)". Tal Circular fazia substituir, na constituição da "equipa indispensável", o Enfermeiro de Reabilitação pelo Fisioterapeuta:

(clicar para ampliar e ler)

.
Hoje (27/10/2009), a referida Circular Informativa foi corrigida e actualizada. Tendo em conta a indispensabilidade de um profissional como o Enfermeiro de Reabilitação, a DGS, após a intervenção da Associação Portuguesa de Enfermeiros de Reabilitação, procedeu à seguinte alteração:


(Clicar - em cada item - para ampliar e ler)


"A Associação Portuguesa de Enfermeiros de Reabilitação (APER) encontra-se atenta ao que se passa com a Enfermagem de Reabilitação, empenha-se para que a mesma tenha a visibilidade e reconhecimento merecidos, agradece à DGS a abertura para a reposição da verdade do terreno e de algo que é mais do que justo para a Enfermagem e, neste caso em particular ,para a Enfermagem de Reabilitação.
Agradecemos também a todos os colegas que, apesar de todas as dificuldades e constrangimentos, também se encontram atentos e sempre prontos a dar o melhor no seu dia-a-dia para dignificar a profissão que servem.
Sempre ao dispor. Muito Obrigado. Até ao nosso Congresso Nacional.


Enf. Belmiro Rocha
Presidente da Associação Portuguesa de Enfermeiros de Reabilitação
www.aper.com.pt
"


P.s. - Deixo, desde já, um cumprimento pessoal ao Enf. Belmiro Rocha, em primeiro lugar, pela cortesia e amabilidade, em segundo, pela defesa intransigente da profissão, demonstrada pelo interesse e dedicação que devota à mesma.


sábado, outubro 24, 2009

Enfermeiros do Saúde 24 vão emitir CIT's (Certificados de Incapacidade Temporária, vulgo "baixas").


É possível ler no site do Sindicato Independente dos Médicos...

"Perante a incapacidade patente de os Ministérios da Saúde, do Trabalho e da Segurança Social se entenderem na matéria, e a prometida agilização da emissão de CITs ("baixas") e atestados para os pacientes de Gripe A não passar disso mesmo, uma promessa, chegou ao conhecimento de Simédicos que está na forja uma medida realmente simplex: que são os senhores Enfermeiros do Saúde 24 que mandam as criancinhas e crescidos ficarem em casa (quando não usam o fax para logaritmicamente os encaminharem para os serviços de atendimento à gripe), serão também eles a enviarem por fax para as escolas e empresas um atestado de Enfermagem justificativo das faltas e ausências.

Porque não? Já que estamos numa situação excepcional… E por acaso não estão a pensar que os Médicos de Família vão assinar de cruz as legítimas indicações de enfermeiros da Linha 24… ou estão???"
.
P.s. - "Logaritmicamente"?? Se calhar era... algoritmicamente. É que ser Enfermeiro é diferente de ser Matemático.

Quem é o primeiro a dar o braço? (Os Médicos recusam mais, mas os Enfermeiros é que sofrem a mediatização!)



"Governos por todo o mundo garantem imunidade total às companhias farmacêuticas caso existam processos legais devido a mortes e lesões provocadas pela vacina." link

Depois do Bastonário da Ordem dos Médicos (OM), Pedro Nunes, vir a público afirmar que a decisão dos Enfermeiros em não quererem ser vacinados contra a Gripe A "tem por base uma grande falta de conhecimento", vem agora o Presidente da Sociedade Portuguesa de Obstetrícia e Ginecologia, Luís Graça, deixar mais lenha para a fogueira, declarando que as dúvidas dos Enfermeiros "o deixam perplexo" e que "não aceita as mesmas".

Segundo o Bastonário da OM, já a razões pelas quais os Médicos não se querem vacinar estão relacionadas com a "percepção da pouca gravidade da doença" por parte dos mesmos!

Dois motivos para a mesma situação? Se um Enfermeiro não se vacina é porque não sabe. Se um Médico não se vacina é porque acha que não é necessário. Curioso, os argumentos "infundados" (segundo alguns) e baseados em "falta de conhecimento" (segundo o Bastonário da OM) que os Enfermeiros invocam, são precisamente os mesmos que os Médicos invocam por todo o mundo! Irónico?

É tudo muito "evidente" em termos científicos, mas... "dá lá o teu braço, que no meu ninguém toca"!
.
"Alemanha terá uma vacina da gripe suína para o governo e outra para a população" link
.
"Durante o surto de gripe suína nos EUA em 1976, que levou o governo norte-americano a ordenar um programa de vacinação em massa para toda a população, a vacina causou mais mortos que o próprio vírus, levando a um escândalo que provocou a demissão do então director do Center for Disease Control and Prevention (CDC)." link
.
"O governo britânico avisou no mês passado os médicos para seguirem atentamente os casos desta síndrome e reportá-los todos à Agência de Protecção de Saúde inglesa. De acordo com o jornal britânico Daily Mail, uma carta assinada por 600 neurologistas indica «existirem, ao mais alto nível, receios que a vacina possa provocar complicações muito graves»." link
.
"«O CDC e a Academia Norte-americana de Neurologia pediu a todos os neurologistas para reportarem os novos casos de Guillain-Barre em pessoas vacinadas neste Outono e Inverno ao sistema de alerta da Food & Drug Administration» (FDA, a agência norte-americana que regula a comercialização de fármacos e alimentos), noticia o jornal norte-americano The Oregonian." link
.
"Some of the vaccine will be stored in multi-dose vials containing thimerosal, an antibacterial additive that contains mercury." (The Washington Post) link
.
Os Médicos têm recusado mais vacina do que os Enfermeiros...
.
"Half Of Doctors Will Refuse To Take Swine Flu Shot" link
"Half of GPs refuse swine flu vaccine over testing" link
"A third of nurses will refuse to have the swine flu jab" link

"Fuga de Cérebros portugueses"... com os Enfermeiros a encabeçar o artigo...

(Clicar para ampliar)
.
.
... e os Dentistas a recusarem-se a "suplicar trabalho em clínicas verdadeiramente indecentes"! link
.

(Clicar para ampliar)


Debate sobre profissionais de saúde na pena de morte...


(Clicar para ampliar)
.
P.s. - O Dr. António Carneiro não sabe que, nos EUA, há Enfermeiros (em Portugal também os há, mas sem enquadramento legal) que colocam, legalmente, catéteres centrais, catéteres intra-ósseos, catéteres centrais de inserção periférica, etc, o que significa que para o efeito não é preciso um "Médico experiente", tal como afirma! Há uma obsessão em medicalizar tudo e em fazer depender do médico todo e qualquer procedimento.

sexta-feira, outubro 23, 2009

Bastonário da Ordem dos Médicos diz que Enfermeiros recusam vacina "por falta de conhecimento"!


"A maioria dos mais de 200 Enfermeiros que trabalham na Linha Saúde 24 não querem ser vacinados contra a gripe A, apesar de fazerem parte do grupo prioritário definido.
O argumento mais avançado para a recusa é, de acordo com a TSF, a falta de testes da vacina e o facto da mesma levantar algumas dúvidas.
" link
.
Pedro Nunes, Bastonário da Ordem dos Médicos, revelou à comunicação social que "a decisão dos Enfermeiros tem por base uma grande falta de conhecimento"! link

No surto de gripe suína de 1976, nos EUA, morreram mais pessoas como consequência da vacina, do que da gripe propriamente dita!
.
Entretanto a Ordem dos Enfermeiros emitiu uma press release sobre o assunto.

Enfermeiros de Reabilitação substituídos por... Fisioterapeutas!


A Direcção Geral da Saúde (DGS) emitiu uma Circular Informativa relativa ao assunto "Orientações Técnicas sobre Reabilitação Respiratória na Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC)", destinada, apenas, a "todos os Médicos".
.
É possível ler no "ponto-chave" n.9 (clicar para ampliar):


A figura do Enfermeiro de Reabilitação, foi trocada na sua imprescindibilidade no que concerne à constituição da referida equipa, pelo Fisioterapeuta!

Naturalmente, os factores que precipitaram isto foram vários. Desde dos Enfermeiros Especialistas pseudo-chefes que abandonam a sua prática clínica para servir de assessor ao Enfermeiro-Chefe (com a aspiração de um dia ocupar o lugar), a um desinvestimento total na formação e evolução destes especialistas (que foi aproveitada pelos Fisioterapeutas), ao não acompanhamento das necessidades do contexto da saúde, passando pela deterioração total a que a Ordem dos Enfermeiros deixou chegar a situação...

É triste, ver assim, uma das Especialidades mais emblemáticas e autónomas da Enfermagem, morrer devagarinho... sufocada, com a conivência dos Enfermeiros!


OE congratula-se pela continuidade da Ministra da Saúde, Ana Jorge.


"A Bastonária da Ordem dos Enfermeiros, Maria Augusta de Sousa, congratulou-se hoje (22 de Outubro) com a recondução de Ana Jorge como ministra da Saúde por ser um sector "em que a continuidade é uma questão da maior importância".

Em declarações à agência Lusa, a bastonária dos enfermeiros fez uma "leitura globalmente positiva" do desempenho de Ana Jorge, enaltecendo "a serenidade com que conduziu o Ministério" da Saúde no anterior executivo socialista. Sobre as questões que dividem os enfermeiros e a tutela, Maria Augusta de Sousa manifestou-se "convicta" de que será encontrada "uma aproximação das posições", nomeadamente no que respeita às carreiras médicas." link

quinta-feira, outubro 22, 2009

Enfermeiros que matam...


"Romell Broom, 53 anos, foi condenado à pena capital pela violação e homicídio de uma rapariga de 14 anos. Depois de 25 anos no corredor da morte, a 15 de Setembro iria ver cumprida a sua sentença de morte mas foi impossível aos seus executores injectarem-lhe os químicos mortais porque não conseguiram encontrar uma veia para o fazer. Os Enfermeiros tentaram, em vão, 18 vezes. Durante duas horas picaram braços, pernas, tornozelos, chegando mesmo a atingir o osso, e foi escusado. Tiveram de suspender a execução.

(…) Também ser considerado o lado dos próprios Enfermeiros, preparados para salvar vidas, e a quem é pedido que inflija a morte.

Para os Enfermeiros que tentaram aplicar-lhe a injecção letal toda a situação “deve ter tido um peso psicológico muito grande”. Não apenas porque iriam intervir na morte mas tudo o que vão levar para casa. Um sentimento que descreve ser “pior que o vivido numa situação de eutanásia” (…)
" link

segunda-feira, outubro 19, 2009

As teorias da autonomização...



Gosto sempre de um debate saudável com os bons teóricos, apoiantes daquilo que sou contra. Tenho um prazer especial, por exemplo, em discutir as estratégias a seguir para tornar a Enfermagem mais autónoma. Os meus argumentos giram em torno de uma melhor formação científica, técnica e humana, do upgrade funcional (sou fã incondicional do skill-mix: ler "Skill-Mix and Policy Change in the Health Workforce: Nurses in Advanced Roles"), do incremento da complexidade do acto de Enfermagem, das especializações com tradução inequívoca no contexto clínico, do enquadramento evolutivo da profissão, etc. (Por exemplo, o uso de linguagens próprias só nos afasta das outras profissões e da ciência. Neste aspecto, de facto, temos "autonomia" - somos os únicos a falar alhês, quando todos os os outros falam bugalhês. Ninguém nos percebe ou quer perceber...)

Os "contras" teimam com as duas ou três teclas costumeiras. Uma delas é a célebre afirmação "os Enfermeiros não devem adquirir funções que provenham dos médicos" (o que demonstra uma ignorância histórica horripilante e um desconhecimento profissional medonho). A outra é o binómio tratar/cuidar: "o Médico trata, o Enfermeiro cuida". Para muitos "cuidar" significa amor, compaixão, sofrimento pelo próximo, etc... Ora eu cá nunca amei nenhum utente, nem desenvolvo compaixão e muito menos sofrimento. Enfermagem é a minha profissão. Pagam-me para tal. Pagam-me para executar um conjunto de intervenções psico-cognitivas, baseadas na empatia, em várias técnicas das ciências psicológicas, na presença e compreensão, etc. Não sofro. Não me revejo em sentimentos de pena.
Este raciocínio (Medicina = trata/Enfermagem = cuida) é esculpido exaustivamente na mente dos jovens logo que iniciam o curso.

Já no séc. XVI, Ambroise Paré tinha outra opinião: "O papel da Medicina: curar algumas vezes, aliviar frequentemente, cuidar sempre"...
A diferença? Está na essência, no saber saber/fazer, nas funções, na perspectiva...

quinta-feira, outubro 15, 2009

Ministério da Saúde adia reunião agendada para hoje!


"Após o adiamento de mais uma reunião, agendada pelas partes na última reunião negocial, o que podemos afirmar é que o Ministério da Saúde manteve‐se fiel, até ao fim, à sua principal característica: não assumir compromissos assumidos.
Esta reunião tinha como objectivo dar continuidade ao processo negocial relativamente às novas grelhas salariais e respectivas transições, cuja proposta foi apresentada pelo Ministério da Saúde na reunião do dia 21 de Setembro e que mereceu a total reprovação por parte da CNESE.
Com a reunião de hoje adiada e sem previsão de nova data, a CNESE exigirá a marcação de reunião logo após a tomada de posse do novo Governo/Ministro da Saúde e espera que a actuação do futuro Ministério da Saúde, relativamente aos compromissos assumidos, seja mais consentâneo com o exemplo de eficácia e responsabilidade que os profissionais que tutela, têm e demonstram". link

Circular normativa da DGS sobre a gripe pandémica (H1N1) 2009


Ler aqui a circular sobre a campanha de vacinação contra a infecção pelo vírus da gripe pandémica (H1N1) 2009, dirigida a todos os Médicos e Enfermeiros. Apresenta uma nota informativa acerca dos objectivos da campanha, grupos-alvos e descrição detalhada dos critérios/condições de imunização.
Fornece também um relato completo relativo às indicações/contra-indicações, bem como os efeitos adversos/farmacovigilância, forma de apresentação/preparação/administração.

quarta-feira, outubro 14, 2009

500 euros para "picar" o dedo!?


"No Hospital S. João de Deus, EPE - VN Famalicão, os digníssimos Sr.(s) Dr.(s) são a única classe profissional a receber incentivos de assiduidade. Porque não? Vamos então (como contrapartida de os "obrigarmos" a "picar o dedo") aumentar mais uns 500 euros ao seu mísero salário...

E os outros profissionais que também tem controlo de assiduidade e que vão trabalhar com a mesma ou mais vontade e dedicação, não tem direito???"

- Comentador anónimo -

terça-feira, outubro 13, 2009

Congresso Nacional de Enfermagem de Reabilitação da APER 2009



Nos dias 3, 4 e 5 de Dezembro vai ter lugar o Congresso Nacional de Enfermagem de Reabilitação da APER 2009.

O Congresso decorrerá em Espinho e conta com condições especiais de alojamento face à colaboração com o grupo Solverde (com número limitado de quartos disponíveis e mediante ordem de inscrição).
HOTEL SOLVERDE SPA & WELLNESS CENTER (5*)
www.solverde.pt - 22 733 80 30 (local do Congresso; ligar directamente e referir os preços especiais de participação no Congresso)

O Programa Social decorrerá no Jantar/Espectaculo no Casino Solverde e também está limitado ao número de lugares disponíveis na sala; assim como os periodos de Almoço no proprio Hotel Solverde; mais uma vez será atendida a ordem de chegada das inscrições.
Sendo uma óptima oportunidade para os Estudantes dos CPLEER que terminaram se encontrarem e partilharem múltiplos aspectos.

Pode obter informações detalhadas em
www.aper.com.pt -> Congresso 2009.

A inscrição no Congresso pode ser efectuada em
www.aper.com.pt -> Congresso 2009 -> Inscrição.

O Congresso contará com workshop's gratuitos, limitados a 2 por pessoa; as vagas são limitadas ao número de lugares disponíveis na sala e serão ocupadas por ordem de chegada das inscrições.

Haverá também a apresentação de pósteres e comunicações livres; para obter o regulamento pf consulte
www.aper.com.pt -> Congresso 2009 -> Posteres/Com. Livres.

Qualquer informação adicional pode ser solicitada através do e-mail
apenfreabilitacao@gmail.com (preferencialmente) ou através do telemóvel 965605781 (Rui Silva).

HOTEL SOLVERDE SPA & WELLNESS CENTER (5*)

Opinião de um colega expressa num comentário - concordo!


"A Enfermagem em Portugal passou a ser regulada pelos Médicos (onde está a nossa Ordem?). Vejam que para irmos para uma USF, temos que estar à espera do convite de um Médico! Não interessa o currículo, a formação ou investimento em formação, enfim, não interessa o mérito, o que interessa é ter um Médico amigo que te quer controlar e escravizar.

Na Enfermagem (...) as coisas estão perigosamente a nivelarem-se por baixo, a desmotivação é total, não basta trabalhar numa instituição à 10, 20 anos, não interessa o grau académico, não interessa o mérito, o que interessa é o que o Médico pensa!!
Não auguro bons resultados com estas reformas do SNS, gasta-se mais dinheiro em incentivos e obras e os resultados são inferiores."

segunda-feira, outubro 12, 2009

Euro Health Consumer Index (Índice Europeu do Consumidor dos Serviços de Saúde – EHCI) 2009


Constante no referido relatório (Num inquérito anual aos cuidados de saúde europeus, Portugal ficou classificado em 21º lugar de entre um total de 33 países, tendo sido considerado o melhor da Europa na área de e-saúde), é possível ler um interessante excerto, revelador da falta de apoio e incentivo à Enfermagem:

"A Nurse handles probably one hundred times more information on an 8-hour shift than a nightwatchman does. Nevertheless, nightwatchmen in many countries are sporting handheld computers, and Nurses are not. The potential for improvements in outcomes, patient safety, flow rationalization and other areas of healthcare through increased intelligent use of computers is enormous." link

The most...


"Nurses Top List of Most Honest and Ethical Professions" link

"Someone seeking a job that commands high respect need look no further than nursing. For the eighth consecutive year, nurses top Gallup's annual list of occupations rated for their honesty and ethical standards, earning high marks from more than four in five Americans. A combined 84% of Americans describe nurses' ethics as "very high" or "high." "

domingo, outubro 11, 2009

Como roubar os utentes?


O altruísmo era tanto que...
.
"Farmácias vão cobrar testes e conselhos" link

Pensava que o preço da venda dos "produtos" já incluía os tais "conselhos". Pelos vistos ainda querem explorar mais. Depois de tudo o que te acontecido, os farmacêuticos estão a pisar a linha do ridículo. Primeiro, usam farmacêuticos (hospitalares) descartáveis para publicitar tampões higiénicos.
Em seguida, arrebanham a administração de injectáveis de forma ilegal fazendo-se de esquisitos... mas fazem pulicidade em tudo o que é canto.
Metem cartões com pontos nas farmácia, tipo gasolineras.
Abrem autênticas feiras da ladra para avaliar PSA's e outros parâmetros analíticos. Quando se abordou a possibilidade dos Médicos dispensarem fármacos nos seus consultórios, fizeram um autêntico circo, mas no lá farmaceiral gostam de brincar aos Médicos e aos Enfermeiros...
.
Os utentes ficaram agora a saber que nos Centros de Saúde podem fazer tudo isto... gratuitamente e com uma qualidade assistencial superior prestada por profissionais competentes.

sábado, outubro 10, 2009

A ascenção dos Enfermeiros...

"Tom is a RN. Although he probably killed people in Vietnam, like many, he no longer talks about it. Now he takes pride in saving lives. He can also free dive to 100 feet in the open ocean and practically spear an Ulua with his eyes closed. His resting heart rate runs about 35. He is the most calm and competent nurse I know. It is always great to see him on my shift, because when it really hits the fan... I know he's got my back."
.

A Enfermagem norte-americana continua em notável ascensão. Após ter sido considerada como a profissão mais prestigiante da América do Norte, a CNN apresentou, recentemente, um estudo interessante sobre as 50 melhores profissões dos EUA. Em lugar surgem os Nurse Practioners.

Entre os mais bem pagos, surgem na posição os Enfermeiros-Anestesistas (CRNA's), com salários (nos percentis mais elevados) superiores a 12 mil euros/mês (as 3 primeiras posições são ocupadas por médicos).

O argumento mais sólido para justificar os elevados salários, apoia-se num dado estatístico: com o aparecimento destes Enfermeiros, o nível de mortalidade relacionada com procedimentos anestésicos, passou de 2 mortes por cada 10 mil intervenções/indivíduos em 1980, para 1 morte por cada 200 mil em 2009!

Em 29 estados norte-americanos os Enfermeiros-anestesistas exercem independentemente (sem supervisão médica). Vários estudos demonstram e verificam a qualidade dos cuidados prestados pelos mesmos.


quinta-feira, outubro 08, 2009

Bastonária da OE comenta (TVI24)...

Segurança da vacina da Gripe A;
Famílias perdem 17 mil milhões de euros com a crise;
Pobreza envergonhada;
Comemorações de 5 de Outubro;
Prémio Nobel da Medicina.

video


Interessantíssimo...


... Desabafos de um sindicalista.

Prorrogação do prazo de candidaturas às Unidades de Cuidados na Comunidade (UCC)!

(Clicar para ampliar e ler)
.
CANDIDATURA


terça-feira, outubro 06, 2009

As "intrevistas"...


Está criada e cimentada uma nova moda no seio da Enfermagem - o fenómeno das entrevistas. Desenvolvidas e apuradas há largos anos atrás por especialistas em recursos humanos, pretendem delinear, estabelecer e compreender se determinado indivíduo possui o perfil e competências necessárias para o exercício de uma função específica, através de uma avaliação psicotécnica com base no discurso, opiniões, comportamentos, crenças, motivações, etc.

Regra geral, é aplicada quando, para as vagas existentes, existe um excesso de procura - é portanto, um método auxiliar de selecção - uma ferramenta ao dispor das organizações que lhes permite maior rigor na escolha do seu capital humano. Grosso modo, é isto.

Como em quase tudo, chegou à Enfermagem de forma... distorcida.

Como existem (incompreensivelmente na minha perspectiva) Enfermeiros que teimam em demonstrar poder sobre os seus pares, muitas vezes sob a capa da sapiência, surgiu aqui um belo móbil para a génese de entrevistas de índole frívola, ou seja, desprovidas de conteúdo, servindo apenas o rebaixamento puro, na sua maioria das vezes, de recém-licenciados, perante o gáudio de alguns Enfermeiros entrevistadores que - quase sempre! - não têm competências algumas para executar uma entrevista.
Mas a raíz do mal tem, em primeira instância, uma base organizacional. Frequentemente, determinada instituição de saúde, promove festins "entrevistatórios" sem objectivos. Por vezes nem pretendem contratar Enfermeiros algum. Tendo em conta a abundância de profissionais, muitas vezes destinam-se a ocupar o tempo de alguns Chefes (e outros) indigitados para o efeito, para constituir possíveis bolsas de reserva que nunca virão a ser utilizadas, pois as cunhas, como sabem, terão sempre prioridade!

Afirmo tudo isto por um motivo: andam por aí a fazer "intrevistas" vergonhosas! Não têm em conta os currículos. As questões são desprovidas de objectivos. Os comentários não possuem qualquer finalidade pedagógica. Nada!

Questões que abordam legislação elaborada e irrelevante para o exercício da profissão, são inúteis (se os colegas tivessem a concorrer para um lugar de jurista/advogado, talvez fizessem sentido). Inquirições pessoais que não pretendam reconhecer traços de personalidade/perfil necessários para o bom desempenho da profissão, também são inúteis e desaconselháveis. Comentários depreciativos são expressamente proibidos!

Certamente que também é proibido chegar ao café do final da jornada de trabalho, e regozijar-se com a qualidade do seu desdém ou com a ansiedade que provocou em alguém, principalmente, quando estes comentários são feitos em praça pública!


"With a government review, increased autonomy, advanced roles and working time laws contributing to nurses taking on junior doctors’ tasks, Clare Lomas looks at how the boundaries between the professions have become blurred." link

O histórico ponto de viragem...


"Prime minister Gordon Brown [Inglaterra] has launched the first full-scale review of nursing care for nearly 40 years." link
.
"The Prime Minister’s Commission on the Future of Nursing and Midwifery explicitly aims to help put nurses in control of services and the direction of policy. It is a recognition of the government's belief that nursing is the most ‘forward thinking’ group of healthcare professionals." link
.
"Nurses must unleash their untapped potential to transform quality of care, according to a vision on the future of the profession unveiled by the Prime Minister’s Commission on the Future of Nursing and Midwifery.
The commission has published a statement calling for nurses to take “centre stage” in health leadership and policy making (...).
It says: “Nurses and Midwives will take centre stage in health leadership, delivering efficient and effective healthcare, policy-making, service design, service management, education and research.”
" link

Mais um reconhecimento pelo Ministério da Saúde Inglês...


"Midwives [equivalente aos nossos Especialistas em Saúde Materna e Obstétrica] must “play a far more central role” in maternity care, according to a government report on the future of the profession." link

"A foreword by health minister Ann Keen said the report would be used by the Prime Minister’s Commission on the Future of Nursing and Midwifery. She said: “Midwives and the care they provide to women and their babies are of paramount importance.”"

Razões para o ingresso no Curso de Enfermagem!


- "A Escola fica perto de minha casa..."
- "Os meus pais disseram-me que como Enfermeira é que tinha emprego..."
- "Porque sempre gostei da Saúde..."
- "Salário bom..."
- "Começamos a ganhar dinheiro já no terceiro ano..."
- "Concorri para ver se gosto..."
- "Não era bem isto que queria, mas entrei aqui..."
- "Para fugir à matemática..."
- "Porque concorri com mais uma amiga..."
- "Acho que deve ser interessante... pelo que se vê na televisão e ouço falar..."
- "Era isto ou Engenharia Informática..."

São afirmações verídicas que tiveram lugar numa instituição privada (daquelas onde se extorque dinheiro em troca de pseudo-formação!). Ano após ano, progressivamente, o nível diminui (em todas as dimensões)... e a classe torna-se mais frágil e debilitada.

"Médicos cubanos explorados pelo SNS"!


"Quarenta e quatro médicos vindos de Cuba estão a exercer, todas as semanas, 64 horas de trabalho em Centros de Saúde do Alentejo e Algarve, por apenas 300 euros mensais. São obrigados a tal, têm o controle da embaixada e não podem ter folgas" link

É invulgar, em Portugal, a mesma linha conter as palavras "Médicos" e "explorados", mas, a existir, logicamente acontece apenas a estrangeiros. A Ordem dos Médicos embirrou com os cubanos... mas também não interessa. O que me chamou a atenção nesta notícia foi o alarmismo que decorreu da situação relacionada com exploração.

Neste momento, juntamente com o flagelo do desemprego (o maior da Enfermagem!), os Enfermeiros são exploradissímos, com remunerações descabidas, fruto do desinvestimento na Saúde, da poupança errada e de um ódio anti-Enfermagem que sobeja há tempo a mais. Desde 1 euro/hora (sector privado) a 3,25 euros/hora em instituições hospitalares por intermédio de outsourcings, passando pelo trabalho gratuito, a exploração floresce... mas ninguém fala. Mas quando 44 Médicos são explorados (?), a preocupação é grande. A restante classe está bem: 25 euros/hora a cobrar por sono solto (50 só para estar acordado, e 70-80 para escrever alguma coisa...) é bom negócio, não culpo ninguém. Os Enfermeiros é que estão humilhados, mal pagos, pressionados a tudo por um emprego miserável. Neste preciso momentos mais de quinze (15) mil almas são estudantes de Enfermagem. Quinze mil...
Façam contas para os próximos 10 anos...

segunda-feira, outubro 05, 2009

Nobel da Fisiologia ou Medicina 2009...


Este ano foi atribuído a 3 Biólogos (Elizabeth Blackburn (fotos + entrevista), Carol Greider (fotos + entrevista) e Jack Szostak (fotos + entrevista)), pela investigação que desenvolve(ra)m no âmbito da Genética (telómeros/telomerase - "for the discovery of how chromosomes are protected by telomeres and the enzyme telomerase" link).

domingo, outubro 04, 2009

17:1!


Foi nomeada, há 2 dias, pelo Ministério da Saúde, a Comissão Nacional da Saúde Materna, da Criança e do Adolescente, cujo objectivo é "promoção da saúde e prevenção da doença" inerente ao âmbito para o qual foi criada.

É consensual que um dos maiores campos de acção dos Enfermeiros é, precisamente, a promoção da saúde e prevenção da doença. No entanto, dos 18 elementos destacados para o efeito, apenas... um (1) é profissional de Enfermagem (Maria Amélia Conceição Antunes Ferreira da Silva, Enfermeira-Chefe do ACES da Península de Setúbal 2, Seixal e Sesimbra), os restantes dezassete (17) são Médicos. De outras classes profissionais, nem vestígios. São as sombras do tempo da multidisciplinariedade...

Estes é que são os rácios (17:1) que devem interessar...

H1N1.


"Há alguns Médicos e Enfermeiros não estão dispostos a vacinar-se contra a gripe A, apesar dos profissionais de saúde terem sido considerados um grupo prioritário para a vacinação. Entre as razões da resistência, invocam a falta de garantias no plano científico do fármaco." link

sábado, outubro 03, 2009

"Farmácia trocou medicamento"!


"Dois profissionais da farmácia do Hospital de Santa Maria- um responsável de turno e a manipuladora dos medicamentos - já foram constituídos arguidos pela Secção de Homicídios da Polícia Judiciária de Lisboa pelo crime de ofensas à integridade física por negligência no caso dos doentes que cegaram após intervenção cirúrgica. Os funcionários poderão incorrer numa pena de prisão até um ano ou na pena de multa até 120 dias." link

"A Autoridade Nacional do medicamento (Infarmed), recorde-se, também detectou “não-conformidades” nos procedimentos hospitalares."

Intrigantemente... "os mesmos erros não foram detectados pela vistoria da Ordem dos Farmacêuticos. Os peritos concluíram, a 6 de Agosto, “não se ter verificado qualquer incorrecção por parte dos farmacêuticos, nem qualquer alteração aos procedimentos estabelecidos”"...

Reacção da Ordem dos Farmacêuticos à acção judicial por parte da Ordem dos Enfermeiros...


"A Ordem dos Farmacêuticos tem vindo a registar as posições públicas assumidas pela Ordem dos Enfermeiros em relação à administração de injectáveis nas farmácias. Como atestam os pareceres técnicos e jurídicos que a Ordem dos Farmacêuticos tem na sua posse, não existe qualquer ilegalidade na prática deste acto por farmacêuticos.
Na defesa intransigente dos interesses dos farmacêuticos e da própria actividade farmacêutica, a Ordem dos Farmacêuticos reafirma a sua convicção em relação às questões levantadas pela Ordem dos Enfermeiros sobre a administração de injectáveis nas farmácias.
Suportada em pareceres técnicos e jurídicos, a OF realça que a administração de injectáveis não é um acto exclusivo de nenhum dos profissionais de saúde. Naturalmente, entende também que a prática deste acto deve estar suportada em formação específica e no aperfeiçoamento desta competência, no entanto não está de todo restrito aos enfermeiros, sendo também uma competência dos médicos, por exemplo.O argumento de que esta prática não está incluída no Acto Farmacêutico não justifica a impossibilidade destes profissionais o executarem, uma vez que o Acto Farmacêutico diz apenas respeito a competências exclusivas dos farmacêuticos." link
.
Eu ainda não vi pareceres técnicos ou jurídicos alguns. Se forem iguais aqueles que a Ordem dos Farmacêuticos produz em menos de 24 horas, como no caso da "Farmácia do Santa Maria", então nem há caldo para entornar.
De acordo com a argumentação da OF, pode deduzir-se que a Saúde é uma anarquia completa, não havendo respeito algum pelas competências específicas de outras classes profissionais (mesmo as inerentes à respectiva formação e treino), pois como em Portugal não está legislado o Acto Médico nem o de Enfermagem, predomina a chico-esperteza, podendo qualquer um dar azo à sua habilidade...
Quanto ao Acto Farmacêutico que, segundo a OF, "diz apenas respeito a competências exclusivas dos farmacêuticos", tal não passa de uma rabugenta história de amor. Parte das competências lá descritas são partilhadas por vários profissionais de saúde, incluindo Enfermeiros, Médicos, Veterinários, Técnicos disto e daquilo e até "donas de casa"...

sexta-feira, outubro 02, 2009

Negoziati marocchina!


"Médicos querem salários idênticos a juízes e diplomatas" link


"Mal o novo Governo tome posse, os sindicatos dos médicos querem iniciar negociações sobre avaliação de desempenho e remunerações";

"Os sindicatos relembram que a questão das remunerações não interessa só aos médicos, mas também ao País e aos cidadãos."

De pequenino se torce o pepino?


"Depois de ter comemorado, a 1 de Agosto, o Dia Mundial do Aleitamento Materno, a Ordem dos Enfermeiros, através da Comissão de Especialidade de Enfermagem de Saúde Materna e Obstétrica, vai festejar a Semana Europeia do Aleitamento Materno - que se assinala de 5 a 11 de Outubro. Assim, numa tentativa de sensibilizar as crianças para os benefícios da amamentação, a Ordem dos Enfermeiros irá proceder a acções de esclarecimento e formação junto de alunos dos 3º e 4º anos de escolaridade." link


Excelente ideia?! Resta tentar perceber porque é que queremos "esclarecer" crianças de 8 e 9 anos sobre a amamentação... Já são velhinhas para a maminha e muito novinhas para serem mamãs e papás...
O saber nunca é demais nem inoportuno, mas...

...com tantos locais de interesse público e populações-alvo tão carenciadas e sedentes de informação...
.
.
P.s. - Nem vou falar nos erros ortográficos, que, infelizmente, já começam a ser habituais nos textos publicados no site da Ordem dos Enfermeiros. Na citação inicial deste post, por exemplo, eu corrigi alguns relativamente à versão original...

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

AmazingCounters.comVisitas ao blog Doutor Enfermeiro


tracker visitantes online


.

Novo grupo para reflexão de Enfermagem (a promessa é: o que quer que ali se escreva, chegará a "quem de direito")! 

Para que a opinião de cada um tenha uma consequência positiva! Contribuição efectiva!